SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Trânsito assassino

Hoje, voltando para casa, por volta das 19h20, guardas  desviavam o trânsito na Avenida Presidente Vargas, uma das mais movimentadas da cidade. O motivo eu pude perceber poucos metros mais à frente. O corpo de uma senhora estava caído na rua, próximo a um ponto de ônibus, na altura da sede administrativa da prefeitura. Com certeza o atropelamento havia ocorrido há pouco tempo. Uma cena triste, que, infelizmente, não é a primeira vez que eu vejo naquela região. Mais triste ainda é perceber como as pessoas veem a cena e se comportam. Olham com alguma curiosidade, mas logo depois já estão conversando sobre outros assuntos, esquecidas do trágico acontecimento. A morte no trânsito de uma grande cidade como o Rio de Janeiro, já tão comum, banalizou-se. As pessoas seguem as suas vidas. Quem vai chorar e sofrer são os parentes das vítimas, logo que estranharem a ausência da pessoa, e depois que receber a notícia. Muito triste mesmo! Os automóveis no Brasil são cada vez mais modernos e velozes. As pessoas sempre com pressa. Algumas insistem em não querer desviar um pouco o seu trajeto para atravessar pelas passarelas as ruas e avenidas movimentadas. O resultado disso tudo são acidentes, sequelas físicas, mortes, e muito sofrimento. O Brasil é um dos países onde mais morrem pessoas no trânsito em todo o mundo. Até quando!? É urgente que as pessoas sejam mais cuidadosas ao atravessar as vias de trânsito; que os motoristas não corram tanto; e que as autoridades invistam mais, e de forma eficiente, na educação no trânsito para as crianças, os futuros pedestres e motoristas. E que as leis sejam rigorosas e aplicadas para todos. É isso. fr

Para reflexão

Seiscentos e Sessenta e Seis
Mario Quintana


"A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas: há tempo...
Quando se vê, já é 6ª feira...
Quando se vê, passaram 60 anos...
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
E se me dessem um dia uma outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio
seguia sempre, sempre em frente...
E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas."

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Estrangeirismos tomando conta

No Brasil, as pessoas usam os estrangeirismos de uma maneira tão
exagerada e desnecessária, que nem se dão conta disso!

domingo, 27 de maio de 2012

Fórmula 1 já não desperta o mesmo interesse...


Não consigo mais acompanhar as corridas de Fórmula 1. Por mais que eu torça, nenhum piloto brasileiro provoca entusiasmo na torcida brasileira, infelizmente! Eu acompanhei a época de Piquet e Senna, que, juntos, venceram seis títulos mundiais. Eu e, com certeza, milhões de brasileiros estamos muito ‘mal acostumados’. A nós nos resta aguardar o surgimento de um piloto que demonstre espírito de vencedor, conquiste vitórias, dispute títulos e, claro, os conquiste. Enquanto isso, vou apenas acompanhar os melhores momentos das corridas. fr

sábado, 26 de maio de 2012

Telefone suspeito

Alguém costuma receber ligações de um telefone de nº 11-3506-1000? Eu venho recebendo ligações deste número há meses. Quando chego em casa, à noite, o vejo registrado no meu telefone, e quando estou em casa e atendo, a ligação é interrompida (cai ou desligam). Fiquei curioso, e joguei o número no Google. Descobri que muitas pessoas vêm passando por esta mesma situação. São incomodadas por este mesmo número. Alguns relatam que ocorre o mesmo que acontece comigo, a ligação cai, ou desligam, quando atendem. Outros dizem que é o número de telemarketing de alguma empresa; uns dizem ser uma revista, outros um banco ou cartão de crédito. Seja como for, hoje eu bloqueei este número. Nunca mais esses infelizes, seja lá quem forem, vão me incomodar novamente! rsrs  fr

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Uma gota d'água no oceano...

"Um jornalista disse à Madre Teresa de Calcutá que, embora admirasse o seu trabalho junto aos pobres e enfermos, considerava que o que ela fazia, diante da imensa necessidade do mundo, era como uma gota d’água no oceano.
Ela respondeu:
- Sim, meu filho, mas sem essa gota d’água o oceano seria menor.”

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Capitão Eco

Capitão Eco, personagem de Miguel Paiva. Quando criança, eu adorava ler e colecionar
as estórias dele, publicadas todos os domingos no Jornal do Brasil. fr

quarta-feira, 23 de maio de 2012

6ª maior economia do mundo, mas com investimentos em saúde mais baixos do que na África!

Os políticos se gabam de o Brasil ser atualmente a 6ª maior economia do mundo... mas de que adianta isto se o povo não se beneficia dessa riqueza? Riqueza essa, aliás, produzida justamente pelo povo brasileiro. A saúde pública no Brasil é uma vergonha! Sinal de que os nossos governantes não investem o dinheiro que deveriam neste setor. Até porque eles não usam a saúde pública. Eles e seus familiares têm poder aquisitivo para ir aos melhores e mais caros hospitais brasileiros, provavelmente por isso não estão nem um pouco preocupados com a saúde pública no país. fr

terça-feira, 22 de maio de 2012

Mais carros nas ruas, e transporte público sucateado

Mais uma vez, o governo do PT (no poder desde 01/01/2003) reduz impostos dos carros novos, além de aumentar o prazo para financiamento. Quem mais se beneficia com esta medida, com certeza, são as multinacionais, fabricantes de automóveis, que vão mandar mais dinheiro para as suas matrizes. O que falta no Brasil são investimentos, bem aplicados, na melhoria do transporte público,  o que, aliás, faz parte sempre das promessas dos políticos, seja no âmbito federal, estadual ou municipal. O que a enorme maioria do povo tem à sua disposição são ônibus, trens, barcas e metrôs sujos, mal conservados, sem segurança e que vivem atrasando. As concessionárias lucram com o transporte público, mas não são cobradas a reverter parte destes lucros na qualidade dos serviços oferecidos à população. Os governantes não cumprem a sua obrigação. Mas a preocupação dos nossos governantes nunca é com o povo que paga os seus salários. O resultado, mais uma vez, dessa redução de impostos de carros novos vai ser mais carros nas ruas e estradas brasileiras, congestionamentos monstruosos, e o aumento do número de acidentes e mortes no trânsito pelo Brasil todo. As multinacionais agradecem! fr


domingo, 20 de maio de 2012

Mais um prédio desaba no Rio de Janeiro

Mais um prédio histórico desabou no Centro da cidade do Rio de Janeiro. Dia 15, foi a vez do prédio localizado na Rua do Lavradio nº 90, que já estava interditado pela Defesa Civil desde o dia 3 de março deste ano. Foi o 2º andar do prédio que veio abaixo, como se pode constatar nas fotos exclusivas do blog (abaixo). Felizmente, ninguém se feriu gravemente. No dia 25 de janeiro, o edifício Liberdade, de 20 andares, desabou, levando ao chão consigo mais dois outros prédios, na Cinelândia. 22 pessoas morreram (veja http://flavioroberto.blogspot.com.br/2012/01/ontem-tres-predios-desabaram-na-avenida.html ).
.
Em entrevista à imprensa esta semana, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (CREA-RJ), Agostinho Guerreiro, reconheceu que pelo menos 100 prédios antigos na cidade estão em péssimo estado de conservação, e podem também desabar.
.
Não adianta, portanto, o prédio ser tombado, nem mesmo já ter sido vistoriado e interditado. Nada disto impede que os prédios continuem desabando pela cidade, podendo causar mais mortes. Os proprietários dos prédios em risco (alguns deles são a prefeitura, o governo do estado e o governo federal) nada fazem! Enfim, o cidadão e os turistas que visitam o Rio vão continuar correndo mais este risco à sua segurança na cidade. Vergonhoso! fr



sábado, 19 de maio de 2012

Dica de filme

À Queima Roupa (À Bout Portant)
França, 2010, Ação
Direção: Fred Cavayé
Com: Gilles Lellouche, Roschdy Zem, Gérard Lanvin, Elena Anaya e Mireille Perrier
Bandido sobrevive à execução e é levado para um hospital, onde o enfermeiro Samuel acaba evitando nova tentativa de matá-lo. A partir daí, sua vida muda completamente. Ele tem a esposa, grávida, sequestrada pela quadrilha, que o obriga a retirar o paciente do hospital e levá-lo a eles, ou sua esposa será morta. Mais um excelente filme do cinema francês. fr

sexta-feira, 18 de maio de 2012

A Lista



Esta é uma das minhas músicas preferidas. Muito linda e profunda. Ouça com atenção, e reflita:
A Lista (Oswaldo Montenegro)
Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você já deixou de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada, ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos, ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?

segunda-feira, 14 de maio de 2012

“A Ponte Salazar, em Portugal, hoje se chama Ponte 25 de Abril, por conta da Revolução dos Cravos. Já a nossa Ponte Costa e Silva...”                Chico Alencar

sábado, 12 de maio de 2012

Mercado de trabalho no Brasil...

☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺
O rapaz termina o ensino médio, mas diz para a família que não quer fazer faculdade. O pai, contrariado, deixa bem claro que se o filho não quer estudar então vai ter que arrumar um emprego. Com muitos conhecidos, o pai fala com um deles, que fala com outro, até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega no tempo de colégio:
- Rodrigo!!!! Meu velho amigo!!! Você lembra do meu filho? Pois é, terminou o ensino médio e anda meio à toa, não quer estudar. Será que você não consegue nada para o rapaz não ficar em casa vagabundeando?
O político promete ajudar, e depois de três dias telefona para Carlos, o pai:
- Carlos, consegui um emprego para o teu filho: assessor na Comissão de Saúde no Congresso Nacional. Ele vai ganhar nove mil reais por mês, para começar.
- O quê!? Você tá louco!!!!! O garoto acabou de terminar o colégio, nunca trabalhou na vida. Se já começar a ganhar tanto, nunca mais vai querer estudar! Consegue algo mais baixo...
Dois dias depois:
- Carlos, você pediu algo mais simples, então consegui um emprego para o teu filho como secretário de um deputado. Salário modesto, ‘somente’ seis mil e quinhentos por mês, tá bom assim?
- Nãooooo, Rodrigo, consegue algo com um salário menor, eu quero que o rapaz tenha vontade de estudar depois... Consegue outra coisa.
- Olha Carlos, com um salário menor, o que eu posso conseguir é um ‘carguinho’ de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma ‘merreca’: uns quatro mil reais por mês e nada mais....
- Rodrigo, isso não, por favor, eu estava pensando em alguma coisa por volta de mil ou mil e quinhentos reais por mês, para o meu filho dar valor a conseguir as coisas com o seu trabalho.
- Infelizmente não vai dar, Carlos, impossível!!!
- Mas, por quê???
- Porque para empregos com um salário desses, só através de concurso público, e precisa nível superior... é difícil!
☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Dica de livro: "O Príncipe Maldito"

          “O Príncipe Maldito: Traição e Loucura na Família Imperial”, de Mary Del Priore, pela editora Objetiva, conta a história do príncipe Pedro Augusto, que sonhou ser o futuro imperador do Brasil, ou seja, D. Pedro III. Devido à pouca simpatia que o povo e os militares tinham pela princesa Isabel, primeira na linha de sucessão, e pelo seu marido, o conde D’Eu, Pedro Augusto alimentava a esperança de subir ao trono. Seu avô, D. Pedro II, tinha por ele muito carinho e amizade, mas nunca se decidiu por ele ou pela sua filha.
         O livro relata conspirações, intrigas e desentendimentos na família imperial, dividida em dois aspirantes ao trono. Pedro Augusto passou a sua juventude preparando-se e aspirando substituir o querido avô. Mas, o seu desejo sofreu o primeiro baque com o nascimento de Pedro de Alcântara, filho da princesa Isabel, quando ele tinha nove anos. E, tempos depois, impedido definitivamente com a proclamação da República, em novembro de 1889. Com o fim da monarquia no Brasil, Pedro Augusto e sua família foram obrigados a deixar o país. Para ele, a República desfez os seus sonhos de vir a se tornar D. Pedro III, e também teve um impacto devastador em sua saúde psicológica. Leia, vale a pena.  fr

quinta-feira, 10 de maio de 2012

E se fosse um brasileiro nos EUA?

Vem passear e se divertir no Brasil, enche a cara e quer sair sem pagar... E ainda consegue! Bastou prometer voltar ao Brasil para "futuros esclarecimentos". E se fosse um brasileiro que tivesse feito o mesmo nos EUA, deixariam voltar ao Brasil ou jogariam em uma cadeia ? Brasileiro é mesmo tão bonzinho!... fr
Fonte: G1

terça-feira, 8 de maio de 2012

Voz do Brasil


Se a ditadura no Brasil já acabou há anos, por que ainda obrigam as rádios a passar a Voz do Brasil? fr

domingo, 6 de maio de 2012

Os piores programas da TV brasileira (7)

"Programa do Ratinho", no SBT, é baseado no sensacionalismo, no emocionalismo barato, e em baixarias popularescas, como o quadro 'teste de DNA', em que pessoas recebem caché para se ofenderem e até brigar no ar. Patético! fr

sábado, 5 de maio de 2012

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Muito proselitismo e pouca ação prática

As igrejas evangélicas que pagam milhões para comprarem horários na TV, fariam melhor se usassem esse dinheiro para melhorar os hospitais, as escolas e as ruas onde moram os seus fiéis. Com certeza, as populações mais pobres, e Deus, iriam preferir isso a tanta vaidade pessoal e megalomania exibidas nos programas religiosos veiculados pela televisão! fr

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Vergonha real

O rei Juan Carlos da Espanha, resolveu passar as suas férias, em abril, em Botsuana, na África... caçando elefantes. Por puro "esporte" e "diversão". E pensar que o rei Juan Carlos é presidente de honra de uma ONG ambientalista, evidentemente contrária à matança de animais. Hipocrisia! Na Espanha, é bom lembrar, a matança de touros é uma das tradições do país. E a Espanha que se diz tão 'civilizada'...

terça-feira, 1 de maio de 2012

18 anos sem Senna

Eu acordava cedo todos os domingos em que havia Fórmula 1 para torcer e assistir Ayrton Senna e nossos pilotos brasileiros correrem. Durante anos, acostumei-me a vibrar com as vitórias de Nelson Piquet, e, depois, de Senna. Lembro do dia 1º de maio de 1994, quando o Brasil e o mundo viu a morte do piloto, ao vivo pela TV. Foi muito triste! Hoje, faz 18 anos que Senna morreu, aos 34 anos, em um acidente após entrar na curva Tamburello, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, no Grande Prêmio de San Marino. No dia anterior, durante os treinos livres, outro piloto, o austríaco Roland Ratzenberger, já havia morrido em um grave acidente. Dentro da Williams de Senna, foi encontrada a bandeira da Áustria, com a qual Senna, com certeza, pretendia homenagear o piloto se subisse ao pódio. Senna disputou 162 Grandes Prêmios de Fórmula 1, conquistou 65 poles positions, 41 vitórias e três títulos mundiais. E é até hoje ainda considerado por muitos o melhor piloto de todos os tempos. Com certeza, para quem assistia a Fórmula 1 naqueles anos, os domingos nunca mais foram os mesmos.  fr

1º de Maio


“Não fosse o 1º de maio, a maioria de nossos parlamentares passaria o ano todo sem ter um dia de trabalho.”

  Sérgio de Andrade, o Arapuã’