SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

"A fome dos outros condena a civilização dos que não têm fome."
DOM HÉLDER CÂMARA

quinta-feira, 28 de julho de 2011

A humildade é fundamental

"Durante o meu primeiro semestre na Faculdade de Medicina, nosso professor aplicou uma prova surpresa. Eu era bom aluno e respondi rápido todas as questões até chegar a última, que era:

'Qual o nome da funcionária que faz a limpeza das salas do curso de Medicina?'

Sinceramente, isso parecia uma piada...

Eu já tinha visto a tal mulher várias vezes. Ela era alta, cabelo escuro, lá pelos seus 50 anos, mas como eu ia saber o nome dela?

Eu entreguei o meu teste deixando essa questão em branco, e um pouco antes da aula terminar, um aluno perguntou se a última pergunta da prova ia contar na nota.

'É claro!', respondeu o professor. 'Na sua carreira, você encontrará muitas pessoas. Todas têm seu grau de importância. Elas merecem sua atenção mesmo que seja com um simples sorriso ou um simples 'bom dia'.'

Eu nunca mais esqueci essa lição, e também acabei aprendendo que o primeiro nome dela era Márcia."


Será que você enxerga todas as pessoas pelas quais você passa diariamente? Vizinhos, porteiro, ascensorista, caixa de banco, atendente de farmácia, funcionários de supermercado, colegas de empresa...

Pense nisso...

Crédito: sem autoria definida, da internet.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Eu, etiqueta
Carlos Drummond de Andrade

Em minha calça está grudado um nome
Que não é o meu de batismo ou de cartório
Um nome estranho.
Meu blusão traz lembrete de bebida
Que jamais pus na boca, nessa vida,
Em minha camiseta, a marca de cigarro
Que não fumo, até hoje não fumei.
Minhas meias falam de produto
que nunca experimentei
Mas são comunicados a meus pés.
Meu tênis é proclama colorido
De alguma coisa não provada
Por este provador de longa idade.
Meu lenço, meu relógio, meu chaveiro,
Minha gravata e cinto e escova e pente.
Meu copo, minha xícara.
Minha toalha de banho e sabonete,
Meu isso, meu aquilo,
Desde a cabeça ao bico dos sapatos,
São mensagens,
Letras falantes,
Gritos visuais,
Ordens de uso, abuso, reincidências,
Costume, hábito, premência,
Indispensabilidade,
E fazem de mim homem-anúncio itinerante,
Escravo da matéria anunciada.
Estou na moda.
É duro andar na moda, ainda que a moda
Seja negar minha identidade,
Trocá-la por mil, açambarcando
Todas as marcas registradas,
Todos os logotipos do mercado.
Com que inocência demito-me de ser
Eu que antes era e me sabia
Tão diverso de outros, tão mim mesmo,
Ser pensante e sentinte e solitário
Com outros seres diversos e conscientes
De sua humana, invencível condição.
Agora sou anúncio
Ora vulgar ora bizarro
Em língua nacional ou em qualquer língua
(Qualquer, principalmente.)
E nisto me comprazo, tiro glória
De minha anulação
Não sou – vê lá – anúncio contratado.
Eu é que mimosamente pago
para anunciar, para vender
Em bares festas praias pérgulas piscinas.
E bem à vista exibo esta etiqueta
Global no corpo que desiste
De ser veste e sandálias de uma essência
Tão viva, independente,
Que moda ou suborno algum a compromete.
Onde terei jogado fora
Meu gosto e capacidade de escolher,
Minhas idiossincrasias tão pessoais.
Tão minhas que no rosto se espelhavam
E cada gesto, cada olhar,
Cada vinco da roupa
Sou gravado de forma universal,
Saio da estamparia, não de casa,
De vitrine me tiram, recolocam,
Objeto pulsante mas objeto
Que se oferece como signo dos outros
Objetos estáticos, tarificados.
Por me ostentar assim, tão orgulhoso
De não ser eu, mas artigo industrial,
Peço que meu nome retifiquem.
Já não me convém o título de homem.
Meu novo nome é Coisa
Eu sou a Coisa, coisamente.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Por que permitem a venda de carros super velozes?


Aumenta cada vez mais o número de acidentes no trânsito no Brasil. Consequência natural do crescimento da frota de automóveis nas grandes cidades e da falta de investimentos do poder público no transporte de massa. Além disso, para que as grandes multinacionais produzem carros que desenvolvem altíssimas velocidades? Como desenvolver 150, 180 km/h sem provocar graves acidentes? A ânsia pelo lucro cada vez maior por parte dessas empresas, aliada à massificação pela mídia de valores deturpados como a busca de status estimulam a venda de máquinas super velozes que, na realidade, estão levando as pessoas para muito mais longe do que elas gostariam...
Flávio Roberto

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Adoro essa música


.
.
Carinhoso
Pixinguinha
Composição: Pixinguinha/ João de Barro
Interpretação: Frejat

Meu coração, não sei por quê
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo,
Mas mesmo assim foges de mim.

Ah se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero.
E como é sincero o meu amor,
Eu sei que tu não fugirias mais de mim.

Vem, vem, vem, vem,
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus.
Vem matar essa paixão
Que me devora o coração
E só assim então serei feliz,
Bem feliz.

Ah se tu soubesses como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim

Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus
Vem matar essa paixão que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz

sábado, 23 de julho de 2011



“Agente 86”, com Don Adams, é, em minha opinião, a melhor série de humor da TV de todos os tempos. Maxwell Smart, ‘99’, o ‘Chefe’ e Siegfried são os personagens principais. Fizeram alguns filmes baseados na série, mas nenhum deles ficou bom. “Agente 86” é uma crítica à Guerra Fria, e à espionagem e contraespionagem praticadas pelos Estados Unidos e pela então União Soviética nos anos 1960. Muito engraçada e leve, ri muito e ainda rio quando assisto. Comprei a série completa em DVD para rever todos os episódios, e rever novamente sempre que quiser relembrá-los. Assistam à clássica abertura de “Agente 86” no vídeo, e vejam as fotos. Muito legal!
.

.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

"Se eu pudesse deixar algum presente para você, deixaria aceso o sentimento de amor à vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que nos foi ensinado pelo tempo afora.
Lembraria os erros que foram cometidos, como sinais para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável: além do pão, do trabalho e da ação.
E, quando tudo mais faltasse, para você eu deixaria um segredo.
O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída."

(Mahatma Gandhi)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Opinião

O maior problema do Brasil, pode-se arriscar a precisar, é o individualismo. Cada um somente se preocupa consigo mesmo, não se importando com o sentido de coletividade. O importante é se dar bem, ou, como sintetizou um anúncio de cigarros na década de 1970: "levar vantagem em tudo". O individualismo procura legitimar práticas condenáveis como a corrupção, a mentira, a trapaça, o nepotismo etc. O importante é conseguir atingir o seu objetivo, mesmo que em detrimento de outros. Felizmente, há exceções, claro.
É preciso urgentemente que passemos a dar maior importância a valores como o coletivo, a sociedade e família, por exemplo. Assim, quando alguém roubar o dinheiro público, terá a perfeita noção de que estará roubando o futuro de dezenas, centenas, milhares e até milhões de pessoas, que deixarão de se beneficiar de educação, saúde, transporte público e segurança.
Flávio Roberto

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Dia do amigo

Parabéns a todos os meus amigos que me acompanham aqui neste blog. Um abraço a todos!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

O Brasil perde na Copa do futebol...

O Brasil foi eliminado ontem da Copa América, perdendo na disputa na marca dos pênaltis para a seleção paraguaia. Durante a partida, o resultado manteve-se inalterado: empate de 0 a 0 no tempo normal e nos 30 minutos de prorrogação. O Brasil foi melhor nos 120 minutos, dominou o adversário, criou jogadas, mas não foi capaz de convertê-las em gol, além de esbarrar no goleiro paraguaio, que teve ótima atuação, sendo, na minha opinião, o melhor jogador da partida. O pior de tudo foi na disputa final, na marca dos pênaltis, quando o Brasil perdeu quatro cobranças consecutivas, sendo em duas (Elano e André Santos) isolando a bola por cima do travessão. Resultado: 2x0 Paraguai. Agora, é bom a CBF procurar urgentemente se preparar porque em 2014 a Copa do Mundo será no Brasil, e a pressão será muito maior. Nós, brasileiros, não queremos perder mais um Mundial em casa.
Flávio Roberto

... e na Copa da qualidade de vida.

Se o Brasil não anda bem das pernas na Copa América de Futebol, pior seria se a competição levasse em consideração o Índice de Desenvolvimento Humano. Nesse quesito, o País desperdiça as oportunidades e amarga a sétima posição entre os doze concorrentes da competição que está sendo realizada na Argentina.

Nem o cabelo de Neymar nem as defesas de Júlio César ou as táticas de Mano segurariam a goleada que o Brasil (0,699) sofre quando o assunto é educação, expectativa de vida e renda. A rival Argentina (0,775) sai melhor nessa briga: fica atrás apenas do campeão Chile. O Uruguai fica com a última vaga do pódio, com 0,765.

O lanterninha desse campeonato – o do IDH – é o Paraguai (0,640) de Larissa Riquelme.

Veja a classificação da Copa América do IDH:

1. Chile – 0,783 (45º)
2. Argentina – 0,775 (46º)
3. Uruguai – 0,765 (52º)
4. México – 0,750 (56º)
5. Costa Rica – 0,725 (62º)
6. Peru – 0,723 (63º)
7. Brasil – 0,699 (73º)
8. Venezuela – 0,696 (75º)
9. Equador – 0,695 (77º)
10. Colômbia – 0,689 (79º)
11. Bolívia – 0,643 (95º)
12. Paraguai – 0,640 (96º)

Índice de Desenvolvimento Humano calculado com dados relativos a 2010.
* Entre parênteses, a colocação mundial.
Crédito: Yahoo, 12/7/2011

domingo, 17 de julho de 2011

Fábrica de doutores

Ex-doutores
O Conselho da OAB-RJ cassou a carteira de 32 advogados acusados, entre outras coisas, de apropriação indébita de dinheiro de clientes.
Fonte: O Globo, 'Ancelmo Gois', 09/7/2011
Com o aumento descontrolado de faculdades de Direito no país, o resultado não poderia demorar a vir: uma quantidade cada vez maior de advogados, muitos deles despreparados e/ou desonestos.

Boa pergunta

"¿Hasta cuando la paz del mundo
estara en manos de los que hacen
el negocio de la guerra?"
Eduardo Galeano

sábado, 16 de julho de 2011

Dica de leitura: "Agosto"



Ambientado no Rio de Janeiro, então capital do país, "Agosto", de Rubem Fonseca, relata os acontecimentos políticos em agosto de 1954, misturados à conturbada vida pessoal e profissional do comissário Alberto Mattos. Enquanto Mattos investiga o misterioso assassinato de um milionário em sua luxuosa residência, o Brasil vive a instabilidade provocada por denúncias contra o governo de Getúlio Vargas, que vieram culminar com o seu suicídio. Uma mistura muito interessante de História e ficção. Boa leitura!   fr

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Corrupção torna ponte mais cara e mais demorada


Só no Brasil a nova ponte do Rio Guaíba não é o caminho mais curto entre o Ministério dos Transportes e a penitenciária
Há uma semana, o governo da China inaugurou a ponte da baía de Jiaodhou, que liga o porto de Qingdao à ilha de Huangdao. Construído em quatro anos, o colosso sobre o mar tem 42 quilômetros de extensão e custou o equivalente a R$2,4 bilhões.
Há uma semana, o DNIT escolheu o projeto da nova ponte do Guaíba, em Ponte Alegre, uma das mais vistosas promessas da candidata Dilma Rousseff. Confiado ao Ministério dos Transportes, o colosso sobre o rio deverá ficar pronto em quatro anos. Com 2,9 quilômetros de extensão, vai engolir R$ 1,16 bilhão.
Intrigado, o matemático gaúcho Gilberto Flach resolveu estabelecer algumas comparações entre a ponte do Guaíba e a chinesa. Na edição desta segunda-feira, o jornal Zero Hora publicou o espantoso confronto númerico resumido no quadro abaixo:

CHINESA
Extensão: 42 km
Custo total: R$ 2.4 bilhões
Custo por km: R$ 57 milhões
Tempo de construção: 4 anos
Tempo de construção por km: 35 dias

GUAÍBA
Extensão: 2.9 km
Custo total: R$ 1.16 bilhão
Custo por km: 400 milhões
Tempo de construção: 4 anos
Tempo de construção por km: 503 dias

Os números informam que, se o Guaíba ficasse na China, a obra seria concluída em 102 dias, ao preço de R$ 170 milhões. Se a baía de Jiadhou ficasse no Brasil, a ponte não teria prazo para terminar e seria calculada em trilhões. Como o Ministério dos Transportes está arrendado ao PR, financiado por propinas, barganhas e permutas ilegais, o País do Carnaval abrigaria o partido mais rico do mundo.
Depois de ter ordenado o afastamento dos oficiais, aí incluído o coronel do DNIT, Dilma Rousseff parece decidida a preservar o general. “O governo manifesta sua confiança no ministro Alfredo Nascimento”, avisou nesta segunda-feira uma nota da Presidência da República. “O ministro é o responsável pela coordenação do processo de apuração das denúncias feitas contra o Ministério dos Transportes”. Tradução: em vez de demitir o chefe mais que suspeito, Dilma encarregou-o de investigar os chefiados.
Corruptos existem em qualquer lugar. A diferença é que o Brasil institucionalizou a impunidade. Se tentasse fazer em outros países uma ponte como a do Guaíba, Alfredo Nascimento e seus parceiros saberiam que o castigo começa com a demissão e termina na cadeia.

Crédito: Augusto Nunes, Veja, 04/7/2011

* Obs.: O ministro Alfredo Nascimento, pressionado, entregou a sua carta de demissão à presidente Dilma Rousseff no dia 06 de julho.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

George W. Bush

Organização de defesa dos direitos humanos pede que Obama investigue George Bush

O Human Rights Watch afirmou ter provas sólidas de atos de tortura que foram ordenados na administração do ex-presidente Bush.

A organização de defesa dos direitos humanos, Human Rights Watch pediu que o presidente americano Barack Obama investigue criminalmente o antecessor George Bush por crimes de guerra e tortura.

O grupo quer o mesmo para o ex-vice-presidente Dick Cheney, o ex-secretário de Defesa Donald Rumsfeld e o ex-diretor do serviço secreto George Tenet.

O Human Rights Watch afirmou ter provas sólidas de atos de tortura que foram ordenados na administração Bush.

Como forma de prevenir atentados, o ex-presidente já defendeu publicamente técnicas de interrogatório como a simulação de afogamento.

Crédito: Jornal Nacional, Rede Globo, 12/7/2011
Crédito: Bira

terça-feira, 12 de julho de 2011

O Brasil minha pequena

Quero falar-te do Brasil,
minha pequena,
a terra bem amada,
cheia de sol, de paz e de beleza.
Ali a natureza
esculpiu vales, rios e montanhas.
No Brasil, minha filha,
são todos felizes.
Ali há justiça, trabalho, pão
e escolas.
A miséria e o analfabetismo
pertencem ao passado,
nenhum estudante desaparece
nas masmorras,
já não há presos políticos
e reina a liberdade.
As Companhias estrangeiras
não são mais proprietárias
dos nossos enormes recursos naturais.
Já não há golpes de Estados
nem torturas.
Os nossos generais
esqueceram há muito
os atos institucionais.
Para ti, minha pequena,
que nasceste no exílio
e brincas com a neve
tão longe da Pátria,
dedico estes versos
cheios de esperança.
Oxalá que quando os leres
no entardecer dos meus anos
já não sejam quimera,
uma vã utopia.
Mas se minto, perdoa.
Quero apenas que durmas
Embalada nos meus sonhos.

(Guilem Rodrigues da Silva, ex-marinheiro gaúcho, exilado na Suécia, onde escreveu este poema para sua filha, Zoyra-Lya, em 1968, na época, com três anos. Guilem é escritor e tornou-se professor de português na Suécia.)

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A corrupção condena o povo à miséria e ao atraso

Ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci investigado pelo Ministério Público Federal do Distrito Federal por suspeita de improbidade administrativa. O patrimônio de Palocci aumentou 20 vezes entre os anos de 2006 e 2010.

Ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento sob suspeita de prática de superfaturamento em obras na sua pasta. A empresa de seu filho evoluiu meteoricamente de apenas R$ 60 mil para mais de R$ 50 milhões em apenas dois anos.

O prefeito de Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, é investigado sob acusação de cobrar propinas para aprovação de contratos sem licitação nas obras de reconstrução da cidade, uma das mais atingidas durante as fortes chuvas no início do ano na região serrana fluminense.

Essas são apenas algumas das denúncias que vêm sendo divulgadas pela imprensa nos últimos dias. Isso sem falar nos roubos de dinheiro público que nunca são descobertos. É uma vergonha que o Brasil, com uma das maiores economias do mundo, seja roubado diariamente por políticos corruptos e empresários desonestos em busca de lucros fáceis. Estão roubando o dinheiro que deveria ser melhor investido na melhoria das condições de vida dos brasileiros: na Saúde, na Educação, nos Transportes, na Segurança.

Denúncias são feitas, mas muito raramente alguém vai para a cadeia, e quando vai, fica pouco tempo. E o pior, o dinheiro nunca é devolvido. Claro, depois que o assunto é esquecido pela imprensa, os ladrões e suas famílias vão aproveitar o nosso dinheiro roubado por eles e suas quadrilhas. Uma pena que no Brasil, os corruptos não sejam condenados com maior rigor para que servissem de exemplo a todos. Na China, a gente bem sabe o que acontece com os corruptos...
Flávio Roberto

sábado, 9 de julho de 2011

Nem sempre o erro é dos outros...

O diálogo abaixo é verídico, e foi travado em outubro de 1995 entre um navio da marinha estadunidense e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland. Os estadunidenses fizeram o primeiro contato:

- Alterem o seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com a nossa embarcação.

Os canadenses responderam de pronto:

- Recomendo mudar o SEU curso 15 graus para sul!

O estadunidense ficou mordido:

- Aqui é o capitão de um navio da marinha dos EUA!!! Repito, mude o SEU curso imediatamente.

Mas o canadense insistiu:

- Não!! Mude o SEU curso atual!

O negócio começou a ficar feio. O capitão estadunidense berrou ao microfone:

- ESTE É O PORTA-AVIÕES USS LINCOLN, O SEGUNDO MAIOR NAVIO DA FROTA DOS EUA NO ATLÂNTICO. ESTAMOS ACOMPANHADOS DE TRÊS DESTROYERS, TRÊS FRAGATAS E NUMEROSOS NAVIOS DE SUPORTE. EU EXIJO QUE VOCÊS MUDEM O SEU CURSO 15 GRAUS PARA NORTE, UM, CINCO, GRAUS NORTE, OU ENTÃO TOMAREMOS CONTRAMEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DO NAVIO.

E o canadense respondeu:

- Ah é!?... E aqui é o farol localizado próximo ao litoral de Newfoundland, câmbio!

Às vezes a nossa arrogância nos faz cegos... quantas vezes criticamos a ação dos outros, quantas vezes exigimos mudanças de comportamento nas pessoas que vivem perto de nós, achando que o defeito é sempre dos outros, quando na verdade nós é que deveríamos mudar o nosso rumo, o nosso comportamento?...

Crédito: da internet

quarta-feira, 6 de julho de 2011

terça-feira, 5 de julho de 2011

Bueiros à semelhança de minas terrestres no Rio de Janeiro

Desde o ano passado, bueiros da concessionária Light vêm explodindo nas ruas do Rio de Janeiro. Em junho de 2010, um casal de turistas foi vítima de uma dessas explosões, no bairro de Copacabana, tendo a mulher 80% do seu corpo queimado. De lá para cá, nada foi feito. Várias explosões já ocorreram. A Prefeitura tem sido condescendente, e até agora não efetuou nenhuma punição, nenhuma multa, nada! A Light tem sido no mínimo ineficiente, e não tem conseguido dar uma resposta que tranquilize a população. Incompetência aliada à impunidade não costumam trazer bom resultados. Até quando as pessoas vão continuar andando pela cidade com medo de serem atingidas pela explosão de um bueiro da Light? Foi para isto que privatizaram a Light? Somente quando o poder público assumir as suas responsabilidades e começar a cobrar mais energicamente da concessionária, as coisas vão mudar. Quando a Light passar a sofrer pesadas multas no seu faturamento a cada explosão, aí sim ela vai ter interesse em agir mais rápido. Enquanto isso não acontece, o Rio de Janeiro continuará assistindo, assustada, a mais explosões, correndo o risco de haver vítimas fatais um dia.
Flávio Roberto

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Um raio não atinge o mesmo lugar duas vezes... Será!?

Americano é atingido por raio pela sexta vez

Dizem que um raio não cai no mesmo lugar duas vezes. Mas, certamente, pode atingir um homem duas vezes. Com Melvin Roberts foi pior. O homem de 58 anos foi atingido por um raio pela sexta vez!

Melvin está se recuperando em um hospital de Seneca (Carolina do Sul, EUA). A esposa, Martha, contou que ele estava no quintal tentando cobrir um cortador de grama quando foi atingido pelo raio.

A última vez havia sido em 2007. Naquela oportunidade, a descarga elétrica deixou cicatrizes nas pernas de Melvin, que ficou com dificuldade para andar durante meses. O sujeito também carrega uma marca na cabeça, da primeira vez em que foi atingido.

"Eu já me casei cinco vezes e tinha sido atingido cinco vezes por raios. Agora foi a sexta vez, mas não vou deixar a minha mulher. Tenho que tentar algo diferente", brincou Melvin na reportagem WYFF.

Créditos: Texto: pagenotfound; imagem: da internet.

domingo, 3 de julho de 2011

Brasileiro na final de Wimbledon

Depois de Maria Ester Bueno e de Gustavo Kuerten, o Brasil não tem nenhum tenista entre os melhores do mundo. Mas pelo menos um brasileiro estará hoje na final masculina de Wimbledon, em Londres: o árbitro. Melhor do que nada... rsrs
"Brasileiro é escalado para arbitrar a final de Wimbledon, 'o maior sonho'

Carlos Bernardes, que já sentou na cadeira em duas finais de Grand Slam, viveu uma semana de ansiedade até receber a confirmação em Londres

Por Alexandre Cossenza - Rio de Janeiro

O brasileiro Carlos Bernardes foi escolhido para uma das posições de maior prestígio do tênis mundial. Neste domingo, a partir das 10h (de Brasília), o paulista de 46 anos entrará na Quadra Central para ser o árbitro de cadeira da final de Wimbledon entre Rafael Nadal e Novak Djokovic.

Será a terceira vez de Bernardes na cadeira de uma decisão de Grand Slam, mas a primeira no palco de mais história do tênis. (...)"
Crédito: sportv