SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

O desperdício de água levou à situação atual

As pessoas estão acostumadas a desperdiçar água em banhos muito demorados, lavando carros e a calçada. Agora que a água começa a faltar em muitos lugares, essas mesmas pessoas perguntam "o que aconteceu?". Como diria o menino-prodígio: "Santa burrice!".   fr

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Apesar de condenado pelo mundo, EUA persistem com bloqueio a Cuba

Mais uma vez o mundo manifesta ser contrário o bloqueio unilateral dos Estados Unidos a Cuba, que permanece em vigência desde o dia 7 de fevereiro de 1962, em plena Guerra Fria. Em votação na Assembleia Geral da ONU, no dia 28 passado, 193 países votaram resolução cubana contrária ao bloqueio político, econômico e financeiro, e, por esmagadora maioria, o mundo votou contra. Foram 188 votos contrários ao bloqueio, três abstenções (Palau, Ilhas Marshall e Micronésia) e apenas dois contra (Estados Unidos, claro, e Israel). Esta foi a 23ª votação realizada na ONU contra o bloqueio a Cuba, desde 1992, e todas foram contrárias a ele. Mas essa votação serve apenas para manifestar a opinião do mundo, pois a Assembleia Geral da ONU não tem o poder de punir ou impor alguma sanção contra um país, apenas o Conselho de Segurança. Estimativas calculam que esse bloqueio já resultou em um prejuízo de 1 trilhão de dólares à economia cubana. Nada justifica o desrespeito à autodeterminação de um povo, e nada pode legitimar um comportamento de xerife de um país, comportando-se como o dono do mundo. Se as justificativas fossem legítimas e verdadeiras, por que os Estados Unidos não fazem um bloqueio contra a maior ditadura comunista do mundo, a China? Na verdade, pouco se importam com os direitos humanos e a democracia nos outros países, mas apenas com o que podem lucrar com um mercado consumidor de 2 bilhões de pessoas. Pura hipocrisia! Desejo um futuro muito melhor para o povo cubano, livre de bloqueios, com democracia, e mantendo a sua soberania.  fr

domingo, 26 de outubro de 2014

Dilma é reeleita em disputa apertada

Mais tarde, a partir das 20 horas, por conta do horário de verão e de alguns estados não terem adiantado o relógio, principalmente o Acre, que tem três horas a menos do que o horário de Brasília, saiu o resultado para a eleição de presidente. Dilma Rousseff (PT) foi reeleita com 54.501.118 votos (51,64%), contra os 51.041.155 votos (48,36%) de Aécio neves (PSDB). Ao todo, foram112.683.879 votos apurados, sendo 105.542.273 (93,66%) votos válidos. Votos brancos: 1.921.819 (1,71%); nulos: 5.219.787 (4,63%) e 30.137.479 (21,10%) abstenções. Eu votei na presidente para a sua reeleição, não porque tenha grande simpatia à sua administração, mas por não querer o retorno do PSDB à presidência, com sua política privatista e de arrocho salarial. Espero que o segundo mandato de Dilma Rousseff seja melhor!  fr

Rio de Janeiro diz não à intolerância religiosa

Hoje, foi realizado o 2º turno da eleição para governador do estado do Rio de Janeiro. Eu considero péssima a administração de Sergio Cabral Filho. Ele renunciou ao cargo para disputar o cargo de senador, o que acabou não acontecendo. Em seu lugar, assumiu o vice, Luiz Fernando Pezão. Para o segundo turno, foram Pezão (PMDB) e o bispo licenciado da Igreja Universal, Marcelo Crivella (PRB). Votei no Pezão não por ter alguma simpatia a ele ou a gestão que ele representa. Mas porque a alternativa consegue ser ainda muito pior. Não dá para votar em um candidato que representa a intolerância religiosa e a mistura de política com religião. Ontem, dois templos da Universal no estado foram lacrados por fiscais do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) por ter se encontrado material irregular de campanha de Crivella e um cadastro de eleitores, fiéis da igreja, inclusive com títulos de eleitor. Além de tudo isso, Crivella aliou-se à família Garotinho. Eu tive que optar claramente entre duas opções péssimas e escolher a menos pior. Eu votei conscientemente sabendo que estava procurando evitar um dano maior para o Rio e o país.

Cerca de uma hora e meia após o fim da votação, encerrada às 17 horas, o resultado final foi divulgado. Pezão foi eleito com 4.343.298 votos (55,78% dos votos válidos). Marcelo Crivella teve 3.442.713 votos (44,22% dos votos válidos). Ao todo, foram 9.421.190 votos apurados, sendo 7.786.011 válidos (82,64%). E ainda: 319.823 votos em branco (3,39%), 1.315.356 votos nulos (13,96%) e 2.713.771 abstenções. Como sempre, uma enorme quantidade de votos inválidos e abstenções. E como em toda eleição, um "recado" das urnas aos políticos, recado esse que, como das vezes anteriores, é simplesmente ignorado pelos políticos, que estão se lixando para esse tipo de "manifestação". O recado que realmente conta é votar, é tomar uma postura, um lado, nem que seja, como no meu caso, optar pelo mal menor.   fr

sábado, 25 de outubro de 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Jogador morre ao comemorar seu gol

Impressionante e chocante a morte do jogador Peter Biaksangzuala, de 23 anos. De acordo com a imprensa, ao comemorar o gol de empate que fez pelo Bethlehem Vengthlang FC contra Chanmari West FC, na terceira divisão do campeonato indiano, ele tentou uma série de saltos e acabou caindo de mau jeito. Ele teve uma lesão na coluna vertebral, ficou desacordado e esteve internado por cinco dias na UTI de um hospital, falecendo no domingo passado. O seu clube anunciou a aposentadoria da camisa 21, que Peter usava, em sua homenagem. Esse tipo de comemoração é praticado por muitos jogadores no Brasil e no mundo. E o resultado na Índia mostra claramente o risco que eles correm. Muito triste!   fr

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Neymar já é o 7º maior artilheiro da seleção

Em amistoso disputado em Cingapura, o Brasil venceu o Japão hoje por 4x0, os quatro gols marcados por Neymar. E ele, com apenas 22 anos de idade, tornou-se o sétimo maior artilheiro da seleção brasileira, empatado com Rivellino, com 40 gols. Tem tudo para até mesmo ultrapassar Pelé e ser o maior artilheiro de todos com a camisa nacional.   fr


Dilma ou Aécio?

Estou decidindo!

domingo, 12 de outubro de 2014

Contra o aumento de preços, a saída é boicotar!

O sabor de sorvete do qual mais gosto é passas ao rum. Mas, depois que a Kibon aumentou o preço, através de um expediente pouco honesto, reduzindo o peso da embalagem de dois litros para 1,5, parei de comprar. Cheguei a reclamar com o serviço de atendimento da empresa, e a "alegação" que ela deu foi que os revendedores recebem dela um preço sugerido, e poderiam reduzi-lo. Ah, tá! Até parece que os supermercados e outros revendedores vão deixar de aproveitar a oportunidade para lucrar com isso. O resultado é que o preço de 1,5 litro sai mais caro que o correspondente aos ¾ do preço do de dois litros. Um pote de dois litros está R$ 16,98. O de 1,5 litro está R$ 14,58, quando deveria estar somente R$ 12,73. Ou seja: o consumidor que continuar a comprar estará sendo enganado e prejudicado. A saída é boicotar! Eu não compro.   fr

Brasil derrota Itália e conquista o bronze

Hoje, terminou o Mundial de Vôlei feminino, na Itália. Após uma campanha sensacional, em que estava invicto, o Brasil perdeu ontem para os EUA por 3x0 e disputou a medalha de bronze. Depois de abrir 2x0, as meninas deixaram as italianas empatarem. E foi no set decisivo que o Brasil conquistou a vitória e a medalha, em cima da seleção da casa (25/15, 25/13, 22/25, 22/25 e 15/7). Mais tarde, a seleção estadunidense venceu a China e conquistou o título mundial, pela primeira vez. Infelizmente, a sensação que ficou foi a de nadar, nadar e morrer na praia. O mesmo já tinha ocorrido com a seleção masculina, que fez uma campanha ótima no Mundial da Polônia, realizado de 30 de agosto a 21 de setembro, mas perdeu os dois jogos que disputou com a seleção da casa, na terceira fase e na final. O Brasil conquistou o tri-campeonato mundial masculino em 2002, 2006 e 2010, e deixou escapar o tetra. No feminino, os melhores resultados conquistados foram os vice-campeonatos em 1994, 2006 e 2010, além do bronze este ano. O negócio é levantar a cabeça e seguir em frente!   fr

sábado, 11 de outubro de 2014

Botafogo vence Corinthians em Manaus


Brasil vence Argentina e conquista o tri do Super Clássico das Américas

A seleção brasileira venceu hoje a atual vice-campeã mundial, a Argentina, por 2x0, no Estádio Nacional de Pequim, na China. Com a vitória, o Brasil conquistou mais uma edição do Super Clássico das Américas, o tricampeonato desde o retorno de sua disputa, interrompida em 1976 (2011, 2012 e 2014). Nesta edição, pela primeira vez, o Super Clássico foi disputado em um terceiro país, no caso, a China. E como era um jogo oficial em uma "data-FIFA", ou seja, data reservada pela FIFA para amistosos e jogos oficiais em que os clubes são obrigados a ceder os seus jogadores, as duas seleções estavam completas, inclusive com os atletas que jogam fora de seus países. Foi uma boa partida. O estádio estava tomado de chineses com as camisas do Brasil e da Argentina. O árbitro chinês, Fan Qi, não estava com o spray para marcar o posicionamento da barreira, o que gerou muita reclamações dos jogadores na hora das cobranças. No primeiro tempo, os argentinos dominaram até o primeiro gol do Brasil, perdendo muitas oportunidades. Aos seis minutos, o árbitro errou ao não marcar um pênalti de Miranda em Agüero. O narrador da Globo, Galvão Bueno, na hora disse que ele tinha se jogado, e foi obrigado a voltar atrás após a repetição. Aos 27 minutos do primeiro tempo, após Danilo roubar a bola do adversário no meio-campo, passar para Oscar que cruzou para a área argentina, Zabaleta e Fede Fernándes se chocaram quando este  rebateu a bola na direção de Diego Tardelli, que, de primeira, chutou para fazer o primeiro gol. Quatro minutos depois, o inesperado: Neymar, que estava sumido até então, fez uma espetacular jogada, livrando-se de três adversários, mas errou feio na complementação, chutando muito fraco e sem direção. Seria um golaço! Aos 39 minutos, o árbitro marcou pênalti duvidoso de Danilo em Di Maria. Messi cobrou e Jefferson fez excelente defesa, comprovando o que eu digo há muito tempo: é o melhor goleiro brasileiro. Aos 18'30" do segundo tempo, Oscar cobrou escanteio, David Luiz não alcançou a bola, que sobrou para Diego Tardelli fazer o seu segundo gol na partida, com muito oportunismo. Em minha opinião, Neymar foi o melhor em campo. No início do segundo tempo, colocou Filipe Luis de cara com o goleiro, mas ele isolou por cima do gol. E aos 35 minutos, foi a vez de Luiz Gustavo deixar Neymar na frente do goleiro, ele tentou encobri-lo, mas foi demais e passou por cima do travessão. Uma bela vitória, e principalmente merecida! É o 11º título brasileiro do Super Clássico das Américas, disputado desde 1914.   fr

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Segue a lentidão...




Sigo acompanhando, mês a mês, a evolução das obras do trecho da Perimetral na Praça 15. A lentidão continua. Cidades japonesas são reconstruídas em um ou dois anos, mas, no Brasil, as obras parecem que precisam ser lentas, custosas. Alguém ganha com isto, e não é o cidadão. Lamentável!   fr

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Botafogo é o último e segue ameaçado de rebaixamento

O Botafogo perdeu hoje para o Palmeiras por 1x0, no Maracanã. É sua terceira derrota consecutiva. Com isso, amarga a lanterna do Campeonato Brasileiro, fazendo uma campanha horrível, com apenas 26 pontos em 27 jogos. O Criciúma vem logo acima, com 27 pontos. O alvinegro é o clube com mais derrotas na competição: já perdeu 15 vezes; venceu sete e empatou cinco. Fez apenas 26 gols e sofreu 34, tendo um saldo negativo de oito gols. É um clube endividado, com rendas penhoradas e sem poder contar com o Estádio Olímpico. Se não houver uma reação forte e rápida, o Botafogo é sério candidato a cair para a Segunda Divisão em 2015. fr

Lembranças da minha infância: "Os Trapalhões"

Quando criança, assistia todos os domingos 'Os Trapalhões', na Globo, antes do 'Fantástico'. O programa ficou no ar pela emissora de março de 1977 a agosto de 1995. Eu me divertia muito, Um dos quadros mais engraçados dos quais me lembro é a paródia ao seriado estadunidense Swat. Em 1983, os trapalhões se separaram. Renato Aragão seguiu sozinho, e Dedé, Mussum e Zacarias juntos. Chegaram a fazer dois filmes durante o curto período de separação. Muita gente falava que era tudo combinado, outros que era desentendimento apenas por divisão de dinheiro. Seja como for, eles voltaram a trabalhar juntos. Com o tempo, à medida que eu crescia, achava menos graça no programa, o que é normal. Hoje em dia, quando assisto quadros antigos dos "Trapalhões", lembro com saudade daqueles tempos de criança. 


Nunca cheguei a ter um personagem preferido, sempre gostei dos quatro juntos. Zacarias (Mauro Faccio Gonçalves) faleceu em 1990. Lembro de ter visto o Zacarias pessoalmente quando ele fazia um lanche na padaria que ficava em frente ao prédio onde eu morava em Todos os Santos, ainda criança. Ao lado da padaria, havia um posto do Detran, e ele deve ter ido lá para resolver algum assunto. Estava sério e sem peruca, apesar dele à época ainda não ter assumido totalmente esse acessório. Mussum (Antônio Carlos Bernardes Gomes) morreu em 1994. Sem os dois, "Os Trapalhões" terminou no ano seguinte. Pesquisando na internet, descobri que de 1995 a 1998, a SIC, emissora portuguesa, apresentou "Os Trapalhões em Portugal", com o Didi e o Dedé, além de atores brasileiros e portugueses. Nem sabia disso! A partir de 1998, Antônio Renato Aragão, o Didi Mocó, seguiu na Globo com programas seus ("A Turma do Didi" e "Aventuras do Didi"), com e sem o Dedé (Manfried Sant'Anna), de quem se separou por algum período, voltando a trabalhar juntos anos depois. No início de 2013, "Aventuras do Didi" se despediu da programação da Globo. Renato Aragão continua na emissora, apresentando o "Criança Esperança". Nunca cheguei a ir ao cinema para assistir aos filmes dos "Trapalhões", somente via na TV. O que me traz mais saudades mesmo é o programa de TV. Muito legal!   fr

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Foto impressionante

A foto abaixo impressiona. É um tubarão branco avançando sobre uma isca, nas ilhas das Focas, na baía de Mossel, na África do Sul. A foto foi um registro de Amanda Brewer, que trabalha em uma empresa de ecoturismo que visa a proteção e a ampliação do habitat da espécie. Imagina estar frente a frente com uma fera dessas, assustador, não!?   fr

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Os resultados do primeiro turno

Os resultados das eleições de ontem mostraram que o eleitorado brasileiro infelizmente não soube defender na prática o desejo manifestado em junho do ano passado, quando milhões saíram às ruas exigindo mudanças.

A eleição para presidente vai ter 2º turno. E, como as últimas pesquisas indicavam, Aécio Neves ultrapassou Marina Silva, e vai disputá-lo com a atual presidente, Dilma Rousseff. Mas, a diferença entre os dois na eleição acabou sendo menor do que nas pesquisas. O candidato Aécio apresentou uma significativa recuperação. A lamentar, como ocorreu nas eleições anteriores, a enorme  quantidade de votos inválidos e abstenções, quantidade superior ao segundo colocado. Infelizmente! Demonstra a já esperada insatisfação do povo brasileiro com os políticos e os partidos, mas, como se sabe, é um protesto inócuo, que acaba não resultando em nenhum resultado prático. Alguém vai ser eleito, seja com uma quantidade grande ou pequena de votos, mas vai ser eleito. A fonte dos números abaixo é o Tribunal Superior Eleitoral.

DILMA ROUSSEFF (PT).............. 43.267.438 votos...... 41,59%
AÉCIO NEVES (PSDB)................ 33.897.196 votos...... 33,55%
Marina Silva (PSB)....................... 22.176.613 votos....... 21,32%
Luciana Genro (PSOL).................  1.612.186 votos.......... 1,55%
Pastor Everaldo (PSC)...................... 780.505 votos.......... 0,75%
Eduardo Jorge (PV)........................... 630.099 votos......... 0,61%
Levy Fidelix (PRTB)........................ 446.878 votos.......... 0,43%
Zé Maria (PSTU)................................ 91.209 votos.......... 0,09%
Eymael (PSDC).................................. 61.250 votos.......... 0,06%
Mauro Iasi (PCB)............................... 47.845 votos.......... 0,05%
Rui Costa Pimenta (PCO).................. 12.324 votos.......... 0,01%

Votos apurados.... 115.122.61
Votos válidos....... 104.023.543 ..... 90,36%
Votos brancos.....     4.420.488 ........ 3,84%
Votos nulos.........     6.678.580 ........ 5,80%
Abstenção...........    27.698.199...... 19,39%

Para o governo do Rio de Janeiro, ao contrário do que assinalavam as pesquisas, o ex-governador Antyhony Garotinho ficou de fora do segundo turno. Ele foi ultrapassado, por uma pequena diferença, pelo bispo licenciado da Igreja Universal, Marcelo Crivella, que vai disputar com o atual governador, Pezão.

LUIZ FERNANDO PEZÃO (PMDB).......... 3.242.513 votos..... 40,57%
MARCELO CRIVELLA (PRB)................... 1.619.165 votos..... 20,26%
Anthony Garotinho (PR)............................ 1.576.511 votos........ 19,73%
Lindberg Farias (PT)..................................   798.897 votos......... 10,00%
Tarcisio Mota (PSOL).................................   712.734 votos.......... 8,92%
Dayse Oliveira (PSTU)................................... 33.442 votos.......... 0,42%
Ney Nunes (PCB)............................................. 8.950 votos........... 0,11%

Votos apurados..... 9.693.862
Votos válidos......... 7.992.212..... 82,45%
Votos brancos........... 592.999......  6,12%
Votos nulos............ 1.108.651..... 11,44%
Abstenção.............. 2.440.581..... 20,11%

No Rio de Janeiro, o senador eleito foi o ex-jogador de futebol e atual deputado federal, Romário (PSB), com 4.683.963 de votos, 63,43%. Em segundo lugar, o ex-prefeito César Maia (DEM), com 1.514.724 votos, 20,51%.

Para deputado federal,  Chico Alencar (PSOL) foi reeleito para o seu quarto mandato. Alguns candidatos tradicionais não conseguiram se reeleger: Laura Carneiro (PTB) e o ator Stepan Nercessian (PPS). E o cantor Aguinaldo Timotheo (PR) também não conseguiu. Ainda bem! Não vão fazer falta!

Para deputado estadual, o candidato em quem eu votei não conseguiu votos necessários para se eleger. E, assim como ele, o ex-jogador e atual presidente do Vasco da Gama, Roberto Dinamite (PMDB); o cantor Elymar Santos (PR); o comediante Castrinho (PRB) e a atriz Myrian Rios (PSD). Esses também não vão fazer nenhuma falta!   fr

domingo, 5 de outubro de 2014

Muita sujeira e pouco amor pelo país

Registrei o estado da calçada na rua onde eu votei, hoje, em um colégio público. É o retrato do país em dia de eleições: muita sujeira por conta da distribuição de panfletos dos candidatos. Quem recebe, acaba jogando fora. E quando já está no fim do dia, as próprias pessoas pagas para distribuir os panfletos, jogam as sobras para o alto, espalhando os papéis pelas ruas. É muita falta da educação e respeito às cidades onde moram. Lamentável!   fr

1º Turno das eleições