SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

sábado, 28 de junho de 2014

Brasil não joga bem, mas avança às quartas de final

Ufa! É muito sofrimento! A seleção brasileira não joga bem, continua não me entusiasmando, e a muito custo conseguiu se manter na Copa do Mundo realizada no nosso país. Após um empate de 1x1 no tempo regulamentar de 90 minutos, e outro empate de 0x0 na prorrogação, vencemos o Chile hoje, no Mineirão, na disputa na marca dos pênaltis por 3x2. Um sufoco! No tempo normal, o Brasil fez seu gol aos 18 minutos do primeiro tempo, após cobrança de escanteio por Neymar, Thiago Silva cabeceou e o chileno Jara, marcando David Luiz, tentou rebater, mas a bola resvalou no brasileiro e entrou. O gol foi para o brasileiro. Apenas 13 minutos depois, Hulk passou para Marcelo, em uma cobrança de lateral junto à bandeirinha de escanteio, este devolveu e Hulk, displicentemente, passou a David Luiz, que ficou olhando, Alexis Sanchez se adiantou, interceptou, e avançou e de dentro da área fez o gol de empate. Erros infantis, inaceitáveis em Copa do Mundo.

O Brasil teve mais chances de gol, foram nove no tempo normal e duas na prorrogação, contra duas chilenas nos 90 minutos e duas na prorrogação. Hulk viveu os dois lados na mesma partida, foi o jogador, em minha opinião, mais ativo e participativo da partida, mas foi, também, quem falhou no gol do empate chileno, além de ter perdido sua cobrança na marca do pênalti. Muitos apaixonados reclamam de um pênalti não marcado pelo árbitro em cima do Hulk, mas eu não considero que tenha sido; e que o gol que ele fez aos 9 do segundo tempo regular teria mal anulado, mas, em minha opinião, Hulk realmente dominou com o antebraço. A gente torce, mas não distorce. Aos 14 minutos finais da prorrogação, Pinilla acertou um belo chute no travessão brasileiro, e quase fez com que o Brasil ficasse de fora da Copa. Após, vieram as cobranças na marca do pênalti.

Julio Cesar defendeu duas cobranças do Chile, e outra bateu na trave. A primeira defendida, verdade seja dita, Julio Cesar se adiantou. As cobranças, em geral, foram mal batidas, dos dois lados. No tempo normal, o goleiro brasileiro tinha quase entregado um gol ao adversário aos 45 minutos do primeiro tempo, saindo errado com a bola; mas fez uma excelente defesa aos 18 do segundo tempo. E também fez difícil defesa na segunda cobrança chilena. Nada pode fazer nas cobranças chilenas que entraram, e após Neymar converter a quinta cobrança brasileira, com muita calma e categoria, a última chilena bateu na trave. Final: 3x2. Willian chutou para fora, e Hulk esbarrou na defesa do goleiro chileno. David Luiz, Marcelo e Neymar marcaram. Julio Cesar, claro, com essas duas defesas decisivas, transformou-se na grande figura desta conquista brasileira, inclusive sendo escolhido o melhor jogador pela FIFA. A seleção não vem me entusiasmando, nem transmitindo confiança. E hoje foi muito sofrido, espero que nas próximas o Brasil jogue mais. E vou torcer para que o nosso adversário nas quartas de final seja o Uruguai, para sermos campeões no nosso país e ainda vencendo o "fantasma de 1950".  fr

Nenhum comentário: