SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

domingo, 30 de junho de 2013

Com olé em cima da Espanha no Maracanã, o campeão voltou!

O Brasil dominou a Espanha, e venceu hoje tranquilamente por 3 x 0 (dois de Fred e um de Neymar), conquistando a Copa das Confederações no Maracanã. Das nove edições da competição, o Brasil venceu quatro, sendo esta a terceira consecutiva. Jogando um futebol arrasador, o Brasil deu olé em cima dos atuais campeões do mundo e da Europa. Foi um passeio, foi uma vitória de três, mas poderia ter sido de mais. Ao final do jogo, o técnico da Espanha, Vicente Del Bosque, reconheceu a superioridade brasileira, não querendo dar nenhuma desculpa para a derrota, nem mesmo por ter disputado uma cansativa semifinal com a Itália, que terminou na disputa na marca dos pênaltis, sexta-feira. Foi um show do Brasil!
 
A vitória brasileira teve início logo a pouco mais de um minuto de jogo, com o gol de Fred, já caído no chão, um gol de raça. Aos 12 minutos, Paulinho roubou a bola de um espanhol e, da intermediária, quase encobriu o goleiro espanhol, o que seria um golaço. Aos 27 minutos, Sergio Ramos, da Espanha, derrubou Oscar já quase na entrada da área, que avançava em direção ao gol, mas o árbitro holandês Bjorn Kuipers errou ao dar somente o cartão amarelo. Aos 31 minutos, Neymar, de maneira muito inteligente, deu um passe nas costas dos zagueiros espanhóis para Fred, mas o goleiro espanhol conseguiu defender.
 
Aos 40 minutos, David Luiz salvou o que seria o gol espanhol, como último homem. Aliás, David Luiz esteve muito bem na partida de hoje, bem mais tranquilo, ao contrário das partidas anteriores, quando fez muitas faltas, algumas muito fortes. Aos 43 minutos, Neymar fez o segundo gol, em jogada iniciada por ele, que soube voltar para trás da linha do impedimento e poder concluir com um belo chute no ângulo direito do gol espanhol. Foi o cartão de visitas do brasileiro para o goleiro Casillas, do Real Madrid, que já viu o que vai sofrer no próximo campeonato espanhol, que Neymar vai disputar pelo Barcelona.
 
No segundo tempo, o Brasil começou igualmente arrasador fazendo o terceiro gol logo a menos de dois minutos. Neymar deixou a bola passar para Fred completar para o gol. Aos oito minutos, Marcelo encostou na perna do espanhol Jesus Navas, que aproveitou para se jogar no chão, e o árbitro marcou pênalti contra o Brasil. Mas, como muitos dizem, "pênalti mal marcado não entra", dessa vez funcionou. Sergio Ramos cobrou para fora. Aos 22 minutos, Piqué recebeu cartão vermelho após chutar a perna e derrubar Neymar, que ia ficar de cara com o goleiro. Os espanhóis ainda tiveram a cara de pau de reclamar. Ao sair de campo, Piqué passou ao lado do técnico  Vicente Del Bosque, que se manteve de costas, sem cumprimentá-lo. Aos 35 minutos, Julio Cesar fez ótima defesa, impedindo o gol espanhol.
 

O Brasil ficou tocando a bola nos últimos minutos, ao som de "olé" da torcida brasileira, que fez a festa no novo Maracanã. Antes da partida, houve a festa de encerramento da Copa das Confederações, à qual a presidente Dilma Rousseff não quis comparecer para não ser novamente vaiada pelo público presente, como ocorreu na festa de abertura da competição, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, no dia 15. O Brasil foi campeão de forma invicta vencendo o Japão (3 x 0), o México (2 x 0), a Itália (4 x 2), o Uruguai (2 x 1) e a Espanha (3 x 0).
 
Neymar foi escolhido pela FIFA o melhor da partida, o que ocorreu também nas outras partidas do Brasil, exceto contra o Uruguai, quando o escolhido foi o goleiro Julio Cesar. A FIFA premiou os melhores da Copa das Confederações: Bola de Ouro: Neymar (Brasil); Bola de Prata: Iniesta (Espanha) e Bola de Bronze: Paulinho (Brasil). Os artilheiros da competição foram o brasileiro Fred e o espanhol Fernando Torres da Espanha, ambos com cinco gols, sendo que Torres fez quatro dos cinco gols contra a fraquíssima seleção amadora do Taiti. Com o critério de passes para gols, a FIFA deu a Chuteira de Ouro para o espanhol, que deu um passe para gol, enquanto Fred não deu nenhum passe que resultasse em gol. A Chuteira de Bronze foi para Neymar, com quatro gols.
 
Julio Cesar, do Brasil, recebeu a Luva de Ouro, como o melhor goleiro da Copa. A Espanha recebeu o Prêmio Fair Play. A Itália terminou em terceiro lugar e o Uruguai em quarto, em jogo disputado hoje, na Arena Fonte Nova, em Salvador, que terminou empatado em 2 x 2 no tempo normal, depois em 0 x 0 na prorrogação. Na disputa na marca dos pênaltis, a Itália levou a melhor (3 x 2).
 
O Brasil venceu mais uma Copa das Confederações, sendo o país que mais disputou essa competição e o que mais a venceu. E vencendo três países campeões mundiais, inclusive a Espanha, a atual. Neymar se consagrou, assim como brilhou a estrela do centroavante Fred. Espero que esse título sirva para dar mais tranquilidade na preparação para o Mundial do ano que vem, também no Brasil, mas não crie um clima de euforia e de "já ganhou". Temos ainda muito mais desafios pela frente. Eu não estava muito confiante, mas o Brasil me surpreendeu (e a todo mundo, acredito). O Brasil mereceu. O campeão voltou!  fr
 
A imprensa internacional fez muitos elogios à conquista do Brasil:
 

 
 

EUA com as mesmas práticas que condena


domingo, 23 de junho de 2013

Precisa fazer reunião para saber o que o povo quer, presidente?


 
A presidente Dilma Roussef fez sexta-feira pronunciamento em cadeia nacional no rádio e na TV para dizer que vai se reunir com seus ministros para chegar à conclusão sobre o que os brasileiros querem. Precisa fazer reunião? Os brasileiros querem o que nunca tiveram em 513 anos de História: SAÚDE, EDUCAÇÃO, TRANSPORTES PÚBLICOS E SEGURANÇA de qualidade. A presidente pode começar reduzindo o número de ministérios, para que 39 ministros? Precisa desinchar a máquina pública. Os brasileiros também querem que os salários dos deputados e senadores sejam reduzidos. Sejam reduzidos também os inúmeros privilégios dos nossos parlamentares e governantes. E que o salário mínimo tenha aumento real. Os brasileiros não querem assistencialismo, queremos ser tratados com respeito e dignidade! É tão difícil entender, presidente? fr

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Sugestão para o prefeito do Rio de Janeiro de onde cortar o dinheiro


O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, deu entrevista coletiva ontem para dizer que reduziria o preço da passagem dos ônibus, mas que, para isso, será necessário deixar de investir 200 MILHÕES de reais em outras áreas. (Puro terrorismo com a população!) Eu vou facilitar a vida do prefeito: tira esse dinheiro do salário dele, do vice-prefeito, dos secretários, dos assessores, do seu helicóptero, da gasolina dos carros oficiais, das centenas de 'asponeis', dos salários dos vereadores que não fazem nada, do auxílio-paletó, das viagens à Europa com a família com o dinheiro do povo, das hospedagens em hotéis cinco estrelas, dos jantares em restaurantes luxuosos... Viu como é fácil prefeito? fr

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Manifestações nas ruas dobram políticos

Protestos no Brasil repercutem na imprensa mundial

 

Pelé calado é um poeta...

"Vamos esquecer toda essa confusão que está acontecendo no Brasil, todas essas manifestações, e vamos pensar que a seleção brasileira é o nosso país, é nosso sangue. Não vamos vaiar a seleção, vamos apoiar até o final." Edson Arantes do Nascimento (Pelé)
 

terça-feira, 18 de junho de 2013

O povo precisa reivindicar os seus direitos!


Os movimentos populares que vêm levando milhares de pessoas às ruas começou com aparentes desimportantes passeatas de dezenas, depois poucas centenas de estudantes contra o aumento das tarifas de ônibus. Mas, rapidamente essas passeatas se encorparam, ganhando o apoio da população. Ontem, cem mil pessoas ocuparam a Avenida Rio Branco, no Centro do Rio de Janeiro. Muitas delas, trabalhadores de empresas localizadas nas proximidades. Isso me enche de satisfação e alegria. Ver que as pessoas estão se mobilizando, independente de partidos políticos, em defesa de ideais, é muito legal. As passeatas são contra o aumento das passagens de ônibus, por conta da péssima qualidade do serviço oferecido: ônibus sujos, sem higiene, sem conforto e sem segurança. O serviço oferecido não justifica aumento nenhum. Mas as passeatas são também contra a insensibilidade dos nossos políticos, contra a corrupção, contra a falta de educação, saúde e segurança. Eu passei pela Rio Branco ontem à noite, voltando do trabalho, quando ela já estava cheia e me deu vontade de ir me juntar às pessoas. Mas, depois de um dia de trabalho, o cansaço foi mais forte. Infelizmente, entre as centenas de milhares de manifestantes que fizeram um bonito movimento cívico, estava infiltrada uma minoria de vândalos, de bandidos. Hoje, pela manhã, ao chegar no Centro do Rio, vi lojas com vidros quebrados, algumas saqueadas, e a Igreja São José, o Paço Imperial e a Assembleia Legislativa, por exemplo, pichados. Lamentável! Mas, esses que fizeram isso, não são manifestantes, são bandidos. Eles têm que ser presos, fichados, e é preciso averiguar quem está por trás deles, quais os seus interesses. Muito provavelmente, são pessoas que querem desestabilizar o movimento popular, e provocar o medo na população. Vi também na televisão, que em outras cidades, como São Paulo e Belo Horizonte, vem ocorrendo o mesmo. O povo vai às ruas protestar. E uma minoria prefere depredar, agredir policiais, e partir para o confronto. A polícia, infelizmente, também não tem sabido lidar com as manifestações. No início, partiu para a repressão. Não é o seu papel. Ela tem que acompanhar os movimentos, garantir a segurança das pessoas que estão protestando, e assegurar a tranquilidade para todos, inclusive para os que não participam deles. E reprimir somente a ação dos bandidos que partem para o vandalismo. Mas, enfim, os protestos populares começam a fazer efeito. O prefeito de Porto Alegre já se manifestou no sentido de reduzir a tarifa de ônibus. O de São Paulo, do Rio de Janeiro e de outras cidades também. Afirmam que será necessário reduzir impostos para as empresas de transporte público. Se podem fazer, como vão fazer, a pergunta é: por que já não fizeram antes? Por que os nossos políticos preferem ser tão insensíveis ao povo? Isso confirma que é necessário que o povo saia às ruas protestar sempre que necessário, de forma organizada, coesa e pacífica, para conseguir as mudanças que deseja. E confirma o que todos minimamente informados já sabem há muito tempo. O povo brasileiro não está satisfeito com os nossos políticos, sejam eles de que partido político forem. O Brasil é uma das maiores economias do mundo, mas o povo não tem saúde, educação, transportes públicos e segurança de qualidade. Uma vergonha! O povo não quer estádios de futebol modernos, nem trem-bala. Antes, nós queremos ser tratados como cidadãos, como seres humanos, com respeito e dignidade! Espero que os movimentos que começaram a levar o povo às ruas novamente não parem. E já penso seriamente em me juntar a eles. Lembro que participei de alguns movimentos cívicos, na época em que estava na faculdade. Foi na época das eleições para governador do Rio de Janeiro, em 1986, quando fui a comícios na Cinelândia com uma namorada e outros colegas de faculdade. Era o início da redemocratização do Brasil, e apenas a segunda eleição direta para governador após o fim da ditadura militar. O brasileiro deixou de participar, de protestar, de reivindicar os seus direitos. É preciso deixar o imobilismo de lado, e que o povo se organize em defesa da melhoria da qualidade de vida. Afinal, somos nós que fazemos do Brasil uma das nações mais ricas do mundo. Nada mais justo que passemos a usufruir também dessa riqueza!   fr

segunda-feira, 17 de junho de 2013

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Oito Anos (Adriana Calcanhotto)



Oito Anos
Composição: Paula Toller, Dunga
Interpretação: Adriana Calcanhotto

Por que você é Flamengo
E meu pai Botafogo?
O que significa
"impávido colosso"?

Por que os ossos doem
Enquanto a gente dorme?
Por que os dentes caem?
Por onde os filhos saem?

Por que os dedos murcham
Quando estou no banho?
Por que as ruas enchem
Quando está chovendo?

Quanto é mil trilhões
Vezes infinito?
Quem é Jesus Cristo?
Onde estão meus primos?

Well, well, well
Gabriel...
Well, Well, Well, Well...

Por que o fogo queima?
Por que a lua é branca?
Por que a Terra roda?
Por que deitar agora?

Por que as cobras matam?
Por que o vidro embaça?
Por que você se pinta?
Por que o tempo passa?

Por que que a gente espirra?
Por que as unhas crescem?
Por que o sangue corre?
Por que que a gente morre?

Do que é feita a nuvem?
Do que é feita a neve?
Como é que se escreve
Re...vèi...llon

Well, Well, Well
Gabriel...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Brasil vence França, Polônia e Itália

O Brasil venceu a França por 3 x 0 na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, com gols de Oscar, Hernanes e Lucas, em amistoso preparatório para a Copa das Confederações. Mas não foi somente esta vitória do Brasil neste domingo. No vôlei, a seleção masculina venceu a segunda partida com a seleção da Polônia, na cidade de Lodz, 3 a 2 (28/26, 25/22, 23/25, 20/25 e 15/10) pela Liga Mundial, cuja atual campeã é justamente a seleção polonesa. Nossos próximos adversários serão os argentinos. E na Itália, a seleção brasileira de vôlei feminino foi campeã do Torneio de Alassio, vencendo a seleção anfitriã por 3 x 0 (25/18, 25/17 e 25/10). O Brasil tornou-se campeão invicto, tendo perdido somente um set na competição, tendo vencido antes a Turquia (3 x 0) e o Japão (3 x 1). Um domingo vitorioso para o esporte brasileiro!   fr

domingo, 9 de junho de 2013

Presidente Kennedy encomendou 1000 charutos cubanos antes de assinar bloqueio a Cuba

Isso é que é usar o cargo em benefício próprio, beneficiar-se de informação privilegiada e adotar um discurso hipócrita e demagogo.  fr
 

sábado, 8 de junho de 2013

Brasil é campeão do Torneio de Toulon

Jornada nas Estrelas

Star Trek
EUA, 2009, Ficção-científica
Direção: J. J. Abrams
Este é o 11º filme feito baseado na famosa série de TV da década de 1960, exibida no Brasil com o nome de "Jornada nas Estrelas", e reexibida até hoje. Atualmente nos cinemas, está a sua continuação "Além da Escuridão - Star Trek" ("Star Trek Into Darkness"). A estória mostra a primeira missão da nave USS Enterprise, lutando contra Nero, um romulano em busca de vingança pela morte da esposa e que tem por objetivo destruir todos os planetas que fazem parte da Federação. Mas, na minha opinião, o mais bacana e o que me fez gostar do filme não foi propriamente a sua estória. O mais legal é que no filme mostra o encontro dos principais personagens da série de TV, e a formação da tripulação da Enterprise sob o comando do capitão Kirk. Leonard Nimoy é o único ator que participou da série original e desse filme, interpretando Spock. No filme, interpreta Spock no futuro. Muito legal esse filme, principalmente as tiradas engraçadas entre os personagens, que remetem à série. Não assisti a nenhum dos outros filmes pós-série, mas este valeu! Muito legal!   fr
 
Da esquerda para a direita, os atores da série de TV e do filme: Spock: Leonard Nimoy / Zachary Quinto; Pavel Chekov: Walter Koenig / Anton Yelchin; tenente Uhura: Nichelle Nichols / Zoe Saldana; Capitão Kirk: William Shatner / Chris Pine; Montgomery Scott: James Doohan / Simon Pegg; Hikaru Sulu: George Takei / John Cho; Dr. Leonard McCoy: DeForest Kelley / Karl Urban.   

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Napoleão Bonaparte

“A capacidade pouco vale sem oportunidade.”
NAPOLEÃO BONAPARTE 

terça-feira, 4 de junho de 2013

Japão é o primeiro país a conseguir vaga no campo para Copa de 2014

O Japão é o primeiro país a conseguir se classificar para a Copa do Mundo de 2014, excetuando, claro, o Brasil, país-sede. Hoje, a seleção japonesa empatou em 1 x 1 com a Austrália, em Saitama, no Japão. O empate foi conseguido aos 45 minutos do 2º tempo, em cobrança de pênalti. Será a quinta participação consecutiva do Japão em Copas do Mundo, cuja estreia se deu no Mundial de 1998, na França. O Japão participará da Copa das Confederações este mês, na chave do Brasil.   fr

domingo, 2 de junho de 2013

Brasil quase perde para uma fraca Inglaterra na reinauguração do Maracanã

Hoje, o Maracanã foi oficialmente reinaugurado, após quase dois anos fechado para obras, mesmo ainda não estando 100% concluído. Brasil empatou com a fraquíssima seleção da Inglaterra em 2 x 2. No primeiro tempo, o Brasil dominou totalmente, mas não foi capaz de fazer o gol. Os gols ocorreram no segundo tempo, quando a seleção brasileira esteve mal e permitiu que os ingleses tomassem a iniciativa. O Brasil fez 1 x 0, com um belo chute de Hernanes, que bateu no travessão, e Fred aproveitou fazendo o gol. Oxlade-Chamberlain e Rooney fizeram os gols ingleses, com chutes de fora da área. Eu já estava pensando que o Brasil iria perder na festa da reinauguração do Maracanã para esse time fraco, retrancado e sem criatividade da Inglaterra, mas, aos 36 minutos, Paulinho empatou, com um belo chute de primeira. O Maracanã merecia um convidado melhor do que essa retrancada Inglaterra, que tradicionalmente não exibe um bom futebol. Mesmo assim, o Brasil ainda conseguiu se complicar e quase perdeu a partida. Tomara que domingo que vem, Brasil e França façam uma partida melhor, e que o Brasil jogue bem os dois tempos, e seja mais eficaz no ataque. Do jeito que as coisas vão, o Brasil vai ter muita dificuldade na Copa das Confederações. Estou começando a achar que a Itália vem e vai ganhar, não porque tenha o melhor futebol, mas porque costuma ser campeã justamente mesmo não sendo a melhor.  Vamos ver.  fr

Para ajudar, ninguém precisa de intermediários

sábado, 1 de junho de 2013

Estátua de Drummond em Copacabana


A estátua em homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade, localizada no calçadão de Copacabana, foi inaugurada em outubro de 2002, quando foi comemorado o centenário do seu nascimento. Poeta, cronista e contista, Drummond nasceu na cidade mineira de Itabira, mas viveu a maior parte de sua vida no Rio de Janeiro, onde trabalhou também como funcionário público e faleceu em 1987. Muita gente passa diariamente pelo local e faz questão de tirar fotos sentada ao lado do grande poeta brasileiro. No banco, está gravado um trecho do poema "Mas Viveremos", de Drummond: "No mar estava escrita uma cidade". Para ler mais sobre o poeta no meu blog, basta clicar ao lado, no marcador com o seu nome.  fr

No meio do caminho tinha uma pedra...