SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Botafogo sai da Libertadores com campanha digna

Não deu! O Botafogo perdeu ontem por 1x0 para o Grêmio, em Porto Alegre, e foi eliminado da Copa Libertadores da América. Uma pena, o Botafogo jogou bem, dominou o jogo em determinados momentos, e até poderia ter vencido, mas sofreu um gol em que Lucas Barrios subiu mais que João Paulo e conseguiu cabecear para marcar. O Botafogo precisava ter vencido o jogo de ida, no estádio Nilton Santos, semana passada, com o time gaúcho, mas acabou ficando no empate em 0x0. Uma vitória simples de 1x0 teria possibilitado jogar com mais tranquilidade ontem, sabendo que mesmo uma derrota por 1x0 levaria à disputa na marca dos pênaltis. Foi uma campanha excelente durante a Libertadores, superando clubes tradicionais na competição, como o chileno Colo-Colo, o paraguaio Olímpia, o argentino Estudiantes, o colombiano Atletico Nacional e o uruguaio Nacional. A torcida aplaudiu o time. Agora, é voltar todas a atenção ao campeonato brasileiro, buscando a vaga para a Libertadores do ano que vem. fr

domingo, 17 de setembro de 2017

Que tipo de pessoa é você?

Carta recebida pelo gerente da divisão de carros ‘Pontiac’, da General Motors dos EUA, com curiosa reclamação de um cliente.

        "Esta é a segunda vez que mando uma carta para vocês e não os culpo por não me responderem. Eu posso parecer louco, mas o fato é que nós temos uma tradição em nossa família, que é a de tomar sorvete depois do jantar. Repetimos este hábito todas as noites, variando apenas o tipo de sorvete, eu sou o encarregado de ir comprá-lo.
        Recentemente, comprei um ‘Pontiac’, e desde então minhas idas à sorveteria se transformaram em um problema. Sempre que eu compro sorvete de baunilha, quando volto da sorveteria para casa, o carro não funciona. Se comprar qualquer outro tipo de sorvete, o carro funciona normalmente. Os senhores devem achar que eu estou realmente louco, mas não importa o quão tola possa parecer a minha reclamação, o fato é que estou muito irritado com o meu ‘Pontiac’ modelo 1999."
A carta gerou tantas piadas do pessoal da ‘Pontiac’ que o presidente da empresa acabou recebendo uma cópia da reclamação.
         Ele resolveu levar o assunto a sério e mandou um engenheiro conversar com o autor da carta. O funcionário e o reclamante foram juntos à sorveteria no ‘Pontiac’ que deu origem à estranha reclamação.
         O engenheiro sugeriu sabor baunilha, para testar a reclamação, e o carro efetivamente não funcionou. O funcionário da General Motors voltou nos dias seguintes, à mesma hora, fez o mesmo trajeto, no mesmo carro, somente variando o sabor do sorvete.
         Mais uma vez o carro só não pegava na volta quando o sabor escolhido era baunilha.
         O problema acabou virando uma obsessão para o engenheiro que passou a fazer experiências anotando todos os detalhes possíveis. Após duas semanas, chegou a primeira grande descoberta.
         Quando escolhia baunilha, o comprador gastava menos tempo, já que este tipo de sorvete estava bem na frente. Examinando o carro, o engenheiro fez nova descoberta. Como o tempo de compra era muito mais reduzido no caso do sabor baunilha, em comparação com o tempo gasto nos outros sabores, o motor não chegava a esfriar. Com isso, os vapores de combustível não se dissipavam, impedindo que a nova partida fosse instantânea.
         A partir desse episódio, a ‘Pontiac’ mudou o sistema de alimentação de combustível em todos os modelos a partir da linha 1999.
         Mais do que isso, o autor da reclamação ganhou um carro novo além da reforma do carro que não pegava com o sorvete de baunilha.
         A General Motors distribuiu também um memorando interno, exigindo que os seus funcionários passassem a levar a sério todas as reclamações dos seus clientes, até mesmo as aparentemente mais absurdas.

Moral da história:
         Na vida, há dois tipos de pessoas.
     Aquelas que debocham de quem se dá ao trabalho de reclamar pelos seus direitos de consumidor, e nada fazem, por preguiça e omissão.
      E aquelas que estão sempre dispostas a reivindicar e a cobrar das autoridades e das empresas que as respeitem e que cumpram com as suas obrigações.
      Que tipo de pessoa você é?
Da internet, sem autoria.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Não adianta fingir ser o que não é, Deus está vendo

Não adianta fingir ser uma boa pessoa, viver na Igreja, recitar versículos da Bíblia, se suas atitudes dizem o contrário! fr

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Que "coisa" ruim...


Fui ver ontem o filme "It a Coisa"... , direção de Andy Muschietti, baseado no livro do mestre do terror Stephen King. Que coisa horrorosa, ruim, muito ruim! Não passa de uma sucessão de sustos, uma estória mal contada. Quero minhas duas horas de volta!

Dica de filme: "Platoon"

PLATOON ("Platoon")
Co-produção EUA-Reino Unido, 1986, Guerra
Direção: Oliver Stone
Com: Charlie Sheen, Willem Dafoe, Tom Berenger
Excelente filme sobre os dramas vividos pelos soldados na Guerra do Vietnã (1955-1975). O roteiro é de Oliver Stone, que também dirigiu o filme, baseado em sua experiência na própria guerra. Chris Taylor é um jovem soldado, que se alistou voluntariamente para ir para a guerra. O seu avô havia lutado na Primeira Guerra Mundial, e o seu pai na Segunda. É este personagem que narra os acontecimentos, à medida que ele os vai vivendo. Quando desembarca no Vietnã, ele é idealista, e acredita estar fazendo o que é certo, cumprindo um dever, como todos deveriam esperar que ele fizesse. Aos poucos, convivendo com o pior que o ser humano pode fazer, presenciando os seus próprios companheiros de pelotão matando pelo prazer de matar, estuprando, e se odiando, ele vai mudando, e perdendo a inocência. O filme foi rodado nas Filipinas e ganhou vários prêmios, entre eles o Oscar de melhor filme e melhor diretor, além de receber as indicações de melhores atores coadjuvantes (Willem Dafoe e Tom Berenger) e melhor roteiro original; além de ganhar o Globo de Ouro de melhor filme, melhor diretor e ator coadjuvante (Tom Berenger), além da indicação de melhor roteiro. Expõe os horrores da guerra, onde se perde a humanidade para lutar por algo que os próprios soldados não entendem bem a razão de estar acontecendo. fr

sábado, 9 de setembro de 2017

Dica de livro: "As Aventuras de Tom Sawyer"

"As Aventuras de Tom Sawyer", Mark Twain, tradução de Luísa Derouet, editora Nova Cultural, 2002, 221 páginas.
Reli recentemente. Dois garotos muito levados se envolvem em confusões, colocando familiares e a pequena cidade onde vivem, no Sul dos Estados Unidos, ainda durante o período de escravidão, em constante tensão. Tom Sawyer e Huckleberry Finn presenciaram um assassinato e, depois, o encontro de bandidos quando eles combinavam a divisão de roubos e a execução de uma vingança contra uma mulher. Além disso, o livro mostra também a paixão infantil de Tom Sawyer por uma coleguinha de turma. Tudo isso contado por um narrador. Um clássico da literatura mundial, publicado por Mark Twain - pseudônimo de Samuel Langhorne Clemens - , em 1876. O autor conta no prefácio que a maioria das aventuras relatadas no livro ocorreram mesmo. Foram experiências reais vividas por colegas seus na época da escola, e que Huckleberry Finn e Tom Sawyer também foram baseados em meninos que ele conheceu, sendo o último a combinação da personalidade de três deles.  fr

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Hipocrisia

Vejo muitas pessoas falarem o tempo todo de Deus e viverem dentro de igreja, mas suas atitudes são egoístas, e não demonstram nunca a menor solidariedade com os outros! fr

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A festa da independência no Brasil deveria ser do povo, nas ruas, nos parques

Hoje, dia em que são comemorados os 195 anos da Independência do Brasil, mais uma vez vemos comemorações apenas oficiais, sem grande participação popular. Nas democracias mais sólidas do mundo, como nos Estados Unidos, no dia da independência o povo vai para os parques públicos comemorar, ou mesmo em suas casas. Fazem festas, piqueniques, churrascos em família. É uma oportunidade para os mais novos aprenderem com os mais experientes a importância do que foi feito para o país chegar a ser independente. No Brasil, infelizmente, o 7 de setembro é apenas mais um feriado. Quem pode viaja para passear ou descansar. E as "festas" são oficiais, dos governos, aonde apenas os militares, seus familiares e os políticos vão às ruas, junto a tanques, carros, armas etc. Do povo, somente uma minoria muito inexpressiva assiste, sem participar, apenas vendo. Nada contra os militares festejarem o dia da Independência, mas em uma democracia esta importante data deveria ser popular, com a participação das pessoas, o que não acontece. fr

Prefeito Crivella faz o que acusava adversário na campanha de querer fazer: aumentar IPTU

Parabéns àqueles que votaram no bispo Crivella porque na época da eleição, no ano passado, diziam que o Freixo, se eleito, iria aumentar o IPTU...Agora, é justamente o prefeito Crivella que aumentará o IPTU, com o apoio da maioria da Câmara dos Vereadores. Mas pagar IPTU a igreja Universal não quer, né!?... kkkkkkkk fr

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Mais uma empresa tradicional fecha as portas: Casa Cruz

Chego em casa e leio na internet que mais uma empresa tradicional fecha as portas no Rio de Janeiro: a papelaria Casa Cruz, em atividade desde 1893. A empresa fechou todas as suas lojas, inclusive a que fica na Rua Ramalho Ortigão nº 26/28, em frente ao Largo de São Francisco de Paula, no Centro, a mais antiga de todas. A Casa Cruz vendia produtos de papelaria, livraria, informática, materiais de escritório, desenho técnico, brinquedos, pintura, artesanato, artigos religiosos, presentes e festas. Eu comprava na Casa Cruz sempre que precisava de algo mais específico. Costumava encontrar lá e por um bom preço. São mais algumas centenas de desempregados, aumentando ainda mais a crise do país, e em especial da nossa cidade. Uma pena! fr

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Brasil só empata com a Colômbia: 1x1

Estávamos mal acostumados! A seleção brasileira apenas empatou hoje com a Colômbia, por 1x1, no estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla, pelas eliminatórias do Mundial da Rússia. Se tivesse vencido, o Brasil teria conseguido a décima vitória consecutiva sob o comando do treinador Tite. Mas não faz mal, já estamos classificados para mais uma Copa do Mundo - somos o único país do mundo a participar de todos os Mundiais -; e em primeiro lugar. O jogo foi à tarde,no horário de Brasília, e não deu para assistir, já que eu estava trabalhando. O gol brasileiro foi marcado por Willian, aos 46 minutos do primeiro tempo. BRASIL – Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva (Rodrigo Caio), Marquinhos e Filipe Luís; Fernandinho, Renato Augusto (Philippe Coutinho), Paulinho, Willian e Neymar; Roberto Firmino; treinador: Tite. O próximo jogo do Brasil será no dia 5 de outubro, fora de casa, contra a seleção da Bolívia. fr

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados!

Marcel Camargo

Passamos muito tempo fazendo a coisa certa para as pessoas erradas, sofrendo as consequências das péssimas escolhas pelo caminho, sofrendo à toa por coisas inúteis e gente sem conteúdo, alimentando vãs esperanças em relação ao que não tem a menor chance de vir a acontecer.
 
Perdemos muito tempo investindo no vazio, esperando retorno do que não volta, aguardando sorrisos de quem nem nos olha direito. É preciso focar no que é real, pois, mesmo que não haja muito de verdadeiro nesses terrenos, esse pouco bastará.
 
Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, às pessoas descontentes e incapazes de receber algo de fora. Existem indivíduos que se encontram por demais fechados ao acolhimento do que não se encontra dentro deles, do que não faz parte daquele mundinho em que eles se fecham, presos a crenças e sentimentos que não mudam, não são repensados, não saem do lugar. Tentar alcançá-los é inútil.
 
É necessário evitar a servidão aos folgados, aos aproveitadores, a quem não sai do lugar por si só, a quem foge a qualquer tipo de responsabilidade, pois sabe que alguém sempre fará por ele.
 
Temos que ter clareza quanto ao que realmente devemos e poderemos tomar para nós, ou acumularemos cargas de bagagens que não são, nem de longe, relacionadas às nossas vidas. Muita gente precisa de ajuda, sim, mas muitos precisam é de vergonha na cara.
 
Não podemos nutrir amizades duvidosas, com pessoas que não expressam a menor necessidade de nós, como se tanto nossa presença quanto nossa ausência fossem a mesma coisa, algo sem importância, invisível, dispensável.
 
Nem todos de quem gostamos irão gostar de nós, o retorno da estima e da afeição nunca é uma certeza, portanto, há necessidade de que adentremos exclusivamente os encontros verdadeiros.
 
Não é fácil nem tranquilo conseguirmos acertar quanto ao que poderemos regar com a certeza de retorno e reciprocidade, uma vez que as pessoas, os acontecimentos, a vida, tudo é imprevisível.
 
Embora muito do que acontecerá em nossas vidas não possa ser controlado, mantermos sob controle nossas verdades e a certeza de que merecemos ser felizes nos tornará mais fortes diante dos tombos, sem que desistamos de nossos sonhos.

[Adorei! Perfeito para o momento em que eu estou vivendo! fr ]

domingo, 3 de setembro de 2017

Devolvendo com a mesma moeda... kkkkkkkk

Toca o telefone.     
      - Alô...      
      - Alô, é o senhor Carlos?! 
      - Sim.     
  - Sr. Carlos, aqui é da Oi, estamos ligando para oferecer a promoção Oi linha adicional, onde o sr. tem direito...     
      - Desculpe interromper, mas quem está falando?
      - Aqui é Rosicleide Judite, da Oi, e estamos ligando...     
      - Rosicleide, desculpa, mas, para minha segurança, gostaria de  conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?      
      (Confusa...) - ... Bem... pode.     
      - De que telefone você fala? Meu identificador não registrou.     
      - 103     
      - Você trabalha em que área, na Oi?     
     - Telemarketing Pró Ativo.     
     - Você tem número de matrícula na Oi?     
      - Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
       - Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da Oi.     
      - Mas posso garantir...     
     
- Além do mais, sempre sou obrigado a repetir os meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a Oi.
      (Contrariada) - Minha matrícula é 34591212     
      - Só um momento enquanto verifico...     
      (Aí, você põe o fone em cima da mesinha e vai no banheiro...  Dois minutos depois):     
     
- Só mais um momento, Rosicleide.
      (Agora, você coloca o fone de novo em cima da mesinha, e vai preparar um cafezinho... Cinco minutos depois):
      - Senhor?
     - Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.     
      - Mas, senhor...     
      - Pronto, Rosicleide, obrigado por haver aguardado. Qual o assunto?     
      - Aqui é da Oi, estamos ligando para oferecer a promoção linha adicional, onde o sr. tem direito a uma linha adicional. O senhor está  interessado, sr. Carlos?     
      - Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, porque é ela quem decide sobre alteração e aquisição de planos de telefones. Por  favor, não desligue, pois a sua ligação é muito importante para mim. 
     (Você coloca o fone em frente ao aparelho de som, e deixa a música ”Festa no Apê” do Latino tocando na função “Repetir”. Depois da porra da música tocar uma cacetada de vezes, a esposa atende):
      - Alô? Pode me dizer seu telefone pois o meu identificador não registrou..     
      - 103     
      - Com quem estou falando, por favor.     
      - Rosicleide, da Oi.     
      - Qual sua identificação na empresa...      
     (Já começando a ficar puta...)  - 34591212     
      - Obrigada pelas suas informações, Rosicleide, em que posso ajudá-la?     
      - A Oi está ligando para oferecer a promoção linha  adicional, onde a sra. tem direito a uma linha adicional. A senhora  está interessada?     
      - Vou abrir um chamado e em alguns dias meu filho entrará em contato para dar um parecer, pode anotar o número do protocolo por favor...?
TU... TU... TU... TU... TU... TU... TU... TU...      
     
-Alô, alô... Desligou! Nossa, que moça impaciente...

sábado, 2 de setembro de 2017

Feliz por nada

Ontem, dia 1º, fui assistir à peça "Feliz por Nada", no Teatro Eva Herz, no Centro, com minha mãe, uma amiga dela e uma colega minha do trabalho. A peça é livremente inspirada em um livro de Martha Medeiros, e tem no elenco Cristiana Oliveira, Regiane Cesnique (substituindo Maria Eduarda de Carvalho, que estava gravando uma novela) e Danilo Sacramento; com direção de Ernesto Piccolo. Eu fui para levar minha mãe para sair um pouco, esperava que fosse uma comédia, como informado, mas é mais um texto reflexivo sobre as relações entre três pessoas: um casal em crise e duas amigas inseparáveis. Bom, minha mãe gostou. rsrs fr

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Brasil venceu o Equador e atinge 9º vitória consecutiva pelas eliminatórias da Rússia

Após cinco meses de "abstinência", a seleção brasileira voltou a campo pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. O Brasil venceu ontem, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Equador, por 2x0. O primeiro tempo foi chato, com pouquíssimos chutes a gol por parte da seleção brasileira, e "cera" do goleiro equatoriano. Os gols foram marcados no segundo tempo, por Paulinho e Philippe Coutinho. É a NONA vitória consecutiva do Brasil, desde que passou a ser comandada pelo treinador Tite. O Brasil já estava classificado para o Mundial, e com a vitória de ontem, garantiu também a primeira colocação das eliminatórias, mesmo ainda faltando três rodadas para o seu final. Estamos com 36 pontos, seguidos de longe pela Colômbia, com 25; Uruguai, com 24; e Chile, com 23. Estes quatro países garantem hoje a vaga para o Mundial. Em quinto lugar está a Argentina, com 23 pontos, o que faria com que fosse disputar a vaga na repescagem. Terça-feira que vem o Brasil volta a campo, contra a Colômbia. Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda (Thiago Silva) e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto (Coutinho), Willian (Luan) e Neymar; Gabriel Jesus; treinador: Tite. fr