SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Família Maluf rouba o Brasil


Maluf é de novo réu no STF, desta vez por lavagem de cerca de US$ 1 bilhão
O deputado Paulo Maluf (PP-SP), 80 anos, passou à condição de réu, pela terceira vez, no foro especial do Supremo Tribunal Federal, em julgamento que durou toda a tarde e o início da noite desta quinta-feira. Agora, ele vai responder a ação penal por prática do crime de lavagem de dinheiro. Ele escapou de ser denunciado também por evasão de divisas e por formação de quadrilha — neste caso, juntamente com sua mulher, já que ambos já passaram dos 70 anos, e o crime já prescreveu. Os demais denunciados —inclusive os quatro filhos do casal e o marido de uma das filhas — são também réus por lavagem de dinheiro e quadrilha.

Conforme o ministro-relator do processo, ministro Ricardo Lewandowski, há indícios, nos autos do inquérito, de que a família Maluf movimentou no exterior cerca de 1 bilhão de dólares, “quantia superior ao PIB de vários pequenos países”, citando entre outros Timor Leste, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Granada.

O plenário do STF aceitou, por 7 votos a 1 parte da denúncia do procurador-geral da República, nos autos do Inquérito 2.471, segundo a qual o deputado e seus familiares montaram um “complexo esquema” para “lavar” cerca de R$ 500 milhões, desviados das obras da Avenida Águas Espraiadas (atual Avenida Jornalista Roberto Marinho), quando o principal réu era prefeito de São Paulo (1993-96). Esse dinheiro foi enviado para contas nos Estados Unidos e no paraíso fiscal de Jersey (Reino Unido), e teria voltado ao Brasil, através de uma operação de debêntures em benefício da Eucatex. A denúncia original foi apresentada à 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo, especializada em crimes financeiros, mas, com a eleição de Maluf para a Câmara dos Deputados, os autos foram enviados ao STF. O relator do inquérito e, agora, da nova ação penal é o ministro Ricardo Lewandowski, que considerou haver na denúncia “provas suficientes” da prática de crimes interligados com o de corrupção passiva objeto de uma outra ação penal (AP 477) da qual também é relator.

Houve uma longa discussão processual, no plenário, sobre se a denúncia poderia ser acolhida, em virtude do fato de que as denúncias contra os indiciados que não tinham direito ao foro do STF já tinham sido aceitas na primeira instância, com exceção da de um deles. A questão foi levantada pelo ministro Marco Aurélio, que ficou vencido.
(...)
Outras ações penais
O deputado Paulo Maluf responde, no momento, a duas outras ações penais no foro do STF: a AP 477, na qual é acusado por crime de corrupção passiva (também com relação ao dinheiro desviado no período em que foi prefeito de São Paulo) e a AP 461, igualmente denunciado por crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e ocultação de bens e quadrilha. Há pouco mais de um ano, no dia em que completou 79 anos (8 de setembro), Paulo Maluf foi beneficiado graças à idade avançada, na terceira ação penal que tramitava no STF. O ministro Joaquim Barbosa, relator da AP 458, extinguiu-a, em face da idade avançada do réu. Foi então reconhecida a “extinção da punibilidade” de Maluf, que respondia ao processo por crimes de falsidade ideológica e de responsabilidade por fatos ocorridos em 1996, quando era prefeito de São Paulo.

Maluf e os ex-secretários de Finanças Celso Pitta e José Antônio de Freitas foram denunciados sob a acusação de criar créditos adicionais suplementares de R$ 1,8 bilhão, em 1996, e de terem participado de suposto esquema de superfaturamento. Eles teriam simulado excesso de arrecadação e destinado o superavit para a Secretaria de Vias Públicas, em detrimento de outras áreas. Estimou-se que a prefeitura teve deficit de R$ 1,2 bilhão naquele ano. Barbosa extinguiu a ação em relação a Pitta (que morreu em novembro de 2009) e determinou o envio do processo para a Justiça de São Paulo, porque Freitas não tinha prerrogativa de foro especial.
Fonte: Jornal do Brasil, Luiz Orlando Carneiro, Brasília
.


terça-feira, 27 de setembro de 2011

Sarney no Rock in Rio rsrs


Que País é Esse?
Legião Urbana

Interpretado pelo Capital Inicial, no Rock in Rio, domingo 25/9/2011
Sarney, vai tomar @#$%&*§!!!!!
Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papéis e documentos fiéis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

Terceiro mundo, se foi
Piada no exterior
Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

O país do voleibol


A seleção brasileira de vôlei conquistou ontem, em Cuiabá (MT), mais um título de Campeã Sul-Americana. É o 28º título sul-americano em 29 edições realizadas (somente em 1964 o Brasil não foi campeão, mas porque não disputou a competição).
O Brasil foi campeão invicto, vencendo todas as partidas por 3 sets a 0: Uruguai, Chile, Paraguai, Colômbia e Venezuela. Apenas na final, ontem, vencida por 3 sets a 1 com a Argentina, um adversário conseguiu vencer um set do Brasil.
O brasileiro Serginho recebeu os prêmios de melhor defesa, melhor passe, melhor líbero e foi escolhido como o melhor jogador do Campeonato. Dante recebeu o prêmio de melhor ataque. Os argentinos Sebastian Sole (melhor bloqueador) e Luciano de Cecco (melhor levantador), e o venezuelano Kervin Pinerua (melhor saque) foram os demais jogadores premiados.

"A Câmara dos Deputados aprovou a instalação da Comissão da Verdade. Deveria ser da Verdade e Justiça! Crimes da ditadura permanecem impunes."
.
Frei Betto

Tem gente com vergonha... rsrs


Crédito: Chico, o torcedor

O campeonato brasileiro está muito disputado



Crédito: Chico, o torcedor

domingo, 25 de setembro de 2011

Com tanta riqueza, cadê a distribuição de renda?


Até Quando Esperar
Plebe Rude

Não é nossa culpa nascemos já com uma benção
Mas isso não é desculpa pela má distribuição

Com tanta riqueza por aí, onde é que está (bis)
Cadê sua fração?

Até quando esperar?
E cadê a esmola que nós damos
Sem perceber?
que aquele abençoado
Poderia ter sido você

Com tanta riqueza por aí, onde é que está
cadê sua fração? (bis)

Até quando esperar a plebe ajoelhar (bis)
Esperando a ajuda de Deus

Posso vigiar seu carro te pedir trocados
Engraxar seus sapatos (bis)
Não é nossa culpa nascemos já com uma benção
mas isso não desculpa pela má distribuição
Com tanta riqueza por aí, onde é que está
cadê sua fração?
Até quando esperar a plebe ajoelhar
esperando a ajuda de Deus
Até quando esperar a plebe ajoelhar esperando a ajuda de um divino Deus

sábado, 24 de setembro de 2011

"Os Estados Unidos não merecem ganhar a guerra no Iraque por injusta. Segundo Stiglitz, mataram 1 milhão de pessoas, 3.5 milhões de refugiados internos e externos."

Leonardo Boff

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Muito demorado, e menos do que devia


Câmara aprova criação da Comissão da VerdadeProjeto incluiu mudanças do DEM que limitam indicações. Proposta será analisada pelo Senado antes de ir à sanção.
Andréia Sadi e Iara Lemos _ Do G1, em Brasília

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (21), a criação da Comissão da Verdade, que irá apurar violações aos direitos humanos entre 1946 e 1988, período que inclui a ditatura (sic) militar. A proposta, com origem no Executivo, ainda precisa ser analisada pelo Senado Federal.
A versão final do texto aprovado incluiu mudanças sugeridas pelo DEM, que propôs limitações ao perfil dos integrantes da comissão, que será composta por sete membros indicados pela presidente Dilma Rousseff. Após reuniões entre lideranças, a base do governo aceitou incluir emendas apresentadas pelo DEM, PSDB e PSOL.
Segundo o líder do DEM, ACM Neto (BA), as mudanças visam impedir indicações políticas. A emenda do DEM impede que participe da comissão "quem exerce cargo no Executivo e em partido, quem não tenha condições de atuar com imparcialidade e quem esteja no exercio (sic) de cargo em comissão ou função de confiança".
(...)
O projeto de lei diz que a Comissão não terá poderes para punir agentes da ditadura. As investigações incluem a apuração de autoria de crimes como tortura, mortes, desaparecimentos forçados e ocultação de cadáveres, perdoados com a Lei da Anistia, de 1979.
A comissão terá dois anos para produzir um relatório, com conclusões e recomendações. Durante as investigações, o grupo poderá requisitar informações a órgãos públicos, inclusive sigilosas, convocar testemunhas, realizar audiências públicas e solicitar perícias.
A comissão terá ainda de enviar aos órgãos públicos competentes informações que ajudem na localização e identificação de restos mortais de pessoas desaparecidas por perseguição política.
Discussão
A discussão da matéria na Câmara, iniciada no final da tarde, se arrastou pela falta de acordo sobre o formato final do grupo, que será indicado pela presidente Dilma Rousseff.
(...)
Histórico
A criação da Comissão foi proposta no 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, assinado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2009. O texto diz que a comissão busca trazer à tona a "verdade histórica" sobre o período militar e "promover a reconciliação nacional".
Desde que foi proposto, o texto foi alterado em vários pontos, principalmente para atender aos militares, que temiam uma revisão da Lei da Anistia. Sancionada em 1979, durante a redemocratização, a lei impede a responsabilização penal por crimes políticos perpetrados durante a ditadura militar (1964-1985). Os militares ainda exigiam que a comissão tratasse de organizações de esquerda que aderiram à luta armada.
Ainda durante as negociações, o período de análise foi ampliado, passou de 1964-1985 para 1946-1988. O projeto também aboliu a expressão "repressão política”.
Fonte: G1 _ 21/9/2011

Muito menos do que devia ser feito e muito demorado! O Brasil vem demorando muito para esclarecer e punir os crimes praticados durante a ditadura no país. E o fato da Comissão da Verdade não ter poderes para punir os criminosos é um limitador absurdo. Principalmente considerando ter sido devido à Lei da Anistia de 1979, que foi aprovada pela ditadura para “perdoar” justamente os crimes por ela praticados.
.
Ao contrário de outros países latino-americanos, como o Uruguai e a Argentina, que puniram muitos dos militares que praticaram crimes (como tortura, dentre outros) durante as suas ditaduras, inclusive ex-presidentes que foram condenados à prisão, o Brasil ainda não conseguiu passar a limpo o triste período sombrio que marcou a nossa História. E, para quem não sabe ou não lembra, o partido 'DEM' é o mesmo que vem mudando de nome ao longo dos tempos e durante a época da ditadura militar e do bipartidarismo chamava-se 'Aliança Renovadora Nacional' (ARENA).   fr

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A miséria só existe porque tem corrupção



Pega Ladrão
Gabriel, o Pensador


Pega ladrão! No governo!
Pega ladrão! No congresso!
Pega ladrão! No senado!
Pega lá na câmara dos deputados!
Pega ladrão! No palanque!
Pega ladrão! No tribunal!
É por causa desses caras que tem gente com fome, que tem gente matando, etc e tal.
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
A miséria só existe porque tem corrupção.
Pega, pega!
Pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Tira do poder!
Bota na prisão!!
E você, que é um simples mortal, levando uma vidinha legal,alguém já te pediu um real? Alguém já te assaltou no sinal?
Você acha que as coisas vão mal?
Ou você tá satisfeito? Você acha que isso é tudo normal?
Você acha que o país não tem jeito?
Aqui não tem terremoto, aqui não tem vulcão.
Aqui tem tempo bom, aqui tem muito chão.
Aqui tem gente boa, aqui tem gente honesta, mas no poder é que tem gente que não presta.
"Eu fui eleito e represento o povo Brasileiro.
Confie em mim que eu tomo conta do dinheiro".
(refrão)
Tira esses malandro do poder executivo!
Tira esses malandro do poder judiciário!
Tira esses malandro do legislativo!
Tira do poder que eu já cansei de ser otário!
Tira esses malandro do poder municipal!
Tira esses malandro do governo estadual!
Tira esses malandro do governo federal!
Tira a grana deles e aumenta o meu salário!
- Tá vendo esta mansão sensacional? Comprei com o dinheiro desviado do hospital.
- E o meu cofre, cheio de dólar? É o dinheiro que seria pra fazer mais uma escola.
- Precisa ver minha fazenda! Comprei só com o dinheiro da merenda!
- E o meu filhão? Um milhão só de mesada! E tudo com o dinheiro das criança abandonada.
- E a minha esposa? Só não me leva à falência porque eu tapo esse buraco com o rombo da previdência.
- Vossa excelência... Ce não viu meu avião! Comprei com uma verba que era pra construir prisão!
- E a superlotação?
- Problema do povão! Não temo imunidade? Pra nós não pega não.
(refrão)
A miséria só existe porque tem corrupção.
Desemprego só aumenta porque tem corrupção.
Violência só explode porque tem tanta miséria e desemprego.
Porque tem tanta corrupção!
"Todos que me conhecem sabem muito bem que eu não admito o enriquecimento do pobre e o empobrecimento do rico!"
E você, que nasceu nesse país.
E que sonha e que sua pra ser feliz.
Você presta atenção no que o candidato diz?
Ou cê vota em qualquer um, seu babaca?
E depois da eleição, você cobra resultado?
Ou fica aí parado, de braço cruzado?
Cê lembra em quem votou pra Deputado?
E quem você botou lá no Senado?

quarta-feira, 21 de setembro de 2011


“Quem julga as pessoas,
não tem tempo para amá-las.”

MADRE TERESA DE CALCUTÁ

terça-feira, 20 de setembro de 2011

País rico é país sem miséria I

Um país rico não pode conviver com a miséria do seu povo, nem com Educação pública de péssima qualidade, Saúde pública que não funciona, transportes públicos sucateados, insegurança pública, falta de saneamento básico... De que adianta o Brasil ser uma das maiores economias do mundo, se a maioria de sua população (justamente quem produz esta riqueza) não usufrui dela? O Brasil é o 73º colocado na lista de desenvolvimento humano da ONU, ano 2010, atrás de países como Uruguai, Panamá, Trinidad e Tobago, Costa Rica e Peru.

País rico é país sem miséria II


País rico é país sem miséria III


País rico é país sem miséria IV


País rico é país sem miséria V


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

- Mamãe, mamãe!... Por que o papai não tem cabelo?
- Porque ele trabalha muito, é cheio de preocupações e é muito inteligente.
- Ah... e por que você tem tanto cabelo?
- Cala boca!

- Mamãe, mamãe!... Por que a noiva está vestida de branco?
- Porque é o momento mais feliz de sua vida.
- Ah! E por que o noivo está vestido de preto?
- Cala a boca!

domingo, 18 de setembro de 2011

Para reflexão

"Conta-se que um empregado em um frigorífico da Noruega, certo dia ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorífica e inexplicavelmente a porta se fechou e ele ficou preso. Bateu na porta com força, gritou por socorro, mas ninguém o ouviu, todos já haviam saido para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo.
.
Já estava quase cinco horas preso, debilitado pela temperatura insuportável. De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e o resgatou com vida.
.
Perguntaram ao vigia:
.
- Por que foi abrir a porta da câmara e a inspecionar se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho?
.
Ele explicou:
.
- Trabalho nesta empresa há 35 anos, vejo centenas de empregados que entram e saem todos os dias, e esse é o único funcionário que me cumprimenta ao chegar pela manhã, e se despede, ao sair. Hoje ele me disse “Bom dia” ao chegar. Entretanto não percebi que se despediu de mim. Imaginei que poderia ter lhe acontecido algo. Por isto o procurei e o encontrei...
.
Pergunta: Será que você seria salvo?"
(Sem autoria, divulgado na internet)

sábado, 17 de setembro de 2011

"Admiro as mulheres que não se deixam brutalizar, mesmo exercendo funções administrativas."
.
Padre Fábio de Melo

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Entrevista com o ator Edgar Vivar


Para todos aqueles que já riram muito e ainda riem sempre que reveem os episódios de Chaves, coloco aqui a íntegra da entrevista com o ator mexicano Edgar Vivar no programa “Agora é Tarde’, de Danilo Gentili, na TV Bandeirantes, exibida na madrugada de hoje. Edgar Vivar interpretou, entre outros personagens, o Seu Barriga (dono da vila onde moravam Seu Madruga, Dona Florinda e os demais vizinhos) e Nhonho, filho de Seu Barriga. O ator mexicano está em São Paulo, onde apresenta um show no domingo.

Durante anos, a série vem divertindo milhares de pessoas no Brasil e em vários países do mundo ao longo de décadas. Na entrevista, Edgar Vivar diz que na última vez que encontrou o amigo e ator Ramón Valdés, que viveu o engraçadíssimo Seu Madruga, este, já doente, lhe disse: “Viu!? Não paguei o aluguel!”. Seu Madruga devia 14 meses de aluguel a Seu Barriga (apesar dos vários anos do programa, sempre eram 14 meses de aluguel atrasados... rsrs). Aproveitem a entrevista e divirtam-se.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Plágio


"E o crédito?

Rapper americano copia foto lendária do sambista Cartola em capa de disco
Fonte: globo.com (O Globo Segundo Caderno) 14/09/2011

RIO - Samplear sempre foi um ato comum na cultura hip hop. Mas já vai longe o tempo em que rappers e produtores copiavam livremente trechos de canções, sem se preocupar com autorizações ou ao menos dar os devidos créditos. O que vale para as músicas deveria valer também para a arte dos discos, mas aparentemente o rapper Curren$y (com cifrão) não se preocupou com isso ao "samplear" a foto de capa da mixtape 'Verde Terrace', feita em parceria com o DJ Drama e lançada no fim de agosto. Ele utilizou deliberadamente a mítica foto de capa do álbum "Verde que te quero rosa", de Cartola, em que o sambista carioca aparece tomando um cafezinho.

O disco foi lançado em 1977. Em relação à foto original, a única mudança na capa do rapper americano é o reflexo de um carro verde nos óculos do sambista (compare as duas imagens na foto acima). No site que divulga o álbum não há qualquer menção ao trabalho do brasileiro."

Para falar a verdade, nem sei (nem quero saber) quem é esse tal de rapper Curren$y. O fato é que não é a primeira vez que artistas brasileiros são plagiados. Basta lembrar o uso indevido da ótima sacada "Tê-tetere-teretetê" da música "Taj Mahal", de Jorge Ben Jor, pelo roqueiro Rod Stewart, em 1978, em uma de suas canções. Quando soube que o cantor brasileiro iria processá-lo, Stewart "cedeu" os lucros da sua música ao Unicef, em um show beneficente na sede da ONU, em Nova Iorque. É o caso de se fazer caridade com a criatividade dos outros. rsrs

Neste caso desse raper estadunidense, foi ainda pior. Usar a foto de um disco do Cartola, na maior 'caradura', sem autorização, é uma tremenda falta de caráter!
fr

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Exemplo de selvageria "humana"

Homens cercam touro em festival na Espanha
.
'Toro de la Vega' tem tradição que data do século XV.
Animal é conduzido pelo rio e morto em homenagem à Virgem da Penha.
Da Associated Press

Touro é cercado por homens a cavalo no festival de 'Toro de la Vega', na cidade espanhola de Tordesilhas. Segundo a tradição, que remonta ao século XV, o animal deve ser levado a cruzar o rio até a planície para ser morto em homenagem à 'Virgem da Penha'
(Foto: Israel Lopez/AP)
Fonte: G1, 13/9/2011
Como é possível que seres que se dizem "humanos" tenham um comportamento tão covarde, selvagem, bárbaro e sádico? Já estamos no Terceiro Milênio, e ainda há países que mantêm "tradições" como esta, e países que se dizem "desenvolvidos" como a Espanha. E mesmo dentre aqueles que se dizem contra a crueldade aos animais, muitos quando viajam a turismo a países onde há a prática de touradas, por exemplo, pagam para assisti-las, ajudando a fazê-las lucrativas e, portanto, que permaneçam existindo ao longo dos tempos. Lamentável!
fr

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

MP denuncia bispo Macedo por lavar dinheiro de fiéis

SÃO PAULO - O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou o bispo Edir Macedo e mais três dirigentes da Igreja Universal do Reino de Deus, acusados de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro arrecadado dos fiéis. De acordo com a investigação, o grupo teria utilizado os serviços de uma casa de câmbio de São Paulo para mandar recursos de forma ilegal para os Estados Unidos, entre 1999 e 2005.
Os frequentadores da Universal seriam, segundo a denúncia, vítimas de estelionato. Os denunciados são acusados de só declarar à Receita parte dos recursos arrecadados com doações.
Em 2009, o Ministério Público Estadual de São Paulo chegou a apresentar denúncia contra Macedo e oito dirigentes da Igreja por lavagem de dinheiro, mas o Tribunal de Justiça do estado anulou o processo, em outubro de 2010, porque entendeu que a investigação deveria ser remetida para a Justiça Federal.
A nova denúncia foi apresentada no dia 1 de setembro pelo procurador da República Sílvio Luís Martins de Oliveira e utiliza fatos que foram levantados pela investigação do Ministério Público Estadual. Para o procurador, os "pregadores valem-se da fé, do desespero ou da ambição dos fiéis para lhes venderem a ideia de que Deus e Jesus Cristo apenas olham pelos que contribuem financeiramente com a Igreja e que a contrapartida de propriedade espiritual ou econômica que buscam depende exclusivamente da quantidade de bens materiais que entregam".
Fonte: globo.com _ Sérgio Roxo _ 10/9/2011
.

domingo, 11 de setembro de 2011

O 11 de setembro chileno

11 diretores foram convidados para fazer um filme sobre a queda das Torres Gêmeas. Ken Loach, um dos cineastas convidados, fez um paralelo com o 11 de setembro chileno, de 1973.

No 11 de setembro chileno, que se estendeu pelos vários anos da ditadura Pinochet, mais de 30.000 chilenos foram torturados e/ou mortos. Esse 11 de setembro não tem tanta divulgação na mídia mundial.

O curta é um pouquinho longo, são 10 minutos, mas vale a pena assistir até o final.
A gente vê que os EUA, através da CIA, treinaram agentes chilenos da repressão de Pinochet, ensinando-os a praticar tortura contra jovens que eram acusados de serem "subversivos" e "terroristas".

Ou seja, nada diferente do que os EUA fazem agora no Afeganistão, no Iraque e em Cuba (Guantánamo).


11 de setembro

11 de setembro de 2011: 10 anos se passaram dos atentados terroristas contra os Estados Unidos, quando morreram 2.977 pessoas, sendo elas de mais de 70 nacionalidades, e os 19 terroristas, de acordo com a página da Wikipédia. Hoje, o mundo inteiro homenageia as vítimas inocentes deste crime brutal e covarde.

Como resposta ao ataque, os EUA invadiram o Afeganistão e o Iraque, este com a falsa justificativa de haver naquele país armas de destruição em massa.

“Até abril deste ano [2011], os conflitos iniciados após o ataque às Torres Gêmeas somam cerca de 110 mil mortes somente no Iraque segundo levantamento da ONG Iraq Body Count. A entidade estima que 13 mil delas ocorreram no governo Obama.” (Fonte: Itamaraty)

A invasão dos EUA ao Afeganistão e Iraque provocaram a morte de centenas de milhares de pessoas, a maioria civis, incluindo crianças e idosos. Os EUA passaram a adotar a tortura para interrogar presos.

10 anos do 11 de setembro, e a imprensa quase não fala nas centenas de milhares de civis mortos no Afeganistão e no Iraque.

Saddam Hussein e Bin Laden já se foram. Quando será que o ex-presidente George W.Bush pagará no Tribunal Internacional pelos seus crimes?

Se os EUA querem mesmo trabalhar pela democracia e pelos direitos humanos como sempre dizem, podem começar a parar de apoiar ditaduras, como vêm fazendo há décadas: Fulgencio Batista, Anastásio Somoza, Augusto Pinochet, Manuel Noriega, Sadam Hussein, Hosni Mubarak, Muammar Kadhafi etc. etc. (e põe etc. nisso).

sábado, 10 de setembro de 2011

Ótima dica de filme

O LABIRINTO DO FAUNO ("El Laberinto del Fauno")
México, Espanha, EUA, 2006, Drama
Direção: Guillermo del Toro
Com: Ivana Baquero, Doug Jones, Sergi López, Ariadna Gil
.
Espanha, 1944, ainda vivendo o clima da Guerra Civil. Menina vai morar com o novo marido de sua mãe, um general fascista e insensível. Na nova casa, ela descobre um labirinto que lhe leva a um mundo onde ela se sente mais protegida e feliz.
Vencedor do Oscar de Direção de Arte, Fotografia e Maquiagem, recebendo também as indicações nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro (México), Melhor Roteiro Original e Melhor Trilha Sonora. Indicado também para o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, e vencedor de 7 prêmios no Goya.

domingo, 4 de setembro de 2011


"Os Estados Unidos não têm amigos. Têm interesses."
Ex-secretário de Estado estadunidense, Henry Kissinger.