SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

sexta-feira, 30 de março de 2018

Catedral Metropolitana repõe placas e ganha estátua

A Catedral São Sebastião do Rio de Janeiro, ou, como é mais conhecida, a Catedral Metropolitana, no Centro do Rio de Janeiro, ganhou duas novidades recentemente. A estátua de João Paulo II (1920-2005) recebeu novas placas, em substituição às roubadas há uns cinco anos (ver Minhas Fotos nº 16). E próxima a ela, em abril do ano passado foi colocada a estátua em homenagem à Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), albanesa de nascimento, e canonizada pela Papa Francisco em 2016. fr

 
 

quinta-feira, 29 de março de 2018

Vendedores brasileiros estão entre os menos simpáticos do mundo

Li na internet que os vendedores brasileiros estão em penúltimo lugar em atendimento aos clientes. A pesquisa é da empresa sueca Better Business World Wide, e foi realizada em 69 países, da Europa, Ásia, Américas do Norte e do Sul, e África, tendo sido divulgada no final do ano passado. E o vendedor brasileiro acabou em 15º lugar dentre 16 países, sendo considerado um dos menos simpáticos e cordiais, atrás somente do japonês. Eu sou de opinião que a qualidade da mão-de-obra no Brasil, em geral, é de má qualidade. Encontro atendentes, vendedores, caixas, e também aqueles que atendem pelo telefone, mal-humorados, secos, sem vontade de trabalhar, sem cortesia, e muitas vezes até grosseiros. O resultado dessa pesquisa demonstra que ã minha percepção corresponde à verdade, infelizmente!  fr

quarta-feira, 28 de março de 2018

Botafogo derrota Flamengo e vai a mais uma final!

Local: Maracanã
Data: 28 de março de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 21h45min. (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)
Cartão Amarelo: Jonas, Cuéllar (Fla); Jefferson, Igor Rabello, Brenner (Bota)
Gol: BOTAFOGO: Luiz Fernando, aos 38 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Réver, Rhodolfo e Everton; Jonas (Cuéllar), Willian Arão(Geuvânio) , Diego, Lucas Paquetá (Marlos) e Vinicius Junior; Henrique. Dourado Treinador: Paulo César Carpegiani.
BOTAFOGO: Jefferson, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Marcelo, Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando, Leonardo Valencia (Rodrigo Pimpão) e Renatinho (Marcelo Benevenuto); Brenner(Pachu). Treinador: Alberto Valentim.
Fonte: ESPN

segunda-feira, 26 de março de 2018

Igreja da Penha


Eu fui à Igreja de Nossa senhora da Penha, ou simplesmente Igreja da Penha, como é mais conhecida, uma vez, quando criança, e na companhia de minha mãe e de minha madrinha, que me incluiu em uma promessa. Recentemente, voltei lá para visita-la e conhecê-la melhor, inclusive assistindo uma missa. A igreja fica localizada no alto de um penhasco. À entrada a pessoa pode optar por subir uma ladeira a pé, ou fazer a subida em três viagens pelos bondinhos do Plano Inclinado Padre Laércio Dias de Moura, inaugurado em junho de 2012, em uma viagem total de uns quinze minutos, e de forma gratuita. Após essa subida, você tem acesso a uma tranquila área verde, com a vista do bairro (fotos 23 a 25), coretos (foto 15), uma pequena capela para missas (foto 18), um espaço onde se pode acender velas e orar (foto 17), uma loja onde se pode comprar lembranças religiosas, a Concha Acústica Jerry Adriany (foto 17), onde podem ser realizados eventos culturais e artísticos, um quiosque para comprar lanches, que estava fechado nos dias em que eu fui, e uma pequena cantina.
 Para chegar à igreja ainda é preciso superar os 382 degraus, de tamanhos irregulares, subida feita por muitas pessoas para pagarem suas promessas. Ou, quem não quiser ou não puder, pode subir no último dos três bondinhos. No primeiro dia em que eu fui, subi pelos bondinhos e desci os degraus e a ladeira; no segundo, eu encarei a ladeira e subi e desci os degraus. Nossa Senhora da Penha (também conhecida como de França), uma das diversas denominações de Maria, passou a ser venerada a partir de sua aparição em uma serra de nome Penha de França, na província de Salamanca, no Oeste da Espanha, no século 15, e de seguidos milagres. Da Espanha passou a ser também venerada em Portugal e no Brasil, onde teve sua primeira capela construída em Vila Velha, antiga capitania do Espírito Santo, entre 1558 e 1570. A segunda foi levantada na então freguesia de Irajá, onde está a atual Igreja da Penha, por volta de 1635, quando o capitão Baltazar de Abreu Cardoso, ao subir o penhasco como fazia sempre, para contemplar suas plantações, foi atacado por uma serpente. Devoto de Nossa Senhora, ele pediu ajuda à santa, surgindo, de imediato, um lagarto, que passou a lutar com a serpente, dando oportunidade a ele de fugir. Agradecido, o capitão mandou construir uma pequena capela, onde colocou uma imagem de Nossa Senhora.
A partir daí, ele, seu familiares, amigos, e, com o tempo, pessoas que passavam pelo local, subiam o penhasco para rezar na capela, disseminando a sua fama. E como o local era conhecido com Penha, por causa do penhasco, as pessoas se acostumaram a dizer Nossa senhora da Penha.  O capitão doou todas as suas propriedades à santa; e em 1728 criou-se a Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Penha, demolindo-se a antiga capela, e construindo-se, em seu lugar, uma maior, com uma torre e dois pequenos sinos. Em 1870, demoliram a igreja, construindo outra, ainda com uma torre, mas com novos sinos; e por volta de 1900, novamente substituíram o templo, construindo uma igreja com duas torres. A escadaria, com seus 382 degraus, foi construída em 1819, como pagamento de uma promessa. Dois anos antes, um casal subia o penhasco, e a esposa, Maria Barbosa, pediu à Nossa Senhora da Penha que desse ao casal um filho, aguardado há anos, e prometeu que se isso ocorresse, mandaria construir uma escadaria para a igreja. No ano seguinte nasceu seu filho.
          Em 2016, a Igreja da Penha foi elevada pelo papa Francisco à categoria de Basílica Menor, por possuir destaques nos aspectos arquitetônico, histórico e de devoção popular. Existem no mundo somente quatro Basílicas Maiores, todas em Roma, na Itália: a de São Pedro, no Vaticano; a de São João de Latrão; Santa Maria Maior e a de São Paulo Extramuros. A Festa de Nossa Senhora da Penha, com a organização de missas, shows religiosos, corais, procissões luminosas, a lavagem da escadaria e barracas de comidas e doces, é realizada todos os anos, no mês de outubro, e em 2018 será a sua 383ª edição. Para minha surpresa, vi o tradicional Parque Shangai (foto 18) ao lado da entrada para a igreja, próximo à rua. Mais um local característico do Rio de Janeiro e do Brasil visitado. fr


























domingo, 25 de março de 2018

Pela primeira vez desde 1969 o Brasil não tem um piloto correndo na Fórmula 1

O campeonato mundial de Fórmula 1 de 2018 teve início na madrugada de hoje, horário de Brasília, com o GP da Austrália. É a primeira vez desde 1969, um ano antes da estreia de Emerson Fittipaldi na categoria, e desde que eu acompanho as corridas, que o Brasil não tem um piloto correndo. Nos últimos anos, com Felipe Massa, não tínhamos muita esperança de pódio, muito menos de título, mas tínhamos um piloto brasileiro por quem torcer. Agora, nem isso! Não vejo graça nenhuma em assistir uma corrida sem ter por quem torcer. Hoje, quem venceu foi o alemão Sebastian Vettel, seguido de Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen. Só resta aguardar a chegada de um piloto brasileiro que nos resgate o prazer de assistir uma corrida de Fórmula 1. fr

sábado, 24 de março de 2018

O porteiro do prostíbulo

O porteiro do prostíbulo
Não havia no povoado pior ofício do que 'porteiro do prostíbulo'. Mas que outra coisa poderia fazer aquele homem? O fato é que nunca tinha aprendido a ler nem escrever, não tinha nenhuma outra atividade ou ofício. Um dia, entrou como gerente do puteiro um jovem cheio de ideias, criativo e empreendedor, que decidiu modernizar o estabelecimento. Fez mudanças e chamou os funcionários para as novas instruções.
Ao porteiro disse:
- A partir de hoje, o senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram, e seus comentários e reclamações sobre os serviços.
- Eu adoraria fazer isso, senhor. - balbuciou - Mas eu não sei ler, nem escrever!
- Ah! Quanto eu sinto! Mas se é assim, já não poderá seguir trabalhando aqui.
- Mas, senhor, não pode me despedir, eu trabalhei nisto a minha vida inteira, não sei fazer outra coisa.
- Olhe, eu compreendo, mas não posso fazer nada pelo senhor. Vamos dar-lhe uma boa indenização e espero que encontre algo que fazer. Eu sinto muito e que tenha sorte.
Sem mais nem menos, deu meia volta e foi embora. O porteiro sentiu como se o mundo desmoronasse. Que fazer? Lembrou que no prostíbulo, quando quebrava alguma cadeira ou mesa, ele a arrumava, com cuidado e carinho. Pensou que esta poderia ser uma boa ocupação até conseguir um emprego. Mas só contava com alguns pregos enferrujados e um alicate mal conservado. Usaria o dinheiro da indenização para comprar uma caixa de ferramentas completa. Como o povoado não tinha casa de ferragens, deveria viajar dois dias em uma mula para ir ao povoado mais próximo para realizar a compra. E assim o fez.
No seu regresso, um vizinho bateu à sua porta:
- Venho perguntar se você tem um martelo para me emprestar.
- Sim, acabo de comprá-lo, mas eu preciso dele para trabalhar...
- Bom, mas eu o devolverei amanhã bem cedo.
- Se é assim, está bom.
Na manhã seguinte, como havia prometido, o vizinho bateu à porta e disse:
- Olha, eu ainda preciso do martelo. Por que você não o vende para mim?
- Não, eu preciso dele para trabalhar e além do mais, a casa de ferragens mais próxima está a dois dias de viagem sobre a mula.
- Façamos um trato - disse o vizinho. - Eu pagarei os dias de ida e volta mais o preço do martelo, já que você está sem trabalho no momento. Que lhe parece?
Realmente, isto lhe daria trabalho por mais dois dias... aceitou. Voltou a montar na sua mula e viajou. No seu regresso, outro vizinho o esperava na porta de sua casa.
- Olá, vizinho. Você vendeu um martelo a nosso amigo. Eu necessito de algumas ferramentas, estou disposto a pagar os seus dias de viagem, mais um pequeno lucro para que você as compre para mim, pois não disponho de tempo para viajar para fazer compras. Que lhe parece?
O ex-porteiro abriu a sua caixa de ferramentas e seu vizinho escolheu um alicate, uma chave de fenda, um martelo e uma talhadeira. Pagou e foi embora. E nosso amigo guardou as palavras que escutara: 'não disponho de tempo para viajar para fazer compras'. Se isto fosse certo, muita gente poderia necessitar que ele viajasse para trazer as ferramentas. Na viagem seguinte, arriscou um pouco mais de dinheiro trazendo mais ferramentas do que as que havia vendido. De fato, poderia economizar algum tempo em viagens.
A notícia começou a se espalhar pelo povoado e muitos, querendo economizar a viagem, faziam encomendas. Agora, como vendedor de ferramentas, uma vez por semana viajava e trazia o que precisavam seus clientes. Com o tempo, alugou um galpão para estocar as ferramentas e alguns meses depois, comprou uma vitrine e um balcão e transformou o galpão na primeira loja de ferragens do povoado.
Todos estavam contentes e compravam dele. Já não viajava, os fabricantes lhe enviavam seus pedidos. Ele era um bom cliente. Com o tempo, as pessoas dos povoados vizinhos preferiam comprar na sua loja de ferragens, a ter de gastar dias em viagens. Um dia ele lembrou de um amigo seu que era torneiro e ferreiro e pensou que este poderia fabricar as cabeças dos martelos. E logo, por que não, as chaves de fendas, os alicates, as talhadeiras etc... E após, foram os pregos e os parafusos...
Em poucos anos, nosso amigo se transformou, com seu trabalho, em um rico e próspero fabricante de ferramentas. Um dia, decidiu doar uma escola ao povoado. Nela, além de ler e escrever, as crianças aprenderiam algum ofício.
No dia da inauguração da escola, o prefeito lhe entregou as chaves da cidade, o abraçou e lhe disse:
- É com grande orgulho e gratidão que lhe pedimos que nos conceda a honra de colocar a sua assinatura na primeira página do livro de atas desta nova escola.
- A honra seria minha - disse o homem. - Seria a coisa que mais me daria prazer, assinar o livro, mas eu não sei ler, nem escrever, sou analfabeto.
- O senhor!? - Perguntou o prefeito, sem acreditar. - O senhor construiu um império industrial sem saber ler nem escrever? Estou abismado. Eu pergunto: O que teria sido do senhor se soubesse ler e escrever?
- Isso eu posso responder. - Disse o homem com calma. - Se eu soubesse ler e escrever... eu ainda seria o ‘porteiro do prostíbulo’!  
Geralmente, as mudanças são vistas como adversidades. As adversidades podem ser bênçãos. As crises estão cheias de oportunidades. Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas. Lembre-se da sabedoria da água: 'A água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna'. Que a sua vida seja cheia de vitórias, não importa se são grandes ou pequenas, o importante é comemorar cada uma delas. Quando você quiser saber o seu valor, procure pessoas capazes de entender os seus medos e fracassos e, acima de tudo, reconhecer as suas virtudes .  
Crédito: sem autoria definida, da internet.

sexta-feira, 23 de março de 2018

Frases: Michel Temer

"Acho que seria uma covardia não ser candidato. Porque, afinal, se eu tivesse feito um governo destrutivo para o país eu mesmo refletiria que não dá para continuar. Mas, pelo contrário, eu recuperei um país que estava quebrado. Literalmente quebrado. Eu me orgulho do que fiz. E eu preciso mostrar o que está sendo feito", presidente MICHEL TEMER, em entrevista à revista ‘Isto É’, quarta-feira, dia 21, praticamente um mês depois de negar candidatura.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Em virada gloriosa, Botafogo derrota Vasco e vai à final

VASCO 2 X 3 BOTAFOGO
Local: Estádio Nilton Santos
Data: 21 de março de 2018, quarta-feira Horário: 21h45min. (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueirense Corrêa (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda: R$ 155.900,00
Público: 9.255 pagantes
Cartões amarelos: Yago Pikachu, Paulão, Leandro Desábato e Wellington (Vasco); Marcelo, Rodrigo Lindoso, Igor Rabello e Luiz Fernando (Botafogo)
GOLS
VASCO: Erazo, aos 19 min. do primeiro tempo; Riascos, aos 30 min. do primeiro tempo.
BOTAFOGO: Brenner, aos 12 min. do primeiro tempo; Luiz Fernando, aos 33 min. do primeiro tempo; Igor Rabello, aos 39 min. do segundo tempo.
VASCO: Gabriel Félix; Yago Pikachu, Paulão, Frikson Erazo e Fabrício; Wellington (Paulo Vítor), Leandro Desábato e Evander (Wagner); Paulinho, Andrés Rios (Thiago Galhardo) e Duvier Riascos
Técnico: Zé Ricardo
BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Marcelo, Rodrigo Lindoso, Leonardo Valencia (Pachu), Marcos Vinícius (Rodrigo Pimpão) e Luiz Fernando (Ezequiel); Brenner 
Técnico: Alberto Valentim
Fonte: Terra

terça-feira, 20 de março de 2018

Não é só no Brasil: ex-presidente francês investigado por receber dinheiro líbio

Acidente com vítima fatal nos EUA pode atrasar carros sem motoristas

Os carros sem motoristas já vêm sendo testados em alguns países. Segunda-feira, dia 19, lamentavelmente, um carro da Uber atropelou e matou uma mulher nos estados Unidos, registrando a primeira vítima fatal desse tipo de transporte.  E ocorreu justamente três dias após as empresas de tecnologia Uber e a Waymo, da Alphabet, solicitaram aos senadores estadunidenses que aprovem uma legislação sobre o uso desses carros, a fim de poderem colocá-los no mercado.  Essas empresas e a General Motors e a Toyota têm investido bilhões de dólares no desenvolvimento dos carros autônomos e o acidente pode atrapalhar os seus planos, retardando a desejada aprovação do seu uso pelo mundo afora. A Uber anunciou a suspensão dos testes com os veículos. As empresas defendem que os carros sem motoristas tornarão as estradas mais seguras e com menos acidentes de trânsito, já que serão programados para respeitar as leis de trânsito e eliminarão causas de acidentes como a distração e a irresponsabilidade dos seres humanos. Mas as autoridades se preocupam justamente com os riscos de acidentes devido os automóveis não serem comandados por um motorista de seu interior. fr

domingo, 18 de março de 2018

Dica de livro: "Quando ela se foi"

Quando Ela Se Foi, Harlan Coben, tradução de Marcelo Mendes, São Paulo, editora Arqueiro, 2011, 256 páginas.
 
O autor francês Harlan Coben já escreveu vários livros de suspense. Este é mais uma aventura do personagem Myron Bolitar, um representante de atores e atletas, uma ex-promessa do basquete universitário estadunidense, mas que teve que abandonar o esporte por causa de uma contusão no joelho. Ele recebe uma inesperada ligação de uma mulher com quem teve um relacionamento rápido, mas marcante, pedindo sua ajuda e que saísse dos Estados Unidos e fosse para Paris. Terese Collins, jornalista, foi âncora da CNN, mas abandonou tudo depois da morte traumática da filha, em um acidente de automóvel dirigido por ela. Dez anos sem se verem, ela pede a ajuda de Bolitar para descobrir o que teria acontecido a seu ex-marido, Rick Collins, um repórter investigativo que apareceu morto em Paris.  Rick telefonara para ela pouco antes de aparecer morto, dizendo ter uma revelação muito importante e que ela fosse encontrá-lo em Paris. O mistério aumenta quando o corpo de Rick é encontrado próximo a fios de cabelo e manchas de sangue que um exame de DNA mostrava ser da filha de Terese, morta há anos. Bolitar acaba se envolvendo em uma investigação que envolve a polícia francesa; a Interpol de Londres; a CIA e o Mosad. Mas nem todos estão interessados que a verdade seja descoberta. Outro de seus livros, “Não Conte a Ninguém”, foi adaptado para o cinema, e eu já o indiquei aqui no meu blog o filme. Atenção, a seguir vou escrever informações sobre o final do livro, então, quem não quiser saber antecipadamente, pare aqui! Terroristas se instalaram na França, criando uma fundação, a ‘Salvem os Anjos’, pretensamente cristã, no combate ao aborto, para obter embriões em uma clínica genética, com a ajuda de um de seus médicos. Aproveitando o congelamento de inúmeros embriões de mulheres que faziam tratamento para engravidar, alguns eram desviados da clínica e transferidos para os úteros de mulheres muçulmanas simpatizantes à sua causa. Elas serviriam de ‘incubadoras, chocadeiras de embriões’ para dar origem a crianças com traços europeus, que seriam doutrinadas para também serem terroristas dentro do continente quando adultos. Pretendiam, assim, atingir os países europeus de dentro. Um livro interessante, vale a leitura. fr

sexta-feira, 16 de março de 2018

Vereadora é executada no Rio de Janeiro

          A violência no Brasil está cada vez mais assustando a todos, principalmente no estado do Rio de janeiro, e em sua capital. Quarta-feira à noite, a vereadora Marielle Franco (PSOL), de 38 anos, foi, ao que tudo indica, executada com quatro tiros na cabeça, no bairro do Estácio. Ela estava voltando de um compromisso no Centro, acompanhada do motorista, que também morreu, e de uma assessora, que sobreviveu, com ferimentos leves provocados pelos estilhaços do vidro do veículo.

O carro em que a vereadora estava teria sido seguido por quatro quilômetros por um outro, que emparelhou a ele, e de onde saíram os assassinos, que dispararam 13 vezes, atingindo nove tiros na lataria e quatro no vidro. A violência parece aumentar, mesmo o estado sob intervenção federal, e a sensação é que está fora de controle. Mata-se por qualquer motivo. Se a vítima não tem o que roubar, os bandidos atiram; se tem, eles atiram do mesmo jeito. E fazem isso sem medo ou muita preocupação com a ação da polícia. Parece que o Brasil está caminhando a passos rápidos para viver a situação pela qual a Colômbia passou na época dos poderosos narcotraficantes, ou o México passa atualmente. Os bandidos não temem nem matar políticos ou autoridades.
A vereadora em questão, pelo que a imprensa divulgou, tem uma atuação na defesa dos direitos civis, principalmente as mulheres e os negros, mas não teria recebido ameaças de morte, e não estaria denunciando a ação de bandidos ou policiais especificamente. Vivemos momentos de medo, em que as pessoas se assustam facilmente com qualquer barulho mais forte e que se assemelhe a tiros. Os responsáveis pela Segurança pública precisam tomar medidas urgentes, e combater de maneira eficiente e forte a ação da criminalidade no Rio de Janeiro e no país como um todo. E também atuar no sentido de vigiar as nossas fronteiras, por onde entram livremente drogas e armamentos pesados, que armam e financiam os exércitos do crime. fr

quinta-feira, 15 de março de 2018

Luzinete

Esta eu ouvi hoje, no trabalho.
- Oi! Qual é o seu nome?
- Luzinete.
- Putz! Você acabou me lembrando de pagar duas contas que vencem hoje!!! 😄😄😄😄😄

terça-feira, 13 de março de 2018

Steve Jobs e sua estátua que engana em shopping 😅 😅

Toda vez que eu passo por essa loja no Edifício Avenida Central, distraído, eu penso que essa estátua do Steve Jobs é uma pessoa! kkkkkkkkkk fr

segunda-feira, 12 de março de 2018

Potências mundiais gastam trilhões para matar, ao invés de salvar vidas

As grandes potências do mundo gastam trilhões de dólares e euros todos os anos em melhorar as diferentes maneiras de matar. Se usassem esse dinheiro para acabar com a fome e a miséria no mundo, e para descobrir curas de doenças, o mundo seria um paraíso!fr

domingo, 11 de março de 2018

Vi e não gostei da nova "Corrida Maluca"

Encontrei por acaso a nova versão do clássico dos desenhos “Corrida Maluca”, da Hanna Barbera, no canal pago Boomerang. Como no Brasil preferem termos em inglês, é um reboot, ou seja, é a retomada do desenho, mas sem se prender necessariamente às suas características clássicas. Eu assistir e não gostei. Não tem muito a ver com o desenho que eu via quando criança, inclusive não vi vários dos personagens da década de 1960, e foram incluídos outros, novos. Ou seja, é mais uma versão para as novas gerações, aproveitando o sucesso que a série clássica teve. Prefiro ficar com as lembranças do desenho clássico! fr

sexta-feira, 9 de março de 2018

Delfim Netto, ministro da ditadura militar, é investigado pela Lava Jato


O ex-deputado Delfim Netto, de 89 anos, está sendo investigado pelo Ministério Público Federal por suspeita de receber 10% das propinas dadas por empreiteiras ao MDB e ao PT referente às obras da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. É a 49ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada hoje, dia 9, batizada de “Buona Fortuna”. O juiz federal Sergio Moro determinou o bloqueio de 4,4 milhões em dinheiro e bens do político, cuja defesa alega que os valores que ele recebeu foi por conta de “consultoria prestada” às empresas. Delfim Netto e outros investigados na operação tiveram os seus sigilos bancário e telefônico quebrados. Ele foi uma das figuras mais influentes na época da ditadura militar, tendo exercido, entre outros, as funções de ministro da Fazenda, de 1967 a 1974; da Agricultura, em 1979 e do Planejamento, de 1979 a 1985; além de embaixador da França, de 1974 a 1978. Foi um dos ministros que assinou e ratificou o AI-5, em 1968, Ato Institucional que endureceu a ditadura. Delfim Netto exerceu também o cargo de deputado federal por São Paulo de 1987 (constituinte) a 2006, portanto, em cinco mandatos. E passou por seis partidos políticos: PDS, PPR, PPB, PP e MDB. Eu fico contente em ver que as investigações chegaram a mais um dos “medalhões” da política brasileira. É uma pena que a Justiça não retroceda e investigue tudo o que fizeram durante a época da ditadura militar (1964-1985), seja a roubalheira, seja a tortura; teria muito o que descobrir! fr

segunda-feira, 5 de março de 2018

Era o que faltava: treinamento militar para criminosos

Além da incapacidade do estado em combater a entrada ilegal no Brasil de armamentos e drogas pelas nossas fronteiras, ainda temos que nos preocupar com a ajuda de ex-militares aos criminosos. As Forças Armadas, através de seus serviços de inteligência, e a polícia fluminense estão investigando a possibilidade de ex-militares, principalmente ex-paraquedistas e ex-fuzileiros, estarem vendendo treinamento profissional aos bandidos do tráfico no rio de Janeiro. Pelas táticas militares, que incluiriam a correta utilização dos fuzis, pistolas e granadas nas favelas, técnicas de enfrentamento, uso de camuflagem e a definição de rotas de fugas da polícia, eles estariam cobrando de três a cinco mil reais por hora de aula. O comportamento organizado dos traficantes tem chamado a atenção do Exército pela sua ação coordenada, eficiência de tiro e deslocamentos para evitar o confronto direto. A cada ano, as Forças Armadas dispensam de 75 a 85 mil reservistas, com elevado treinamento militar, e que, em sua maioria, caem no desemprego, podendo ser mais facilmente cooptados pelo tráfico. E essa agora? fr

domingo, 4 de março de 2018

O futuro será com os céus tomados de carros voadores e drones

Leio que já estão planejando colocar no mercado em breve carros voadores. É o futuro chegando de vez! O mundo já está convivendo com carros sem motoristas e drones, que servem para várias finalidades, desde a entrega de mercadorias até mesmo matar pessoas. Em filmes como “Blade Runner: o Caçador de Andróides”, de 1982, com Harrison Ford, e “O Quinto Elemento”, de 1997, com Bruce Willis, além do desenho clássico “Os Jetsons”, do início da década de 1960, vê-se um trânsito caótico nos ares. Tudo indica que o futuro vai confirmar a ficção, e os céus vão ser ocupados por máquinas, tirando a tranquilidade das pessoas também no céu, já preocupadas com os acidentes nas ruas e estradas. A modernidade é inevitável, mas muitas vezes acaba trazendo muitos mais problemas do que benefícios.  fr

sexta-feira, 2 de março de 2018

Ditadores norte-coreanos usaram passaporte do Brasil para viajar

A Reuters divulgou esta semana que o ditador norte-coreano Kim Jong-un, assim como o seu pai, Kim Jong-il, tiraram, de forma fraudulenta, passaportes brasileiros em 1996 para obter vistos e visitar países do Ocidente. O atual presidente usou o nome falso de Josef Pwag, como se tivesse nascido na cidade de São Paulo. E o seu pai, já falecido, o nome de Ijong Tchoi, também da capital paulista. Os documentos mostram como tendo sido expedidos pela Embaixada do Brasil de Praga, na República Tcheca. A agência de notícias disse ter tido acesso somente a cópias dos passaportes, sem poder saber se houve adulterações e se os vistos foram emitidos. Em 2011, no entanto, o jornal japonês Yomiuri Shimbun divulgou que Kim Jong-un teria usado um passaporte brasileiro em 1991 para visitar a Disneylândia de Tóquio. Essas notícias mostram o quanto os passaportes brasileiros são procurados por estrangeiros desejosos de obter falsificações a fim de sair e entrar em países. Isto porque o Brasil é um país de muita miscigenação, com a presença de pessoas de várias características físicas diferentes. E também a hipocrisia dos ditadores, que proíbem ao seu povo sair do país, mas arrumam um jeitinho para passear no estrangeiro. Só faltava essa, Kim Jong-un brasileiro. kkkkkkkkkkk  fr

quinta-feira, 1 de março de 2018

Dica de filme: "O Apartamento"

O APARTAMENTO (“Forushande”)
Co-produção Irã-França, 2016, Drama
Direção: Asghar Farhadi
Com: Shahab Hosseini, Taraneh Alidoosti, Babak Karimi
Casal de atores é obrigado a deixar o apartamento em quem moram devido ao risco de desabamento do prédio, por conta de uma obra próxima. Um colega de elenco oferece um apartamento seu que ficou vago, com a saída recente da inquilina. Uma noite, a esposa abre pelo interfone a entrada do prédio e deixa a porta do apartamento aberta, pensando ser o marido. Ela é covardemente agredida pelo estranho, que acaba fugindo às pressas, esquecendo o telefone celular e as chaves do carro, que fica estacionado na rua. Depois da esposa hospitalizada, o marido passa a tentar descobrir quem foi o invasor. Investigando, ele fica sabendo que o carro pertence a um mercado, e que a antiga inquilina era uma prostituta. Quando, finalmente, descobre a identidade do agressor, as coisas acabam fugindo de controle, levando a um desfecho inesperado. Venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2017, e os prêmios de Melhor Ator (Shahab Hosseini) e Melhor Roteiro em Cannes, em 2016. Ótimo filme! Uma pena que o cinema iraniano seja tão pouco divulgado no Brasil, mais receptivo aos filmes, nem sempre de boa qualidade, de Hollywood.  fr