SEJA ÉTICO

SEJA ÉTICO: Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução do conteúdo deste blog com a devida citação de sua fonte.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

O Botafogo perdeu para o último colocado, em casa, e complicou sua situação



O Botafogo perdeu hoje para o Atlético-GO (1x2), último colocado do campeonato brasileiro, e praticamente já rebaixado para segunda divisão. É a terceira derrota jogando em casa, no estádio Nilton Santos, nos últimos quatro jogos disputados. Antes, o Botafogo já tinha perdido para o Fluminense (1x2) e Atlético Paranaense (0x1).  Estamos em 6º lugar, com 51 pontos, dentro da zona de classificação para a Libertadores da América, mas os próximos jogos, os últimos na competição, vão ser todos bem difíceis: São Paulo (fora), Palmeiras (fora) e Cruzeiro (casa). Conseguiram complicar as chances que tínhamos de nos classificar. Agora, só torcendo muito! Mas, como o Botafogo é capaz de conseguir os maiores feitos, e as maiores derrotas, tudo é possível. A propósito, o Corinthians já garantiu o título, ontem, ao vencer em casa o Fluminense, por 3x1, com três rodadas de antecedência fr

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Justiça manda empresas reduzirem valor da passagem de ônibus

A partir de meia-noite de hoje, o valor das passagens de ônibus na cidade do Rio de Janeiro foi reduzido, de R$ 3,60 para R$ 3,40, por ordem judicial. É a segunda vez em menos de três meses que a Justiça reduz o valor das passagens. No início de setembro deste ano, o preço da passagem caiu de R$ 3,80 - cujo valor passou a vigorar em janeiro de 2016 - para R$ 3,60. As reduções se deram pelo fato da Justiça entender que o aumento era abusivo. Até que enfim! E se o aumento é abusivo, por que levaram tanto tempo para reduzir o preço das passagens? E as empresas de ônibus, vão ser obrigadas a ressarcir os consumidores por estarem recebendo esse tempo todo? Poderiam ser obrigados a circular sem cobrar por algum tempo. A prefeitura do Rio de Janeiro, que autorizou o aumento, vai ser punida? O transporte público na cidade, e no país em geral, é de péssima qualidade. Os ônibus no Rio são imundos, as janelas são escuras de tanta sujeira, as barras grudam nas mãos de tão imundas, os bancos onde as pessoas têm que se sentar são sujos e muitos estão quebrados ou soltos. Além disso, os motoristas, em sua maioria, são despreparados e estressados. E grande parte dos ônibus não tem ar condicionado. E ainda somos obrigados a pagar um valor muito alto por esse serviço de péssima qualidade. É uma vergonha! fr

A Itália está fora do Mundial da Rússia!

A Itália está fora da Copa do Mundo da Rússia! Segunda-feira, a seleção italiana empatou em casa, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, em 0x0 com a Suécia. No primeiro jogo, os suecos venceram por 1x0. E a Itália já estava jogando a repescagem do Mundial, por não ter conseguido sua classificação nas eliminatórias. A Itália já foi quatro vezes campeã mundial, e vinha conseguindo se classificar desde 1962, mas, desta vez não deu. Em 1930, decidiu não participar, e em 1958, também não conseguiu classificação. E as participações da seleção italiana nos dois últimos Mundiais (Brasil, em 2014, e África do Sul, em 2000) foram péssimas, sendo eliminada na primeira fase. Será o único país campeão mundial a não estar presente na Rússia, ano que vem. Os italianos, que adoram o futebol, estão arrasados. Eles já tiveram o principal campeonato nacional do mundo, na década de 1980, quando os melhores jogadores jogavam lá, a começar pelo principal à época, o argentino Maradona. Com o tempo, o seu campeonato foi perdendo importância e foi substituído pelo espanhol, que atrai atualmente os principais atletas, anunciantes e torcedores. Outro país que não conseguiu vaga para a Rússia-2018 é a Holanda, que tem alguma tradição em Mundiais. A Suécia, por sua vez, volta a participar de um Mundial, o que não conseguia desde 2006. O Brasil segue como único país do mundo a participar de todos os Mundiais. fr

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Cadê o prefeito Marcelo Crivella?


Outro dia eu vi um outdoor em que uma marca de cerveja pergunta, com muito bom humor, cadê o prefeito Marcelo Crivella. Boa! O prefeito não é visto trabalhando, parece que só quer viajar e cuidar da Igreja Universal. Isso que dá misturar política partidária com religião... fr

O Estado é laico, não permite interferência de nenhuma igreja


O mundo já sabe o que acontece quando o país deixa de ser laico e a intolerância religiosa e o fundamentalismo tomam conta. Será que é isso que nós queremos para o Rio de Janeiro e para o Brasil? fr

domingo, 12 de novembro de 2017

Primeira foto feita na América do Sul foi no Rio de Janeiro

Com a correria do dia a dia, muitas vezes a gente não nota o que está próximo de nós. Passando pelo Largo do Paço Imperial, semana passada, como eu faço muitas vezes, eu notei o Monumento à primeira fotografia da América do Sul. Pesquisando na internet, soube que ele foi inaugurado pela prefeitura do Rio de Janeiro em setembro do ano passado. Essa primeira foto foi feita pelo francês Louis Comte, em 1840, do local onde, na época, ficava o Hotel Pharoux. O sistema utilizado foi o daguerreotipo, criado por Louis Jacques Mandé Daguerre, que deu o nome a ele, e, de acordo com o que eu li na internet, de forma simplificada, baseia-se em uma imagem fixada sobre uma placa, que recebe um banho de prata, a fim de formar uma superfície espelhada. fr
 
 
 

sábado, 11 de novembro de 2017

Eu peguei o tempo das fotos com filmes e negativos ☺

Arrumando algumas coisas outro dia, mexi em fotos e negativos guardados. Pois é, eu peguei o tempo em que se tirava fotos com máquinas com filmes. Hoje em dia os mais novos só usam telefones celulares e máquinas digitais, em que deletam na hora as fotos que não ficam boas. Há alguns anos, tínhamos que comprar filmes de 12, 24 ou 36 fotos. Tirávamos as fotos e não podíamos saber se elas ficariam boas ou não. Depois, tínhamos que levar os filmes para lojas de revelação, o que era muito caro. E tínhamos que pagar por qualquer foto que desse para visualizar qualquer coisa, mesmo que ficasse fora de foco, cortada etc. E guardávamos os negativos para poder mandar fazer novas cópias. Hoje em dia as pessoas em geral não mandam revelar as fotos, e as guardam no computador ou em arquivos móveis (pen drives ou HD externos). É claro, como em qualquer boa arrumação, dei uma limpa em um monte de negativos e fotos antigas, que não estão mais em boas condições ou já não fazem mais sentido guardar. As mais importantes continuam bem guardadas. fr

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

A Justiça do Rio de Janeiro e a sua triste realidade

À população em geral, para conhecer a realidade da Justiça, e não ficar criticando os trabalhadores, há anos sem aumento. Divulgue você também.
 
TJRJ, VAMOS FALAR DE ECONOMIA DE VERDADE?
Por Direção Geral em 06/11/2017
 
O Tribunal de Justiça do Rio divulgou que estaria fazendo uma economia de 116 milhões de reais neste ano. Mas, se quisesse de fato economizar, há uma extensa lista de gastos absurdos que exigem corte imediato e trariam enorme economia:

RESTAURANTES EXCLUSIVOS COM COMIDA GRATUITA PARA OS MAGISTRADOS E OS SEUS PARENTES: R$ 600 mil por mês somente com comida; e mais R$ 13 milhões somente com garçons, fora limpeza, manutenção, conservação dos alimentos, impostos etc.
 
ACADEMIA EXCLUSIVA PARA OS MAGISTRADOS E OS SEUS PARENTES: R$ 4,8 milhões somente com os professores, fora os gastos com manutenção, atendentes, aparelhos, tatames, máquinas e equipamentos.
 
250 CARROS OFICIAIS PARA TODOS OS DESEMBARGADORES (180 MAGISTRADOS E 70 RESERVAS) – São gastos R$ 23 milhões somente com a compra dos automóveis, fora combustível, seguro, IPVA e centenas de motoristas. Os carros e os motoristas ficam à disposição de todos os desembargadores mesmo quando estes não vão ao trabalho, o que é proibido pelo CNJ, que determina que somente presidente, vices e corregedor fariam jus a carro de representação.

REPASSE DE VERBAS PARA A MÚTUA DOS MAGISTRADOS – R$ 283 milhões. Você não leu errado. São duzentos e oitenta e três milhões de reais de repasse de dinheiro público para um clube privado com 900 magistrados ativos, para “benefícios sociais” não especificados para os magistrados e seus parentes.
 
COMPRA DE FÉRIAS E LICENÇAS DE TODOS OS MAGISTRADOS – São 900 magistrados ativos. Cada um tem direito a duas férias por ano, com o aumento do terço constitucional. Isso dá um gasto de 60 milhões de reais por ano. E eles ainda recebem os plantões em dinheiro.

EMPRESA QUE OFERECE 600 TERCEIRIZADOS SEM QUALQUER UTILIDADE – R$ 60 milhões, apenas um dos contratos. No total, gasta-se mais de meio bilhão de reais por ano com terceirizados no TJRJ.

EMPRESA DE SEGURANÇA QUE CUSTA R$ 49,9 MILHÕES – Os "seguranças" recebem menos de 2 mil reais líquidos, mas custam uma fortuna ao Tribunal nos contratos com as empresas.
 
GASTOS COM CARGOS COMISSIONADOS NA DGSEI – São 79 oficiais militares, que deveriam estar enfrentando o crime nas ruas, mas estão nos gabinetes refrigerados do TJ, custando cerca de 400 mil por mês em cargos comissionados, num total de 5 milhões por ano.

GRUPOS DE SENTENÇA – O juiz que faz 60 sentenças para outro juiz ganha cerca de 10 mil reais extras, mesmo tendo as suas próprias sentenças para fazer. Nenhum cartório do Rio está em dia com as suas sentenças, a ponto de permitir que um juiz ganhe um extra fazendo sentença para outro. Até juízes de varas fazendárias (notoriamente lentas) participam de grupo de sentença e ganham gratificação extra. Custo: R$ 600 mil por mês. Cerca de R$ 7 milhões por ano.
 
AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA – Cada juiz que faz audiência de custódia também ganha mais 1/3 do subsídio (uns 10 mil), como se fazer audiência já não fosse sua atribuição. O TJRJ é o único Tribunal do Brasil que remunera por isso, com base em uma lei estadual atacada por uma ADIN, já com voto favorável do relator, mas que está parada nas mãos do Ministro Fux há 5 anos, favorecendo os magistrados do TJRJ.

AUXÍLIO MORADIA PARA TODOS OS MAGISTRADOS - Os 900 magistrados ativos recebem 4.377,00 de auxílio moradia, num gasto mensal de cerca de R$ 4 milhões, ou cerca de 50 milhões por ano.
 
NEPOTISMO - Já denunciamos ao CNJ mais de 10 casos de magistrados que empregam a família em seus gabinetes (somente um deles tem 3 parentes), geralmente em cargos de chefia, cuja gratificação chega a cerca de 10 mil reais por parente.

_____
 
Somente os exemplos acima somam mais de MEIO BILHÃO DE REAIS em gastos absolutamente desnecessários, que poderiam e deveriam ser economizados. E há muito mais. O Tribunal possui hoje 14 mil servidores concursados e mais de DEZ MIL não concursados, numa verdadeira legião de terceirizados, estagiários e outras nomenclaturas, o que revela o exagero em gastos desnecessários, que corroem o orçamento.
 
Enquanto perdurar este tipo de gestão, voltada para garantir cada vez mais benesses para magistrados, o orçamento nunca será suficiente. Nos últimos 3 anos, cerca de 1,500 servidores se aposentaram nos PIAs, gerando enorme economia. E estamos sem reajuste há 3 anos. Como explicar, então, que o orçamento esteja estourado? É simples: cada centavo economizado se reverte em mais benefícios para os magistrados. É um poço sem fundo. Mas que precisa ter fim.
 
Até o momento não houve um único corte de gastos na magistratura. Só em servidor, porque sucessivos presidentes agem como se fossem presidentes da magistratura e não presidentes da instituição como um todo. Isso é corporativismo. E é uma vergonha.

Que tal o Tribunal fazer economia de verdade cortando as benesses acima e, de quebra, ainda dar um exemplo de moralidade aos demais Poderes?
Fonte: SIND-JUSTIÇA - DIREÇÃO GERAL

domingo, 5 de novembro de 2017

Centro Cultural da Justiça Eleitoral

              
                 Estive recentemente no prédio do Centro Cultural da Justiça Eleitoral, aproveitando sua reabertura para o público. Há anos eu passo próximo à sua entrada e sempre o via fechado, e foi uma surpresa quando vi o portão aberto; aproveitei logo para entrar e conhecer o prédio por dentro. Durante o Rock in Rio, em setembro, o segundo andar do prédio esteve aberto à visitação, mas somente nesse período, ainda bem que deu para aproveitar. Localizado na Rua Primeiro de Março nº 42, no Centro do Rio de Janeiro, o prédio tem 4.680,91 metros quadrados de área construída, é de estilo eclético, com a utilização de características neoclássicas, barrocas e art nouveau, e chama muito a atenção pela sua beleza e imponência.
                    O projeto do prédio é do arquiteto alemão Luiz Screiner, inspirado na sede do Bayerische Vereinsbank de Munique, na Alemanha (fotos 1 a 5). A sua construção se deu entre os anos de 1892 e 1896, quando foi inaugurado, para ser sede do Banco do Brasil, o que acabou nunca acontecendo. Até o ano de 1909, o prédio foi ocupado pelo Supremo Tribunal Federal (STF); a partir de então, passou à Caixa de Conversão e Amortização até 1946. Neste ano, o prédio passou para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em 1960, com a transferência da capital do país para Brasília, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) assumiu o seu controle.  
                   A partir de 1996, o prédio ficou fechado durante 12 anos. Em 2008, ele passou a ser sede do Centro Cultural da Justiça Eleitoral, inaugurado naquele ano, com a finalidade de preservar a memória da Justiça Eleitoral, disponibilizando-a a pesquisadores, e organizar eventos culturais, como exposições. Dois anos depois, o CCJE teve suas atividades suspensas, voltando somente em dezembro de 2016. Oficialmente, porém, a criação do CCJE ainda aguarda aprovação na Câmara dos Deputados, através do projeto de Lei nº 6.424/2016, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania desde 30 de março deste ano, ou seja, mofando na burocracia da nossa política.
                   O prédio tem dois andares, e faz parte do conjunto arquitetônico e urbanístico da Praça Quinze de Novembro, tombado pelo governo federal em 1990. Em 1993, teve o seu tombamento individual pela prefeitura do Rio de Janeiro. Foi nesse prédio que o Presidente Juscelino Kubitschek e seu vice, João Goulart, tomaram posse em 1946. O portão de entrada é trabalhado em bronze e veio de Portugal (foto 6), a escadaria que leva ao segundo andar, onde ficam expostos as pinturas e quadros e onde eram realizadas as sessões dos Tribunais que funcionaram no prédio, é de mármore Carrara (foto 7). Há alguns anos foi feita uma reforma na parte externa do prédio, porém o seu interior está precisando muito de uma; as paredes estão descascando e as pinturas e as telas sofrem com a ação do tempo.
                   Eu tirei muitas fotos, algumas delas coloco aqui no meu blog, para ilustração e para as pessoas verem como o prédio é bonito por fora e em seu interior. Nas fotos 9 e 10, eu mostro a pintura-mural de Pedro Peres, de 1900, localizada no salão central do primeiro andar: “O Brasil Animado – o Trabalho, a Indústria, o Comércio, a Navegação, a Instrução (Libertação de 1900)”, de 4m x 6m. Nas fotos 11 e 12, aparecem os espaços destinados a funcionarem como caixas, de acordo com projeto original do prédio, que serviria de sede do Banco do Brasil. Na foto 15, está o cofre, com porta em ferro fundido do que seria o banco.
                   Na foto 21, o quadro “A Inconfidência”, também conhecido como “O Suplício de Tiradentes”, 2m x 4,5m, do pintor Antônio Diogo da Silva Parreiras, de 1901, no Salão do Plenário. Na foto 23, a pintura “A Chegada”, 550cm x 260cm, do mesmo pintor, de 1900, sobre a vinda dos portugueses para o Brasil. Na foto 24, o quadro “A Partida”, 650cm x 450cm, também de Antônio Diogo da Silva Parreiras, mostra dois expatriados portugueses deixados no Brasil, de 1902. Nas fotos 25 a 28, localizadas na fachada do prédio, estão quatro estátuas de figuras mitológicas, do artista francês Maturin Moreau, fundidas na França, e representando, respectivamente: a Agricultura, o Comércio, a Indústria e a Marinha. As informações que eu uso no meu texto são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se você mora no Rio de Janeiro ou um dia vier à cidade, não deixe de visitar o local. fr 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 4 de novembro de 2017

Massa anuncia fim de carreira na Fórmula 1; dessa vez, definitiva

Após ter anunciado a sua saída da Fórmula 1 em 2016 e depois ter retornado para a temporada deste ano, o piloto Felipe Massa anunciou hoje que, desta vez, deixará mesmo a categoria. Em sua conta no Instagram, Massa postou um vídeo em que anunciou a decisão:
- Fala, pessoal. Bom, como vocês sabem, ano passado eu anunciei que iria encerrar minha carreira na Fórmula 1, e a Williams pediu para eu continuar mais uma temporada. Eu continuei. Mas desta vez é verdade, vai ser minha última corrida em Interlagos, no Brasil, e em Abu Dhabi. Queria agradecer toda a torcida e todo o carinho, todo o suporte da minha família, dos meus amigos e patrocinadores, todo o carinho de todos vocês que torceram por mim durante todo esse tempo e que continuem torcendo em outras categorias, em outros campeonatos pela frente. E nos vemos no Brasil e em Abu Dhabi. Um beijo em todos vocês e valeu!
Felipe Massa disputou até hoje 272 corridas em sua participação pela Fórmula 1, iniciada em 2002, pilotando por três equipes: Sauber, Ferrari e Williams; sendo que em 2003 foi piloto de testes da Ferrari. Conquistou onze vitórias, todas pela Ferrari, sendo duas vezes no Brasil, em 2006 e 2008; 16 poles positions e 41 pódios. Em 2008, por pouco não conquistou o título mundial, ficando atrás de Lewis Hamilton apenas um ponto, perdendo o título nos últimos segundos do Grande Prêmio vencido por ele no Brasil. Hamilton ultrapassou o piloto alemão Timo Glock, passando para quinto lugar, o que lhe bastou para ganhar o título. Massa está em quarto lugar, junto com Rubens Barrichello, entre os pilotos brasileiros com mais vitórias, atrás de Ayrton Senna, com 41 vitórias; Nelson Piquet, com 23; e Emerson Fittipaldi, com 14. fr

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Susto no elevador...

Hoje, ao sair pela manhã com minha mãe, ficamos presos no elevador, que parou entre o segundo e o primeiro andares. Felizmente, os técnicos vieram rápido, mas, ainda assim, ficamos 20 minutos presos, no calor do elevador. E deu para manter a minha mãe tranquila, enquanto os técnicos chegavam. Mas foi um susto! fr

domingo, 29 de outubro de 2017

No whatsapp...

Lá, como cá!... 😞😞😞😞😞

O Gordo e o Magro

Ontem, navegando pela internet, por acaso me deparei com uma foto da dupla que fazia ‘O Gordo e o Magro’, eles já idosos. Quando criança ainda assisti às suas reprises, muito legal! O gordo era o estadunidense Oliver Hardy (1892-1957); e o magro, o inglês Stan Laurel (1890-1965). A série fez um enorme sucesso no cinema, a partir das décadas de 1920 e 1930, e depois passou a ser exibida na TV, no mundo inteiro. A dupla fez mais de 100 filmes. Era um humor ingênuo e sem apelação. Boa recordação! fr

sábado, 28 de outubro de 2017

Dica de livro: "A Mão e a Luva"


A Mão e a Luva, Machado de Assis, Rio de Janeiro, editora Rovelle, 2008, 95 páginas.
Machado de Assis conta a estória de uma jovem, Guiomar, às voltas com pretendentes que querem casar com ela: Estevão, Luís Alves e Jorge. Estevão era apaixonado pela moça, e não se conformava com o fato de não ser correspondido, chegando a pensar em se matar por conta disso. O amigo, Luís Alves, era quem o ouvia e procurava animá-lo, mas acabou também por se interessar por Guiomar. E Jorge, que era o sobrinho da madrinha da jovem, que deseja a união dos dois. Guiomar perdera a mãe, e a madrinha perdera a filha única, daí terem uma relação tão próxima. Assim como outros de seus livros, neste há também a figura de um narrador a nos contar o que acontece. Tudo se passa no Rio de Janeiro, sede da Corte, no ano de 1853. Uma estória simples que Machado de Assis vai contando e descrevendo detalhadamente. O livro, de 1874, faz parte da fase de sua obra influenciada pelo Romantismo. fr

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Dica de filme: "Jogos de Guerra"

JOGOS DE GUERRA (“WarGames”)
EUA, 1983, Ação
Direção: John Badham
Com: Matthew Broderick, Ally Sheedy, Barry Corbin, John Wood
Um clássico recente do cinema. David Lightman, um adolescente gênio da informática acaba invadindo o sistema de defesa dos Estados Unidos, que passara a ser controlado por um moderno computador, em consequência do governo constatar que os funcionários falhavam em simulações diante de prováveis ataques nucleares da então União Soviética. Tentando conseguir acessar jogos que ainda seriam lançados no mercado, ele e sua namorada começam a jogar com um programa secreto, “Guerra Termonuclear Global”, acreditando ser apenas um jogo. Por diversão, os dois escolhem o lado da URSS e dão início a um ataque aos EUA. O computador do sistema de defesa estadunidense, porém, dá início a um real ataque; o governo dos EUA, por sua vez, identifica o ataque e prepara a retaliação. Bilhões de pessoas morreriam. Desesperados, eles partem em busca do professor Stephen Falken, criador do programa, recluso, descrente com a humanidade, e com nova identidade após a morte do filho e da esposa em um acidente de carro, para tentarem parar o que seria o início da Terceira Guerra Mundial. Um filme produzido em plena Guerra Fria, quando os Estados Unidos tinham como presidente Ronald Reagan, opositor do comunismo e favorável ao aumento do poderio bélico de seu país contra um possível ataque da URSS. Curiosidades do filme: um Matthew Broderick bem jovem, em seu primeiro filme como protagonista; computadores enormes e impressoras matriciais; e telefones ainda com discadores circulares. O filme recebeu indicações ao Oscar de Melhor Fotografia, Melhor Som e Melhor Roteiro Original. Bom filme!  fr

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Botafogo derrota o líder do Brasileiro e favorito ao título: 2x1 Corinthians

O Botafogo conseguiu uma importantíssima vitória ontem sobre o Corinthians, líder do campeonato brasileiro, e super favorito ao título: 2x1 no Estádio Nilton Santos, gols de Brenner e Igor Rabello. Com a vitória o Fogão continua na luta pela classificação para a Copa Libertadores do ano que vem. Está em sexto lugar, com 47 pontos, atrás do Cruzeiro, que tem o mesmo número de pontos, o mesmo número de vitórias (13), o mesmo número de empates (8), o mesmo número de derrotas (9), mas um gol a mais no saldo de gols (8 a 7). E o Botafogo também deu um pouco mais de emoção ao campeonato, vencendo o líder, e, assim, diminuindo a diferença que este tem para o segundo colocado, o Palmeiras (59 a 53). fr BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Marcos Vinícius (Valencia); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Brenner; treinador: Jair Ventura.

domingo, 22 de outubro de 2017

Serviços de transporte por aplicativos

Ontem, pela primeira vez precisei usar os serviços de aplicativos de transporte, para ir a festa de dois anos do filho de uma sobrinha. Na ida, solicitei o carro do Uber, que chegou rápido, mas o motorista não tinha muito conhecimento do trajeto, recorrendo a um GPS. Ele chegou a errar no caminho, deixando de entrar à esquerda em determinado momento, o que tornou a viagem um pouco mais demorada. Na volta, usei o carro do ‘99’, que demorou um pouco a chegar, e teve muita dificuldade de achar o caminho correto. Eu nunca tinha usado esses serviços. Com a crise e o desemprego, muita gente recorreu a esse trabalho. Como não conhecem bem os lugares, usam o GPS, mas, mesmo assim, acabam se atrapalhando. A vantagem oferecida aos clientes é o custo menor. Mas é bom que os motoristas peguem logo experiência e aprendam os caminhos. fr

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Os piores programas da TV brasileira (16) - A VILA

Tentando pegar carona no sucesso do programa "Vai Que Cola", o canal Multishow e o humorista Paulo Gustavo criaram este ano mais um: "A Vila". Mas, ao contrário do primeiro em suas primeiras temporadas, antes de ficar inchado de humoristas, "A Vila" não agradou, é fraco, sem graça, e muito forçado. Paulo Gustavo desta vez é um ex-palhaço de circo falido e que vive em uma vila, dentro de um trailer, sempre com o aluguel atrasado. Dos outros atores, apenas dois são um pouco mais conhecidos pela sua participação em humorísticos na Globo: Katiuscia Canoro e Ataíde Arcoverde, no antigo Zorra Total. Paulo Gustavo, aliás, comportando-se cada vez mais como uma estrela, precisa de um pouco de humildade, não lhe faria mal nenhum. Leio na internet que o Multishow pretende manter o programa para o ano que vem, mas reformulando-o totalmente, substituindo a maioria dos atores, roteiristas e a produção. Será que vai adiantar?, vamos aguardar para ver. fr
 

domingo, 15 de outubro de 2017

Relembrando a Pantera Cor de Rosa

Quando criança curtia muitos os desenhos que passavam na televisão, e relembro hoje aqui no blog o da Pantera Cor de Rosa, com um episódio muito marcante, produzido em 1966, com 6’14” (“Pinknic”). A música tema, um clássico que encanta pessoas no mundo inteiro há gerações, é de Henry Mancini. Neste episódio, a Pantera não tem o que comer em pleno inverno, e ainda tem que se defender dos ataques famintos de um rato psicopata. kkkkkkkk Muito engraçado! Uma ótima recordação. fr

sábado, 14 de outubro de 2017

Reverência ao destino, de Carlos Drummond de Andrade


REVERÊNCIA AO DESTINO
Carlos Drummond de Andrade
 
Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
 
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.
 
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.
 
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.
 
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.
 
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.
 
Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.
 
Fácil é dizer "oi" ou "como vai?"
Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas...
 
Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.
 
Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.
 
Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
 
Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.
 
Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.
 
Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
 
Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.
 
Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.
 
Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.
 
Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.
 
Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.
 
(Poesia Completa, Nova Aguilar, 2002)

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

EUA e Israel anunciam saída da UNESCO

Os EUA anunciaram hoje sua saída da UNESCO (Organização para a Educação, a Ciência e a Cultura das Nações Unidas), e Israel fez o mesmo logo em seguida. Segundo a justificativa oficial, as razões da saída são uma política contrária a Israel praticada pela UNESCO, seu endividamento crescente e sua estrutura atrasada. Em 2011, os EUA, durante a administração de Barack Obama, já haviam cortado sua cooperação financeira àquele órgão, em protesto à entrada da Palestina na UNESCO. Em julho deste ano, a agência declarou a parte antiga da cidade de Hebron, localizada na Cisjordânia ocupada, como patrimônio em perigo e patrimônio mundial, referindo-se a ela como palestina, provocando fortes protestos de Israel. A UNESCO, por sua vez, declarou lamentar a atitude dos EUA, ao se retirar de uma organização que promove educação para a paz e a proteção de culturas sob ataque. Não é a primeira vez que os EUA se retiram da UNESCO; em 1984 se retiraram da organização, somente retornando em 2003. fr

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Brasil vence o Chile por 3x0 e termina eliminatórias em primeiro lugar

            Acabaram hoje as eliminatórias na América do Sul para a próxima Copa do Mundo, ano que vem, na Rússia. O Brasil venceu o Chile por 3x0, na Arena Palmeiras, em São Paulo, gols de Paulinho e Gabriel Jesus (dois), todos no segundo tempo. Com a derrota e a combinação dos outros resultados da rodada, os chilenos, atuais bicampeões da Copa América, foram eliminados do próximo Mundial.
Após 18 rodadas, o Brasil terminou as eliminatórias em primeiro lugar, com 41 pontos, DEZ à frente do segundo lugar, o Uruguai. A Argentina, que venceu hoje, fora de casa, o Equador, por 3x1, com três gols de Lionel Messi, terminou em terceiro lugar (conseguindo a vaga na última rodada e com dificuldade), com 28 pontos; e a Colômbia em quarto, com 27 pontos. Estes são os quatro países classificados na América do Sul. O Peru vai disputar a repescagem com a Nova Zelândia.
O Chile e o Peru terminaram com 26 pontos, os chilenos com oito vitórias contra sete dos peruanos, mas estes se classificaram porque o primeiro critério de desempate é o saldo de gols e eles têm um gol a favor, contra um gol contra dos chilenos. Lembro que no Mundial passado, aqui no Brasil, torcedores chilenos se comportaram muito mal. No jogo com a Espanha, no Maracanã, cerca de 200 chilenos invadiram a área restrita à imprensa, quebraram computadores e monitores, e agrediram jornalistas; uma delas inclusive chegou a ter o braço quebrado na confusão. Apenas 85 desses bandidos foram detidos pela polícia. Hoje, no jogo com o Brasil, alguns jogadores chilenos, nervosos com a iminente eliminação, apelaram para a violência. Um castigo pelo comportamento ruim deles todos.
O Paraguai perdeu hoje para a Venezuela, por 1x0, em casa, e também ficou fora do Mundial. Neymar, para variar, tomou hoje mais um cartão amarelo totalmente desnecessário, ao fazer falta em um adversário, atingindo o seu rosto com a mão, ao fazer a proteção para não ser desarmado. Com mais uma vitória, o Brasil chegou aos 17 jogos invicto nas eliminatórias, com 12 vitórias e cinco empates; a última derrota foi há dois anos, justamente para o Chile, em 8 de outubro de 2015, em Santiago.
Agora é o Brasil se preparar para o Mundial da Rússia, que será disputado entre 14 de junho e 15 de julho do ano que vem, para buscarmos mais um título, mas, principalmente, tirarmos um pouco que seja do amargo gosto de decepção que ficou com a humilhante derrota e humilhação em casa para a Alemanha, por 7x1. Vamos, Brasil! BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto (Fernandinho); Philippe Coutinho (Roberto Firmino), Neymar (William) e Gabriel Jesus; treinador: Tite. fr

Classificação final das eliminatórias da América do Sul