SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Os campeonatos estaduais têm tradição e potencial para continuar existindo

Alguns comentaristas e locutores defendem o fim dos estaduais. Luiz Ribeiro, na rádio Tupi, é um deles. Dizem que os estaduais já não são mais os mesmos de antigamente, criticam a sua organização e qualidade técnica, além de acharem que eles atrapalham o calendário do futebol brasileiro. Eu não concordo. Que país no mundo pode dizer que tem um campeonato com a tradição que temos no Rio de Janeiro, com mais de 100 anos de história? Que país no mundo pode dizer que tem um campeonato como o do Rio, que foi disputado por jogadores do nível de Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho, Tostão, Rivellino, Zico, Romário, Bebeto, Ronaldo e muitos outros? Se os campeonatos estaduais já não atraem a mesma atenção é porque os tempos são outros. Os estádios são menores, pode-se assistir aos jogos de vários países ao vivo pela televisão, os jogadores que se destacam acabam vendidos para o exterior. Tem que se levar em consideração tudo isso, e adotar medidas que tornem os campeonatos atrativos. Em primeiro lugar, cobrar dos clubes e das federações mais profissionalismo e seriedade. Oferecer mais conforto e segurança a quem deseja ir aos estádios. Reduzir os preços dos ingressos; é um absurdo cobrar 60 ou 80 reais por um ingresso para um jogo entre um clube grande contra outro menor. Tornar a estada do torcedor dentro do estádio mais agradável, com atrações antes do jogo e no intervalo. Organizar campeonatos com datas e locais previamente definidos, e que não sejam alterados por questões menores. Quanto à questão técnica, é evidente que bons jogadores sempre aparecem. E somente quando a economia do país estiver equilibrada os jogadores deixarão de buscar em outros mercados a remuneração que não conseguem ainda por aqui. Não se acaba com a doença matando o doente. fr

Relembrando Os Trapalhões

As trapalhadas de domingo, no Oscar, vieram bem a calhar para relembrar Os Trapalhões. Esses divertiram durante anos, sem constrangimento. fr

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Trapalhada de proporções cinematográficas na entrega do Oscar

Ontem, na entrega do Oscar, em Los Angeles, ocorreu um constrangimento de proporções cinematográficas. Ao anunciar o premiado na categoria mais importante e esperada da cerimônia, o ator Warren Beaty hesitou, passando para a colega Faye Dunaway dizer o nome de "La La Land: Cantando Estações", como o melhor filme de 2016. Atores, diretor e os três produtores subiram ao palco, sendo que estes últimos começaram a discursar em agradecimento ao prêmio recebido. Enquanto isso, atrás, a equipe de produção do Oscar comunicava aos supostos vencedores ter ocorrido um erro. O envelope entregue ao ator Warren Beaty continha, na realidade, o nome da vencedora de melhor atriz coadjuvante, "Emma Stone, La la land", o que teria gerado a confusão. Mais de DOIS MINUTOS depois, ainda com todos no palco, o produtor Jordan Horowitz, que já tinha discursado para agradecer o Oscar, anunciou que o ganhador seria o filme "Moonlight", oferecendo a estatueta para os seus representantes, que, então, subiram ao palco (assista ao vídeo, abaixo). Uma situação bastante constrangedora. Essa trapalhada me lembrou outra, ocorrida em 2015, em Las Vegas, na entrega do Miss Universo, quando o apresentador Steve Harvey anunciou como vencedora a Miss Colômbia, para, dois minutos depois, pedir desculpas, dizendo ter se enganado, e a vencedora seria a Miss Filipinas. Um constrangimento também enorme para a colombiana, que chorava de alegria, com a coroa sobre a cabeça, e que a teve retirada logo em seguida, para passar à cabeça da filipina. Grandes trapalhadas! Se fosse no Brasil diriam que não podemos ser levados a sério, que somos do Terceiro Mundo e outras barbaridades preconceituosas. Mas os dois ridículos acontecimentos se deram nos Estados Unidos. Vergonha alheia! fr

domingo, 26 de fevereiro de 2017

EUA criticam presidente que não respeita democracia

Estados Unidos critica presidente fanfarrão, que desrespeita liberdade de imprensa, mulheres e homossexuais; não sabe conviver com os princípios democráticos; não aceita críticas e estimula o culto à sua imagem. Não, não é o presidente de Cuba ou da Venezuela, países com quem os estadunidenses costumam ter desavenças por conta da falta de democracia. É o próprio presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Quem diria...  fr

Dica de filme: "A Troca"

A TROCA ("Changeling")
EUA, 2008, Drama
Direção: Clint Eastwood
Com: Angelina Jolie, John Malkovich, Jeffrey Donovan, Jason Butler Harner e Gattlin Griffith
Filme baseado em acontecimentos reais, em Los Angeles. Em 1928, mãe solteira, Christine Collins, retorna para casa após o trabalho e não encontra o filho, de nove anos. Após cinco meses, a polícia lhe entrega uma criança diferente. Apesar de não reconhecer nela o seu filho, a mãe acaba levando-a para casa, por conta da insistência do capitão de polícia, que diz ser normal crianças mudarem fisicamente em alguns meses. Mas, depois, ela constata que o menino é oito centímetros mais baixo que o filho, e circuncidado. A partir de então, ela trava uma batalha com a polícia para convencê-la que realmente o seu filho ainda continua desaparecido. Às vésperas de eleição para prefeito, a polícia procura evitar a reação negativa da população e da imprensa diante do erro. Christine é enviada para a ala psiquiátrica de um hospital, para forçá-la a reconhecer estar errada. Enquanto isso, um detetive descobre que o sumiço de várias crianças pode estar ligado a um assassino em série, que levaria ao desaparecimento do verdadeiro do filho de Christine. Eu não gostei muito da atuação da Angelina Jolie, mas ela recebeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro como melhor atriz, em 2009. Filme tenso. fr

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Fabíola recupera bola perdida com o pé no vôlei feminino

Um lance bastante curioso agitou o mundo do vôlei esta semana. Em jogo válido pela Liga dos Campeões da Europa, quarta-feira passada, a levantadora brasileira Fabíola, da equipe suíça Voléro Zürich, recuperou uma bola quase perdida usando o pé. O lance foi tão incomum, que as adversárias, do Dínamo Moscou, da Rússia, já estavam comemorando o ponto. Mas a bola voltou para o lado das russas, que ficaram espantadas ao ouvir a vibração dos espectadores. Um lance sensacional, que mostra que não se deve comemorar antes do tempo. O jogo foi na Rússia, e terminou com a vitória do Dínamo por 3x2, mas esse lance chamou a atenção e vem sendo exibido no mundo inteiro, assista abaixo. fr

O povo deveria ir às ruas também para se manifestar politicamente

 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Nomes de blocos de rua curiosos

Separei 15 exemplos da criatividade do brasileiro ao batizar o bloco de rua no Carnaval:
 
. Balança meu Catete (Rio de Janeiro).
. Antes aqui que na UTI (Pernambuco).
. Encosta que ele cresce (Rio de Janeiro).
. Já que tá dentro, deixa (Pernambuco).
. Cansei de ser profunda (Pernambuco).
. Ta faltando um (Pernambuco).
. É pequeno, mas cresce (Minas Gerais).
. Quem não guenta bebe água (Rio de Janeiro).
. Eu choro curto, mas rio comprido (Rio de Janeiro).
. Unidos da pastilha frouxa (Rio de Janeiro).
. Regula, mas libera (Rio de Janeiro).
. Mostra o fundo que eu libero o benefício (Servidores da Previdência, Rio de Janeiro).
. Toco cru pegando fogo (Pernambuco).
. Vem suando que eu te enxugo (Rio Grande do Sul).
. Apertado mas entra (Rio de Janeiro).

A indústria da esmola

INDÚSTRIA DA ESMOLA
Preste atenção...
Um sinal de trânsito muda de estado em média a cada 30 segundos  (trinta segundos no vermelho e trinta no verde). Então, a cada minuto um(a) pedinte tem 30 segundos para faturar em média pelo menos R$ 0,50, o que numa hora dará: 60 x 0,50 = R$ 30,00.

Se ele(a) “trabalhar” 8 horas por dia, 25 dias por mês, em um mês terá  faturado: 25 x 8 x 30,00 = R$ 6.000,00!
Bom, 30 reais por hora é uma conta bastante razoável para quem está no sinal, uma vez que quem dá esmola nunca dá somente 50 centavos e sim 1,00 e às  vezes até mais, principalmente quando vê uma criança pedindo, ou no colo de quem pede.

Mas, tudo bem, se ele(a) faturar “só” a metade: R$ 15,00 por hora terá R$ 3.000,00 no final do mês. E ainda pode descansar tranquilo(a) debaixo de uma árvore sempre que tiver vontade, sem nenhum chefe para 'encher o saco'.

De posse destes dados foram conversar com uma mulher que pede esmolas diariamente há anos no mesmo “ponto”, e que sempre é vista trocando os seus “rendimentos” na padaria. Perguntaram-lhe quanto ela faturava por dia. Imagine o que ela respondeu?

É isso mesmo, de 65 a 80 reais, em média, por dia, o que dá 25 (dias por mês) x R$ 65,00 = R$ 1.625,00 ou 25 x R$ 80,00 = R$ 2.000,00. Então, na média, R$ 1.800,00 por mês, e ela ainda disse que  não precisa mendigar 8 horas por dia.

E quando a mulher tem filhos e usa as crianças para pedir esmola o faturamento é muito maior!

Moral da História:

Alguém acredita que ganhando o que ganham os milhares de pedintes que estão espalhados pelo país, eles vão querer procurar emprego, ou as crianças vão se sentir estimuladas a ir para a escola? É melhor ser pedinte do que trabalhar o mês todo ganhando 1, 2 ou 3 salários mínimos/bruto. Não tem chefe para te infernizar a paciência, não tem que pagar Imposto de Renda na fonte, e se ficar doente vai para o hospital público como a enorme maioria da população.

No final das contas, somos nós é que estimulamos a presença cada vez maior de homens, mulheres e crianças esmolando pelas ruas. A esmola não ajuda a acabar com o problema, faz com que ele se eternize. Por mais pena que você possa ter, jamais dê esmola.

Fonte: da internet. 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Botafogo garante classificação no Paraguai e passa à fase de grupos da Libertadores

O Botafogo passou à chamada fase de grupos da Copa Libertadores da América! Ontem, apesar de perder por 1x0 para o Olimpia, no estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, o Glorioso venceu na disputa na marca dos pênaltis por 3x1 e garantiu sua classificação. O jogo foi difícil, e a pressão paraguaia foi grande, já que o empate favorecia o Botafogo. O gol foi aos 34 minutos do segundo tempo. O goleiro Gatito Fernández entrou no lugar de Helton Leite, sentindo dores na perna, no segundo tempo. E o goleiro paraguaio foi o destaque na decisão na marca dos pênaltis, defendendo três cobranças. Camilo, Rodrigo Pimpão e Victor Luís bateram e marcaram. Gatito é paraguaio, filho do também goleiro Roberto "Gato" Eladio Fernández Roa, que jogou pela seleção do seu país e pelo Cerro Porteño, rival do Olimpia. O próprio Gatito Fernández jogou pelo Cerro Porteño, o que fez com que a torcida rival ontem o vaiasse. Mas, ontem ele brilhou junto com a estrela solitária e ajudou na classificação alvinegra. O Botafogo venceu o primeiro jogo, no estádio Nilton Santos, também por 1x0, dia 15. O Fogão volta a jogar no dia 14 de março, contra o Estudiantes de la Plata, da Argentina. Os outros dois clubes do grupo 1 são o Atletico Nacional, da Colômbia, e o Barcelona de Guayaquil, do Equador. O caminho é longo e difícil, mas eu continuo acreditando!
BOTAFOGO: Helton Leite (Gatito Fernández), Marcelo, Carli, Emerson Silva e Victor Luís; Airton (Guilherme), Bruno Silva, João Paulo, Matheus Fernandes (Gilson) e Camilo; Rodrigo Pimpão; treinador: Jair Ventura.
fr

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Não existe "pré-Libertadores"

Por incrível que pareça, muitos jornalistas dizem que o Botafogo e o Atlético-PR estão na "pré-Libertadores". Um absurdo, um erro e uma ignorância muito grande. A competição é uma só, e a "pré-Libertadores" é constituída pelas competições nacionais dos países latino-americanos que garantem a vaga para a competição: no nosso caso, o campeonato brasileiro e a Copa do Brasil. Ou seja, acontecem antes da Libertadores, e lhe garantem a classificação. O Botafogo e o Atlético-PR já estão disputando a Libertadores da América, e esses jornalistas deveriam pensar um pouco mais antes de dizer bobagens. fr

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Jogador problemático não tem personalidade forte!

Ouvindo agora o repórter da rádio Tupi comentando a chegada do jogador Luis Fabiano ao Vasco da Gama, dizendo que ele tem histórico de confusões, e "personalidade forte". Um erro enorme a imprensa se referir a jogadores temperamentais, descontrolados, que perdem o controle emocional facilmente como tendo "personalidade forte". Falavam o mesmo de Edmundo, Junior Baiano, Serginho Chulapa, Emerson Sheik, entre outros. Na verdade, são todos exemplos de jogadores temperamentais, péssimos exemplos, e com personalidade fraca, isto sim! Personalidade forte tem quem é profissional, ético, e quem sabe se controlar diante das situações, não é o caso de nenhum desses. fr

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Ex-governador paga para limparem sua cela

A imprensa divulga que o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral Filho, preso em Bangu 8, vem pagando R$ 15,00 a outro preso para que este faça a faxina de sua cela. Chega a ser surreal um sujeito que está preso por ter desviado milhões de reais pague essa miséria para outro fazer o que ele se acha muito superior para fazê-lo. E ainda tem quem se preste a fazer esse serviço para um acusado de ter falido o estado do Rio, e ainda por cima por essa miséria. Do ex-governador não se espera nada diferente, já que ele não tem moral, nem um pingo de ética. fr

Frases interessantes da internet

Frases interessantes da internet, sem autoria informada:
11. "Recado para quem vive falando: 'Eu sou assim, não vou mudar'. Mudar é sinal de inteligência, não de fraqueza!"
12. "Não force ninguém a gostar de você como você é. Pelo contrário, faça as pessoas saírem da sua vida. Quem insiste em ficar é porque realmente te quer por perto."
13. "Hoje eu tava tão entediado que vi uma formiga na cozinha e coloquei um pouco de açúcar na frente dela. Ela comeu um pouquinho e foi chamar as amigas, então eu limpei o açúcar para as outras pensarem que ela é uma mentirosa."
14. "Assuma que você é imperfeito, isso aumenta a sua tolerância com o erro alheio."
15. "Se você é a favor da vida, então cuide da sua!"

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Metade da população do Brasil ainda não tem esgoto e água tratada

Por mais que o Brasil esteja entre as maiores economias do mundo, a população não se beneficia disso. Leio na imprensa que metade da população nacional ainda não tem acesso a sistemas de esgotamento sanitário, de acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Dados divulgados pelo órgão mês passado referem-se ao ano de 2015, e indicam que 50,3% dos brasileiros têm acesso ao sistema de esgoto. Portanto, a outra metade tem que recorrer a práticas atrasadas para se livrar dos seus dejetos, tais como fossas ou jogando-os em rios.
A região Norte é a que sofre mais, com 49% de sua população usufruindo de abastecimento de água e somente 7,4% de esgoto. Isto mesmo, a enorme maioria da população não tem esgoto. São Paulo é outro extremo, tendo 95,6% de água tratada e 88,4% de esgoto. A falta de esgoto e água tratada resulta em vários problemas, tais como doenças e baixa produtividade. É revoltante constatar que um país como o nosso, sempre entre as maiores economias do mundo, não reverte essa riqueza para a sua população. Em pleno século 21, algo em torno de 100 milhões de brasileiros não têm esgoto e água tratada! Para que serve pagarmos tantos impostos? Para onde vai todo esse dinheiro? Bom, a gente sabe que não vai para onde devia, que seria o investimento em obras de infraestrutura. E sabe que é desviado por políticos e empresários corruptos, que não dão a mínima para as pessoas em volta, apenas para si mesmos e os seus. Uma vergonha!  fr

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Os lençóis da vizinha

Um jovem casal, que acabara de se unir em casamento, resolveu começar a nova vida em uma cidadezinha do interior. Todos os dias em que a jovem dona de casa resolvia lavar os seus lençóis, sua vizinha, uma dona de casa já experiente, falava ao seu marido:
- Querido, veja só os lençóis da nossa vizinha! Como estão amarelos! Será que ela não tem sabão para lavá-los? Se ela quiser eu mesmo os lavo.
Seu marido não falava nada...
Todas as vezes quando a jovem vizinha lavava a suas roupas, a experiente dona de casa fazia o mesmo comentário.
Um certo dia, ao levantar-se, quão grande foi a surpresa da experiente dona de casa ao ver que os lençóis de sua nova vizinha estavam brancos. Então comentou com o seu marido que finalmente a vizinha havia comprado sabão e conseguido deixar os seus lençóis mais alvos que a neve!
Ele, porém, sem mostrar nenhuma surpresa, respondeu:
- Não, querida, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei as vidraças da nossa casa...
(Da internet, sem autoria informada.)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Botafogo vence o Olimpia no Nilton Santos, com gol de bicicleta

O Botafogo deu mais um passo no caminho à fase de grupos da Taça Libertadores da América. Ontem, jogando no estádio Nilton Santos, venceu o Olímpia, por 1x0. O gol foi de Rodrigo Pimpão, de bicicleta. É bem verdade que não foi uma senhora bicicleta, ao estilo Pelé, mas não deixou de ser bonito. Na próxima quarta-feira, o jogo será no Paraguai, e o Botafogo se classifica com um empate, e se perder por 1x0, a decisão será na marca do pênalti, e se fizer um gol, a vaga é do alvinegro mesmo perdendo por diferença inferior a dois gols. O goleiro Helton Leite substituiu Gatito Fernández e (felizmente) não comprometeu, até chegou a fazer uma boa defesa. O argentino Montillo tentou jogar, recuperando-se ainda de uma lesão na coxa na semana passada, contra o Colo-Colo, mas não agüentou muito, deixando o jogo logo aos 13 minutos do primeiro tempo. O Botafogo vem jogando muito nessa Libertadores, criando jogadas e demonstrando muita raça, apesar de desperdiçar muitas oportunidades. É assim que eu quero ver o alvinegro jogar, e se perder que seja demonstrando força de vontade e luta. BOTAFOGO: Helton Leite, Jonas, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luís; Airton (Matheus Fernandes), Bruno Silva (Guilherme), Camilo e Montillo (João Paulo); Rodrigo Pimpão e Roger. Treinador: Jair Ventura.  fr

Agora é oficial! Estádio Olímpico Nilton Santos.

Agora é oficial! O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou, através de decreto publicado no Diário Oficial do Município do dia 13 passado, a mudança do nome do antigo estádio Olímpico João Havelange. A partir de então, oficialmente passou a ser o estádio Olímpico Nilton Santos. Nós, botafoguenses, já o chamávamos assim há muito tempo, mas, agora, ninguém mais tem motivos para não fazer o mesmo. É uma besteira muito grande aqueles veículos de comunicação que preferem o apelido horrível de "Engenhão", apenas porque o estádio fica no bairro do Engenho de Dentro. Se ficasse no bairro vizinho do Méier, eles iam chamá-lo como?, de "Meião"? O fato é que o jogador Nilton Santos merece a homenagem, por tudo o que fez no Botafogo e na seleção brasileira, bicampeão mundial em 1958-62. fr

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Empate emocionante, com raça, classifica o Botafogo no Chile diante do Colo-Colo

Em jogo emocionante, ontem, o Botafogo arrancou um empate com o Colo-Colo, no estádio Monumental, em Santiago e classificou-se para a fase seguinte na Libertadores da América. O Colo-Colo marcou o seu gol logo aos dois minutos do primeiro tempo, com o gol contra de Emerson Silva. A partir de então, o alvinegro lutou pelo empate praticamente o jogo inteiro, com raça e determinação. O gol de empate, no entanto, veio somente aos 35 minutos do segundo tempo, com Rodrigo Pimpão. A torcida chilena passou a jogar objetos no treinador Jair Ventura, o que fez com que o jogo ficasse interrompido. Depois, o árbitro deu mais sete minutos de acréscimo, aumentando ainda mais a emoção. O empate de 1x1 classificou o Botafogo, que pegará na próxima fase o vencedor do jogo entre Olímpia, do Paraguai, e Independiente Del Valle, do Equador. BOTAFOGO: Gatito Fernández; Jonas, Marcelo, Emerson e Victor Luís; Airton (Guilherme), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Roger), Montillo e João Paulo (Dudu Cearense); Rodrigo Pimpão. Treinador: Jair Ventura.  fr

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Botafogo estreia na Libertadores com vitória sobre o Colo-Colo

O Botafogo venceu ontem a equipe chilena do Colo-Colo, no estádio Nilton Santos, por 2x1. O alvinegro começou muito bem no primeiro tempo, quando fez os seus gols, com Airton, aos 29 minutos, e Pavez, contra, aos 40. Mas, no segundo tempo, permitiu a reação do adversário, que diminuiu logo aos cinco minutos, e deu sufoco na defesa botafoguense. Podia ter sido melhor, com uma vantagem maior, mas ainda assim o Botafogo joga pelo empate no próximo jogo, na quarta-feira quem vem, dia 8, em Santiago. Vai ser difícil, mas vamos torcer! fr
BOTAFOGO: Gatito Fernández, Jonas, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luís; Bruno Silva e Airton (João Paulo); Montillo, Camilo (Matheus Fernandes) e Rodrigo Pimpão; Roger (Joel) - Treinador: Jair Ventura.