SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Brasil só empata em jogo com pouca emoção

Brasil empatou sua segunda partida na Copa do Mundo, no estádio Castelão, em Fortaleza. O jogo foi chato, as duas equipes estiveram mal. O Brasil, no entanto, teve as principais oportunidades de gol, mas esbarrou nas ótimas defesas do goleiro mexicano, Gulliermo Ochoa. No primeiro tempo, aos 25 minutos, fez uma defesa sensacional em uma cabeçada de Neymar; e aos 43 minutos saiu bem do gol para defender chute de Paulinho. No segundo tempo, aos 23 minutos, em cruzamento de Bernard da esquerda, Neymar matou no peito e completou para difícil defesa do goleiro; e aos 40 minutos, Ochoa impediu o gol brasileiro em cabeçada fulminante de Thiago Silva, com muito reflexo. A sua atuação lhe rendeu, merecidamente, o prêmio da FIFA de melhor jogador da partida.
Aos 30 minutos do segundo tempo, Jô desperdiçou uma ótima oportunidade chutando muito mal, torto, para fora. Julio César não foi tanto exigido, mas fez algumas defesas, porém, aos 45 minutos do final do jogo, defendeu para o meio da sua área, e felizmente nenhum mexicano aproveitou o rebote. Marcelo, dois minutos antes se jogou dentro da área para simular um pênalti, e para sua sorte o árbitro não lhe deu cartão amarelo. O capitão Thiago Silva poderia ter saído expulso do jogo, se o árbitro turco Cuneyt Cakir tivesse dado a ele o  amarelo quando pisou no tornozelo de um adversário; no segundo tempo ele fez uma falta para parar o ataque mexicano, levou o cartão,  e seria o segundo, portanto seria expulso. A seleção brasileira não encanta, e não desperta muita segurança, passa a sensação que se o adversário for mais forte dos que enfrentou até agora (Croácia e México), pode perder. Só resta torcer para que a seleção melhore. fr

Nenhum comentário: