SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Dois filmes de gêneros bem diferentes no cinema

Esta semana fui ver dois filmes no cinema, ambos de 2018. “O Candidato Honesto 2”, com Leandro Hassum voltando ao personagem João Ernesto Ribamar, após este cumprir prisão por corrupção ativa e passiva. O ator está bem diferente, deixou de ser gordo, após ter feito uma cirurgia de redução de estômago e ter perdido 65 quilos. O filme diverte, e o melhor são as referências aos políticos e aos recentes escândalos políticos no país, em especial ao presidente Michel Temer e a ex Dilma Rousseff, na foto. Não tem como não estranhar a diferença, Leandro Hassum marcou um estilo, com sua antiga presença física, e me acostumei a ele, assim como muita gente. Era mais engraçado. O filme peca pelo excessivo e desnecessário uso de palavrões. “A Freira” (“The Nun”) é um filme estadunidense de terror, gênero que não é dos meus preferidos, mas eu quis ver mesmo assim, para variar. O suicídio de uma jovem freira em um convento na Romênia faz com que o Vaticano envie um padre e uma noviça para verificarem o que está por trás do ocorrido. Com a ajuda de um morador do local, acabam por enfrentar forças do mal que procuram dominar e destruir. Elenco: Demian Bichir, Taissa Farmiga e Jonas Bloquet; direção de Corin Hardy. fr

 

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Batman e Super-Homem juntos com a Turma da Mônica pela primeira vez

Vem aí uma parceria inédita nos quadrinhos mundiais. Os super-heróis da Liga da Justiça Batman, Robin, Mulher Maravilha e Super-Homem vão se unir a Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali para combater os criminosos. É uma parceria da DC Entertainment com a Mauricio de Sousa Produções e a Editora Panini para o lançamento no próximo mês de dezembro inicialmente de um título no Brasil. Se o resultado das vendas for bom serão produzidos outros títulos e até lançá-los no mercado estadunidense. Para quem curte os quadrinhos, independente da idade, é uma notícia fantástica. Eu me lembro de ter escrito, quando criança, uma carta (naquela época ainda se escreviam cartas... rsrs) sugerindo estórias em que os personagens do Mauricio incorporassem os poderes dos super-heróis. A carta chegou a ser publicada em uma revista do Cebolinha, um dia eu publico aqui. Agora, é aguardar para ver o resultado. fr

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Portugal vence a Itália e quebra jejum de 61 anos

Meu primo em Portugal me mandou ontem um zap informando algo que eu não tinha ficado sabendo. A seleção portuguesa venceu a Itália na segunda-feira, dia 10, por 1x0 em jogo realizado no Estádio da Luz, em Lisboa, pelo grupo A3 da Liga das Nações, gol de André Silva, aos 3 minutos do segundo tempo. Foi um resultado histórico porque quebrou uma escrita de 61 ANOS! A última vitória portuguesa até então tinha sido no dia 26 de maio de 1957, por 3x0, também em Lisboa, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 1958. Curiosamente, nem Portugal, nem Itália acabaram conseguindo se classificar para aquele Mundial. Essa competição, a Liga das Nações da UEFA, é nova, está sendo disputada pela primeira vez. E passa a ser realizada a cada dois anos. Cristiano Ronaldo não jogou. Parabéns aos portugueses! fr

sábado, 8 de setembro de 2018

Ator que fez o major Healey morre aos 91 anos

Leio na internet a notícia da morte, aos 91 anos, do ator Bill Daily, dia 4 de setembro. Entre outros papéis, ele interpretou o major Roger Healey na série “Jeannie é um gênio” (“I dream of Jeannie”) que eu curtia muito ver quando criança nas reexibições da TV. Divertiu a mim e a milhares de crianças no mundo inteiro. Descanse em paz! fr

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Candidato à presidência é esfaqueado durante comício em Juiz de Fora

Hoje, lamentavelmente, mais uma página triste foi escrita para a frágil democracia brasileira. O candidato à presidência Jair Bolsonaro foi vítima de um ataque durante um comício em Juiz de Fora (MG). Um sujeito, já preso e identificado como sendo Adelio Bispo de Oliveira, golpeou o candidato com uma faca, como se pode ver nas imagens abaixo. Triste e muito preocupante. Eu torço e desejo a completa recuperação dele e que volte rápido à campanha eleitoral, mesmo não sendo o meu candidato e de longe não ter a mínima intenção de votar nele. E punição para o agressor. fr

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Incêndio destrói Museu Nacional e parte considerável da memória brasileira

Ontem à noite, a notícia de que o Museu Nacional foi praticamente destruído por um incêndio me deixou muito triste. É revoltante como o poder público trata a História e a cultura do nosso país com tanto descaso. A mais antiga instituição científica brasileira, com 200 anos completados em junho, e que possuía um acervo de mais de 20 milhões de itens, segundo o G1, virou cinzas em poucas horas. O museu, o Rio de Janeiro, o Brasil, o mundo perderam com o fogo preciosidades históricas como o fóssil de “Luzia”, o mais antigo do continente americano; a coleção de múmias egípcias de D. Pedro II e o esqueleto do primeiro dinossauro de grande porte montado no país. O Museu Nacional foi residência de um rei, D. João VI; e dois imperadores, D. Pedro I e D. Pedro II. A imprensa internacional repercutiu a tragédia.
As ‘autoridades’ dizem que as causas do incêndio, iniciado após o encerramento do horário de visitas, serão investigadas pela Polícia Federal, já que o museu pertence à UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Já levantaram as hipóteses de curto circuito e de um balão ter caído sobre o prédio. O fato é que é inaceitável que um museu da importância como este não esteja devidamente protegido por medidas de segurança contra incêndio. Agora, ouço e leio várias pessoas reclamarem que o Museu Nacional não tinha sequer portas corta-fogo, nem mesmo uma brigada de incêndio 24 horas. E que teria faltado água nos hidrantes próximos, e foi necessário usar a água do lago da Quinta da Boa Vista. Além de tudo isto, que o atual e os governos anteriores não repassam verbas para a manutenção do museu, e de outros. O Museu Nacional vem sofrendo há anos cortes de verbas. Uma vergonha!
Os políticos, claro, já se apressaram para se aproveitar politicamente da tragédia. Leio que o governo federal promete a liberação de 10 milhões de reais para a recuperação do prédio. Então por que não o fizeram antes?, a fim de evitar essa tragédia anunciada. O que aconteceu é um crime contra o país, que vê, impotente, a sua História, a sua memória e a sua cultura serem destruídas continuamente. Podem recuperar o prédio, claro, mas o acervo não. Triste! Eu visitei o Museu Nacional pela última vez em janeiro de 2015, e reproduzo mais abaixo a matéria que escrevi aqui no meu blog, com fotos. E também uma matéria que eu publiquei já tratando do corte de verbas para o Museu, que ficou fechado para o público por falta de dinheiro para pagar à empresa terceirizada que fazia a sua limpeza. fr 
 

A destruição do Museu Nacional registrada pela imprensa








Museu Nacional (Minhas Fotos 2015)


Estive dia 29 de janeiro no Museu Nacional, enfim reaberto seis dias antes, com a solução da falta de verba para pagamento do pessoal terceirizado da limpeza. A única vez que eu tinha ido lá foi ainda criança, em um passeio do colégio. Fundado por D. João VI em junho de 1818 com o nome de Museu Real, à época localizado no Campo de Santana. O Museu passou a funcionar no Palácio de São Cristóvao, na região conhecida como Quinta da Boa Vista, a partir de 1892. É a instituição de ciência mais antiga no Brasil, e é administrada pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) desde 1946. É considerado o maior museu em história natural da América Latina, e seu acervo é composto por nove milhões de peças, sendo 10 mil em exposição ao público, distribuídas em dois andares. Em destaque uma coleção de múmias e sarcófagos egípcios, réplicas de esqueletos de dinossauros, e móveis da família real e da família imperial.  Em uma das fotos que fiz (abaixo), pode-se ver o trono de D. João VI. O imponente prédio onde fica atualmente o Museu foi doado ao então príncipe regente pelo comerciante de escravos português Elias Antônio Lopes em 1º de janeiro de 1809. Uma atitude que nada teve de desinteressada, afinal as melhores residências no Rio de Janeiro foram desapropriadas para serem ocupadas pelos membros da comitiva do príncipe, com a vinda da família real para o Brasil. Elias Antônio se antecipou e, com isso, conseguiu muitas vantagens depois. O Paço de São Cristóvão passou a ser a residência da família real, e, depois, da família imperial. D. João VI passou a residir no Paço a partir de 1816, deixando o Paço Real (o Paço Imperial, no Centro da cidade). D. Pedro I e D. Pedro II e suas famílias também residiram no local. Nele nasceram, por exemplo, D. Maria da Glória II, rainha de Portugal de 1834 e 1853; D. Pedro II, o imperador brasileiro; e a Princesa Isabel. Com a proclamação da República, o prédio sediou a primeira Assembleia Constituinte do novo regime, que elaborou a Constituição de 1891. A ressalva que eu faço como visitante é o Museu não disponibilizar guias para acompanharem as pessoas nas visitas, em horários determinados. Pelo que me informaram, há guias somente para idas de estudantes previamente agendados. Seria muito bacana e útil em termos de informações e tornaria o passeio muito mais interessante. Mas conhecer o Museu Nacional é algo que eu recomendo a todos, não apenas aos turistas que vierem ao Rio de Janeiro. Imperdível! fr
 

Museu Nacional fechado por falta de dinheiro para limpeza (2015)

sábado, 1 de setembro de 2018

TSE decide pela Inelegibilidade de Lula

Enfim, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu a respeito se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ou não concorrer à eleição presidencial deste ano, cujo primeiro turno ocorre já no próximo dia 7 de outubro. Por seis votos contra e um, do ministro Edson Fachin, a favor, o julgamento terminou nas primeiras horas de hoje. O PT tem um prazo de dez dias para fazer o registro de um novo candidato, que deverá ser Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e inicialmente candidato a vice na chapa de Lula. O partido também já se manifestou que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). A maioria dos ministros alegou em suas fundamentações que Lula está impedido de concorrer por estar incluso na chamada Lei da Ficha Limpa, já que foi condenado em segunda instância, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Por ironia, foi o próprio Lula, quando presidente, que assinou a Lei Complementar nº 135, em 4 de junho de 2010, a Lei da Ficha Limpa. A defesa do ex-presidente não teve sucesso na tese de que o Brasil deveria cumprir a manifestação do Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas), no sentido de autorizar Lula a concorrer. Os ministros, em sua maioria, entenderam que ela não passa de uma recomendação. fr

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Michael Jackson faria hoje 60 anos 🎶🎶🎶🎶🎶

Minha homenagem a Michael Jackson, que estaria completando hoje, 29 de agosto, 60 anos de idade. Deixando de lado o seu lado polêmico, ele era um grande artista. fr

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Nota de zero euro

Na Europa, alguns países passaram a emitir cédulas de ZERO EURO. São cédulas sem valor monetário, ou seja, não podem ser utilizadas para nenhuma transação comercial ou financeira. Elas têm um valor apenas simbólico, sendo produzidas para venda a colecionadores ou como lembrança turística. A autorização foi concedida pelo Banco Central Europeu (BCE) em julho do ano passado. Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Itália, Luxemburgo e Portugal já produziram as suas próprias cédulas de zero euro. As empresas autorizadas inserem nas cédulas as imagens que desejar, de acordo com o país, sejam personalidades ou localidades, com a devida autorização do BCE. As tiragens são limitadas, e a impressão é feita em papel moeda normal, seguindo os mesmos critérios de segurança utilizados nas notas de euro tradicionais, ou seja, selo holográfico, número de segurança, relevos, marca d’água, entre outros. Os interessados em adquirir a cédula de zero euro pagam entre dois e três euros.  fr

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Botafogo foi fundamental nos três primeiros mundiais da seleção brasileira

Os mais novos desconhecem a importância do Botafogo na história do futebol brasileiro e mundial. Clube que mais cedeu jogadores para a seleção brasileira, e que teve fundamental participação nas conquistas dos três primeiros títulos mundiais do Brasil. Em 1958, foram Nilton Santos, Didi, Garrincha e Zagallo. Em 1962, foram os quatro novamente, mais Amarildo, como titulares. Garrincha foi apontado indiscutivelmente o melhor do Mundial, além de ter sido o artilheiro, junto com Vavá, ambos com quatro gols cada. E em 1970, foram três os convocados: Paulo Cézar Caju, Roberto Miranda e Jairzinho, sendo que este, como titular, marcou gol em todos os jogos da conquista mundial, precisa dizer mais? fr